O chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Tulio Maciel, disse hoje (30) que a elevação para 11,25% da Selic, taxa básica de juros da economia, tende a moderar a evolução do crédito. “O mecanismo de transmissão da política monetária é esse. Uma elevação das taxas de juros tem impacto de moderação”, disse. Observou, no entanto, que há outros fatores que influenciam sobre a expansão de empréstimos, como nível de atividade, de confiança e sazonalidade. “Há uma série de outras influências”, declarou Maciel.   

Maciel falou sobre o tema em entrevista. Segundo o chefe do Departamento Econômico, o comportamento do crédito em setembro “seguiu a tendência do ano de crescimento moderado”. Ele avaliou ainda que a elevação mensal de 1,3% do saldo das operações “deveu-se ao maior dinamismo do crédito direcionado”.

Diferentemente dos empréstimos com recursos livres, em que os bancos têm autonomia, o crédito direcionado tem regras definidas pelo governo. Em setembro, as concessões nessa modalidade cresceram 2% ante agosto, contra expansão de 0,7% do crédito livre.

Tulio Maciel chamou a atenção para a continuidade do crescimento do crédito imobiliário para pessoas físicas, que acumula alta de 27,4% em doze meses. “Está bem acima da média, [embora seja importante lembrar] que isso vem moderando. Já chegou a crescer 55%, em 2010”, afirmou.

Outro motivo para expansão do crédito direcionado foi a elevação de 2,3% na carteira para investimentos com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Segundo o BC, a alta pode ser parcialmente atribuída ao comportamento do câmbio no período. “Parte da carteira do BNDES está vinculada à taxa de câmbio”, lembrou Tulio Maciel. Para o ano, está mantida a previsão de expansão de 12% do crédito.
Um dia depois de o Banco Central (BC)aumentar os juros básicos da economia, o dólar teve o maior recuo em mais de um ano. O dólar comercial caiu 2,45% na sessão de hoje (30), fechando em R$ 2,408 para venda. A cotação alcançou o menor valor desde o dia 14, quando tinha encerrado em R$ 2,401.

A queda de 2,45% é a maior registrada para um dia desde setembro do ano passado. Apenas nos últimos três dias, a divisa acumula recuo de R$ 0,12 (4,56%). A cotação passou a acumular queda de 1,64% no mês. A alta da moeda norte-americana caiu para 2,14% em 2014.

Nos últimos meses, as tensões associadas ao cenário internacional e às eleições presidenciais fizeram o dólar disparar. No exterior, o Federal Reserve (Fed), Banco Central norte-americano, reduziu os estímulos monetários à maior economia do planeta, fazendo o dólar disparar em todo o mundo. Ontem (29), o Fed encerrou as injeções de dólares na economia mundial.

No mercado interno, o dólar subiu nas semanas anteriores à reeleição da presidenta Dilma Rousseff. Na segunda-feira (27), dia seguinte ao segundo turno, a cotação chegou a fechar em R$ 2,523, maior valor em nove anos. Nos dias seguintes, no entanto, a moeda norte-americana reverteu a tendência e passou a cair.

Decidida ontem (29) pelo Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom), a alta dos juros básicos para 11,25% ao ano ajudou a derrubar o dólar porque amplia a diferença das taxas brasileiras em relação aos Estados Unidos e torna o Brasil mais atrativo para os aplicadores internacionais.

O dia também foi de ganhos na Bolsa de Valores. O Ibovespa, índice da Bolsa de Valores de São Paulo, fechou a sessão com alta de 2,52%. Com o resultado de hoje, a Bolsa acumula alta de 1,61% no ano.
Até o ano passado, o desmatamento acumulado na Floresta Amazônica, em 40 anos de análise, somou 762.979 quilômetros quadrados (km²), o que corresponde a três estados de São Paulo ou a 184 milhões de campos de futebol. É o que revela o relatório O Futuro Climático da Amazônia, coordenado pelo pesquisador Antonio Donato Nobre, do Centro de Ciência do Sistema Terrestre do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

O relatório, divulgado na tarde desta quinta-feira (30)  na Sala Crisantempo, na zona oeste de São Paulo, reúne várias estudos feitos sobre a região e é destinado à população leiga. O objetivo é universalizar o acesso a mais de 200 estudos e artigos científicos e diminuir o que o pesquisador chama de “ignorância” sobre os problemas ambientais.


Nobre calcula que a ocupação da Amazônia já destruiu 42 bilhões de árvores, ou seja, mais de 2 mil árvores por minuto, de forma ininterrupta, nos últimos 40 anos. Somando-se o desmatamento e a degradação (que considera áreas verdes, mas inutilizadas) da floresta, a destruição da Amazônia alcança mais de 2,062 milhões de km².

De acordo com o relatório, o desmatamento pode pôr em risco a capacidade da floresta de rebaixar a pressão atmosférica, exportar sua umidade para outras regiões pelos chamados “rios voadores” e regular o clima, induzindo à seca. Os efeitos sobre a Região Sudeste, mais especificamente no estado de São Paulo, que enfrenta uma grande seca, ainda estão sendo estudados, mas Nobre acredita que parte disso seja reflexo do desmatamento da Mata Atlântica e do aquecimento climático.


“Estamos na UTI climática”, afirmou o pesquisador, comparando o problema do clima ao de um paciente internado em um hospital. Segundo Nobre, é difícil prever se o “paciente” – no caso, a Amazônia – vai reagir, embora ainda exista uma solução para o problema.

“Quando se está no processo de UTI no hospital, o médico vai dizer a que horas você vai morrer? Não vai. Depende do seu organismo e de muitos fatores, e o que o médico pode fazer é o que está ao alcance dele: informar. O que estou fazendo é informando [sobre o problema ambiental na Amazônia]. E acho que tem uma solução: desmatamento zero para anteontem e replantar em esforço de guerra. Mas, antes disso, um esforço de guerra real é acabar com a ignorância”, enfatizou.


De acordo com Nobre, o esforço para zerar o desmatamento é insuficiente, já que é preciso também confrontar o passivo do desmatamento acumulado e dar início a um processo de recuperação do que já foi destruído. “É preciso plantar árvores em todos os lugares, e não só na Amazônia”, ressaltou o pesquisador, lembrando que não podem ser plantados somente eucaliptos, como ocorre atualmente, já que esta não é a espécie mais indicada para trazer chuva.

Para ele, o governo tem uma grande tarefa a realizar e esse trabalho deve ser feito em conjunto com o Ministério Público, a Justiça, as organizações não governamentais (ONGs) e, principalmente, os cientistas, repetindo algo que foi feito após 2004, quando o Brasil alcançou o pico de área desmatada ([27,7 mil km²) “É possível fazer acordos e todos os setores serem beneficiados”, airmou.

Apesar de o desmatamento estar se reduzindo nos últimos anos, o Brasil ainda é o maior desmatador do mundo, afirmou Cláudio Amarante, da ONG WWF Brasil. “Pelos dados que temos hoje, por tudo o que reduziu, o Brasil ainda é o maior desmatador do mundo, embora dependa de como isso é medido. O Brasil tem dez anos de redução de desmatamento, mas os países andino-amazônicos vêm em processo contrário: há um crescimento do desmatamento. Após o Brasil, vêm a Bolívia, o Peru, a Colômbia, a Venezuela e o Equador, do ponto de vista absoluto [de área desmatada].”

De acordo com Amarante, o controle do desmatamento no Brasil está entrando agora em sua fase mais difícil: a de combate às pequenas manchas de desmatamento, pouco visíveis por satélites. “Até agora, o que foi possível foi conter o desmatamento que era mais fácil, o mais flagrantemente ilegal, das áreas maiores e de maior detecção. Agora vamos ter que combater as pequenas manchas de desmatamento e as feitas por pequenas propriedades ou assentamentos”, afirmou.
Na tarde desta quinta feira 30 de outubro o TRE - Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba - devolveu os mandatos de José Bento Leite do Nascimento e Fabiana Barros Gouveia, ambos prefeito e vice prefeita de Soledade.  

A decisão foi assinada pelo Desembargador Saulo Henriques de Sá Benevides que é presidente do TRE/PB.

O documento manda que a 23ª zona eleitoral de Soledade cumpra a decisão do Tribunal Superior Eleitoral que já havia inocentado o prefeito Zé Bento do Partido dos Trabalhadores. 

Pelas as ruas de Soledade os partidários do prefeito já estão em comemoração e ele já se encontra no exercício do cargo, como se dele nunca tivesse saído.

Zé Bento e Fabiana haviam perdido os mandatos quando o prefeito em 2012 participou de um jogo festivo no campo municipal durante o período eleitoral. A justiça paraibana entendeu de maneira equivocada como conduta vedada.  O TRE no mínimo deve uma explicação ao povo de Soledade

Confira documento do TRE da Paraíba 


O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) apresentou ontem, à tarde, o resultado provisório do segundo turno das eleições na Paraíba e abriu prazo de três dias para que os partidos políticos, coligações e demais interessadas examinem o relatório, documentos e demais arquivos gerados pelo sistema de totalização para eventuais pedidos de impugnação do resultado do pleito, que ocorreu no último domingo.
O prazo foi aberto após a leitura, pelo presidente da comissão apuradora das eleições 2014 no Estado, o Rudival Gama do Nascimento, que o encaminhou para Secretaria Judiciária do TRE-PB, onde se encontra para consulta pública. Seguindo o que estabelecem os artigos 192, 193 e 194 da Resolução 23.399/2013 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que dispõe sobre os atos preparatórios para as Eleições 2014.
Após o prazo de consulta, será aberto um prazo de dois dias para apresentação das reclamações e eventuais pedidos de impugnações perante a própria Comissão, que terá um prazo de três dias para fazer toda a análise antes da apresentação do relatório final e definitivo.
O presidente do TRE, Saulo Benevides, confirmou que os candidatos eleitos serão diplomados no próximo dia 17 de dezembro, às 17h, em local a ser definido. “Eu cheguei a pensar em antecipar a diplomação para não deixar a data tão próxima ao prazo final, mas fui lembrado de que as contas desses candidatos precisam ser julgadas então a melhor data é 17 de dezembro”, revelou o presidente.
Correio da Paraíba
Mais uma parceria entre o Centro Público de Emprego,Trabalho e Renda, rede credenciada ao Sine (Sistema Nacional do Emprego), órgão da Prefeitura Municipal de Campina Grande, com uma empresa de call center já instalada na cidade está oferecendo até a próxima sexta-feira, dia 31, mais de 850 vagas para candidatos com ensino médio comprovado.

Segundo Raymundo Asfora Neto, coordenador do Sine-CG, o call center, que está ampliando sua área de atendimento em Campina Grande, disponibilizou as 850 vagas para preenchimento rápido, ou seja, até a próxima sexta, 31, quando todas as vagas serão ocupadas. As inscrições começam na manhã desta quarta-feira, 29, e terminam nesta quinta, dia 30, acontecendo das 08h às 17h, na própria sede do Sine-CG, que fica localizada na Rua Afonso Campos, Nº 143, Centro.

De acordo com o coordenador do Sine-CG, para fazer a inscrição, basta o candidato levar, além do currículo, RG, CPF e Carteira de Trabalho. Asfora Neto ainda destacou que, no ato da inscrição, o candidato já saberá a hora em que será realizada a seleção, bem como na mesma sexta-feira, após a entrevista e testes, será informado se foi ou não selecionado.

Além das vagas oferecidas pelo call center, o Sine-CG também está oferecendo 100 vagas para o programa “Jovem Aprendiz”, que preparará jovens entre 18 e 22 anos para a função de operador de máquinas industriais. O jovem selecionado estudará recebendo uma bolsa de até meio salário mínimo, no período de meio expediente, durante quatro meses de curso no Senai. Ao término do curso, o aluno será encaminhado para um emprego, em uma das empresas/indústrias de Campina Grande.

O Sine-CG ainda oferece para esta quarta-feira, 29, mais 200 vagas nas áreas de auxiliar de linha de produção, garçom, empacotador e cozinheiro, sendo exigida, apenas, comprovação do ensino fundamental. Para Raymundo Asfora Neto, estas são conquistas do Sine-CG, através do apoio e incentivo do prefeito Romero Rodrigues e do secretário de Assistência Social do Município, João Dantas.
Redação com Codecom
Vagas Cargo Escolaridade Experiência Salário:
1 AGENTE DE MICRO CREDITO ENS.MED.COMP. 6 MESES A COMBINAR 
1 AJUDANTE DE ELETRICISTA ENS.MED.INCOMP 6 MESES A COMBINAR 
1 AJUDANTE DE PADEIRO ENS.FUND.INCOMP 6 MESES A COMBINAR 
6 ATENDENTE DE LANCHONETE ENS.MED.COMP. 3 MESES A COMBINAR 
1 AUXILIAR DE CABELEIREIRO ENS.FUND.INCOMP 6 MESES A COMBINAR
1 AUXILIAR DE CHURRASQUEIRO ENS.FUND.INCOMP 6 MESES A COMBINAR 
1 AUXILIAR DE LAVANDERIA ENS.FUND.INCOMP 6 MESES A COMBINAR 
20 AUXILIAR DE LINHA DE PRODUÇÃO ENS.FUND.COMP. 6 MESES A COMBINAR 
1 BARMAM ENS.MED.COMP. 6 MESES A COMBINAR 
1 CONFEITEIRO ENS.FUND.INCOMP 6 MESES A COMBINAR 
2 COPEIRO ENS.FUND.COMP. 3 MESES A COMBINAR 
1 COSTURADOR DE CALÇADOS A MAQ. ENS.FUND.INCOMP 6 MESES A COMBINAR 
1 COSTUREIRA DE MAQ.INDUSTRIAL ENS.FUND.INCOMP 6 MESES A COMBINAR 
1 COZINHEIRO DE HOSPITAL ENS.FUND.COMP. 6 MESES A COMBINAR
1 COZINHEIRO DE RESTAURANTE ENS.FUND.INCOMP 6 MESES A COMBINAR 
3 COZINHEIRO GERAL ENS.FUND.COMP. 6 MESES A COMBINAR
4 EMPACOTADOR A MÃO ENS.FUND.INCOMP 6 MESES A COMBINAR 
1 EMPREGADO DOMÉSTICO ENS.FUND.INCOMP 6 MESES A COMBINAR
1 EMPREGADO DOMÉSTICO ENS.FUND.INCOMP 6 MESES A COMBINAR 
1 ESTETICISTA ENS.FUND.INCOMP 6 MESES A COMBINAR 
1 FLORISTA (COMERCIO VAREJISTA) ENS.FUND.COMP. 6 MESES A COMBINAR 
1 FORNEIRO DE PADARIA ENS.FUND.INCOMP 6 MESES A COMBINAR 
6 GARÇOM ENS.MED.COMP. 6 MESES A COMBINAR 
1 MECANICO DE INEÇÃO ELETRONICA ENS.MED.INCOMP 6 MESES A COMBINAR 
1 MECANICO DE MANUT.MOTOCICLETA ENS.FUND.INCOMP 6 MESES A COMBINAR 
1 MENSAGEIRO ENS.FUND.COMP. 6 MESES A COMBINAR 
2 MOTORISTA DE CAMINHÃO MUNK ENS.MED.COMP. 6 MESES A COMBINAR 
1 OFICIAL DE SERVIÇOS GERAIS ENS.MED.COMP. 6 MESES A COMBINAR 
6 OFICIAL DE SERVIÇOS GERAIS DEFICIENTE FÍSICO A COMBINAR 
1 OFICIAL DE SERVIÇOS GERAIS ENS.FUND.INCOMP 6 MESES A COMBINAR
1 OPERADOR DE CAIXA ENS.MED.COMP. 6 MESES A COMBINAR 
500 OPERD DE TELEMARKETING ATIVO* CURRICULUM A COMBINAR 
300 OPERD DE TELEMARKETING ATIVO* CURRICULUM A COMBINAR
100 OPER.DE MAQUINAS INDUSTRIAIS** ENS.FUND.COMPLETO INDIFERENTE A COMBINAR
5 PADEIRO ENS.FUND.INCOMP 6 MESES A COMBINAR
1 PASTELEIRO ENS.FUND.INCOMP 6 MESES A COMBINAR
1 PISICOPEDAGOGO(EXP.C/AUTISTA) ENS.SUP.COMP.PISICOLOGO 6 MESES A COMBINAR
1 SALADEIRO ENS.FUND.INCOMP 6 MESES A COMBINAR
1 TÉC.DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL ENS.MED.COMP. 6 MESES A COMBINAR
1 TÉC. DE REFRIGERAÇÃO(INSTALAÇ) ENS.MED.COMP. 6 MESES A COMBINAR
1 TÉC. DE SEGURANÇA DO TRABALHO ENS.MED.COMP. 6 MESES A COMBINAR
7 VENDEDOR INTERNO ENS.MED.COMP. 6 MESES A COMBINAR
14 VENDEDOR PRACISTA ENS.MED.COMP. 6 MESES A COMBINAR.

TOTAL: 1004 VAGAS.

SINE MUNICIPAL CAMPINA
CONTATOS:
TRABALHADOR (Informações Gerais):3343-1486/3310-6277
EMPREGADOR (Captação de Vagas): 3341-1095
FACEBOOK: www.facebook.com/sinedecampina
Rua Afonso Campos, 143, Centro
CAMPINA GRANDE-PB.
SINE CAMPINA
O Tribunal de Contas do Estado (TCE) condenou o secretário de Saúde, Waldson Souza, a pagar uma multa no valor de R$ 7.948 por não informar os gastos do estado com organizações sociais que gerenciam hospitais da Paraíba.
A Corte de Contas ainda concedeu um prazo de 15 dias para o secretário informar o montante de recursos repassados para as organizações sociais, sob pena de ter suas contas prejudicadas.
O TCE constatou que a Secretaria de Saúde não divulgou até o final de setembro as informações referentes a despesas, receitas e gestão de pessoal das unidades de saúde geridas por meio de contrato de gestão relativas ao exercício de 2014, bem como não esclareceu as prestações de contas dos repasses.
O relator do processo, conselheiro Nominando Diniz, havia condicionado a transferência de recursos às organização sociais à apresentação das informações referentes ao destino dos recursos anteriormente transferidos.
Ele também determinou que o governo do estado disponibilize em seu portal oficial, até o mês de dezembro, todas as informações referentes a despesas, receitas e gestão de pessoal das unidades de saúde geridas por meio de contrato de gestão, desde a celebração dos ajustes.
De acordo com o TCE, o estado já repassou para as organizações sociais entre julho de 2011 e outubro de 2014 R$ 461.696.904,74.
Ronaldo se declarou combativo e intransigente em relação a defesa de seus pontos de vista, o que segundo ele, também colaborou para que decidisse deixar o Conselho se Segurança Municipal de Campina Grande...

Através das redes sociais, o vice-prefeito de Campina Grande, Ronaldo Cunha Lima Filho informou que deve deixar o cargo de presidente do Conselho de Segurança Municipal de Campina Grande (Conseg). O anúncio foi realizado nesta quarta (29) e nele o vice-prefeito diz não ser a melhor pessoa para a presidência do conselho e apontou o acirramento político como um dos motivos da decisão.


Na mesma postagem, Ronaldo se declarou combativo e intransigente em relação a defesa de seus pontos de vista, o que segundo ele, também colaborou para que decidisse deixar o Conseg.

Confira a publicação na íntegra.

Bom dia a todos. 

Sobre o conselho municipal de segurança, o CONSEG, refleti não ser eu a melhor pessoa para presidí-lo a partir de agora. O nível de acirramento político e a insistente posição do governo em dizer que está tudo bem, que reduziu isso e aquilo , me obrigam a ter que tomar essa decisão, que anuncio aqui em 1ª mão. 

Vcs já me conhecem. Sou combativo e intransigente na defesa dos meus pontos de vista, não tendo, portanto, nesse instante o perfil adequado para cumprir tarefa tão difícil e complexa. Quem teve a oportunidade de participar de uma das reuniões ou ouviu minhas entrevistas sabe o quanto lutei para não politizar os debates do órgão, mas não foi essa a mesma posição que encontrei no governo do estado. Quem não se recorda do lamentável homicídio ocorrido no 1º dia do SJ? Não fosse a coragem do delegado Dr Iasley, o comandante teria responsabilizado a PMCG pela fato, em virtude da suposta ausência de câmeras no local. Havia câmeras!!!

O que não havia era policiamento em número suficiente. 

Bem, não vou me alongar. Ainda hoje estarei com o prefeito Romero para, dente outras coisas, tratarmos do tema. Por oportuno, deixar aqui registrado o meu mais profundo respeito e admiração ao prefeito Romero, ao lado de quem estarei sempre para dar a minha modesta contribuição sempre que convocado for.

Abraço a todos. 

correio 
O processo tem origem na 29ª Zona Eleitoral de Monteiro, onde foi iniciado o inquérito policial para apurar o possível crime eleitoral praticados pelos atuais gestores durante a campanha eleitoral - leia mais...

O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) recebeu, por unanimidade, denúncia formulada pelo Ministério Público Eleitoral da Paraíba contra Íris de Céu de Sousa Henrique e Alexandro Monteiro dos Santos, respectivamente prefeita e vice-prefeito do município de Zabelê. Os gestores são acusados, por meio de ação penal, com fundamento no art. 299, do Código Eleitoral, pela prática de captação ilícita de sufrágio durante as Eleições 2010.

O processo tem origem na 29ª Zona Eleitoral de Monteiro, onde foi iniciado o inquérito policial para apurar o possível crime eleitoral praticados pelos atuais gestores durante a campanha eleitoral.

Conforme narrou o relator do processo, o juiz Sílvio Pelico Porto Filho, a denunciada no dia 07 de agosto de 2012 teria ofertado uma motosserra em troca de voto. “A autoria e materialidade estariam comprovadas nos documentos acostados e na prova testemunhal. Ademais, não se vislumbra qualquer das hipóteses que autorizam a rejeição da denúncia”, pontuou.


correio 
Quem disputar corrida, ao invés de pagar R$ 574,62, três vezes o valor da multa gravíssima, passará a arcar com multa de R$ 1.915,54. 

Algumas infrações de trânsito ficarão mais caras a partir deste sábado. O valor da multa para o motorista que estiver disputando corrida, executando manobra perigosa, ultrapassando pela direita ou pela contramão irá aumentar em até 900%, de acordo com a lei federal número 12.971, publicada em 9 de maio deste ano, que altera onze artigos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).
 
Ultrapassar pelo acostamento, por exemplo, deixará de custar R$ 191,54 para o infrator, e passará a custar R$ 957,70. Já quem disputar corrida, ao invés de pagar R$ 574,62, três vezes o valor da multa gravíssima que é de R$ 191,54, passará a arcar com multa de R$ 1.915,54.
 
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), entre 1 de janeiro e 30 de setembro deste ano, 3628 motoristas foram autuados pelo órgão, por algum tipo de ultrapassagem irregular, nas rodovias federais que cortam a Paraíba.
 
Em Campina Grande, a Superintendência de Trânsito e Transporte Público (STTP), percebeu uma redução no número de infrações de ultrapassagem pela contramão e pelo lado direita da via entre 2013 e 2014. Nestes dois casos, no primeiro semestre de 2013 foram anotadas 37 ultrapassagens pela contramão, enquanto que no mesmo período desse ano foram registradas 30. Já em relação à ultrapassagem pela direita, foram notificados 31 condutores nos seis primeiros meses e 2013, enquanto que esse ano nenhum motorista foi flagrado.
 
O que diz a lei 12.971/14
 
A pena máxima por participar de racha e por ultrapassagem pelo acostamento é de 3 anos de detenção. Se as práticas resultarem em lesão corporal grave, o condutor poderá permanecer preso de 3 a 6 anos. Se houver morte, a punição varia de 5 a 10 anos. Atualmente a lei acrescenta ao CTB que quem provocar acidente por estar bêbado ou sob efeito de drogas pode pegar a pena de dois a quatro anos de detenção.
 
Artigos que sofreram modificação
 
Art. 173: Disputar corrida
Valor atual R$ 574,62
Novo valor R$ 1.915,40
Art. 174: Promover competições
Valor atual R$ 957,70
Novo valor R$ 1.915,40
Art. 175: Manobras arriscadas
Valor atual R$ 161,54
Novo valor R$ 1.915,54
Art. 191: Ultrapassagem pela direita
Valor atual R$ 191,54
Novo valor R$ 1.915,54
Art. 202: Ultrapassagem pelo acostamento
Valor atual R$ 191,54
Novo valor R$ 957,70
Art. 203: Ultrapassagem pela contramão
Valor atual R$ 191,54
Novo valor R$ 957,70
 
*Fonte: Código Brasileiro de Trânsito (CTB)
A prefeitura de Juazeirinho realiza durante está quinta-feira (30) o encerramento do “Outubro Rosa” mês dedicado a prevenção do Câncer de Mama.
.
A Especialista em Saúde da Família Dra. Aurizete Pinto, pontificou  a importância da prevenção “A Sec. De Saúde se preocupa com a prevenção, primeiro exame clínico das mamas, primeira mamografia entre outros pontos” frisa.
.
Uma caminhada pelas principais ruas do município acontece na tarde de quinta-feira como forma de conscientização, diversas atividades estão acontecendo durante o dia.
.
Ascom.
O Tribunal Superior Eleitoral mandou comunicação do acórdão do caso Zé Bento em Soledade para o TRE - PB (Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba) e a qualquer momento a informação deve chegar também para a justiça da comarca local. 

Os advogados do ex prefeito conversaram com nossa reportagem e garantiram que depois de concluído esse tramite inevitavelmente Zé Bento e Fabiana vão reassumir os cargos de prefeito e vice prefeito respectivamente. 

A respeito da possibilidade de recursos do atual prefeito Flávio Aureliano, os advogados também asseguraram que o processo caminha para o final e que com o retorno de Zé Bento a sociedade não passará mais por alternâncias no poder executivo.  


Em um vídeo publicado em sua página oficial no Facebook, o ex-presidente Lula comentou o processo eleitoral de 2014 e o “sentimento de ódio” direcionado ao PT e a seus programas sociais. A gravação faz parte de uma série de mensagens em vídeo do ex-presidente que serão divulgadas em seus canais.
Durante sua fala, Lula disse que as eleições foram uma “lição de democracia dos eleitores da Dilma e dos eleitores do Aécio”, pois a população soube mostrar seu desejo. Segundo ele, houve uma “campanha de agressão ao PT” durante esse período: “Uma coisa muito dura contra o PT, Aécio dizia o tempo todo que é preciso acabar com o PT, tirar o PT”.
O ex-presidente ainda defendeu o Bolsa-Família, um dos programas sociais mais criticados pelos eleitores de Aécio Neves. “Se trabalhou muito tempo contra o Bolsa-Família, mas o que seria o Brasil sem o projeto? Antes tinha sete, oito crianças pedindo esmola no sinal. Hoje tem malabarista fazendo arte. As pessoas passaram a frequentar as lojas; ganharam os vendedores dos shoppings, o comércio, as lojas, todo mundo ganhou”, defendeu o político.
Para finalizar seu discurso, Lula deixou uma mensagem mais reflexiva. “Felicidade: ou a gente reparte ou a gente perde. Dê uma chance para os outros terem o que você já tem”, concluiu. Assim como o ex-presidente, o senador Aécio Neves, do PSDB, gravou uma mensagem em vídeo comentando as eleições.
FONTE(S)
A primeira parte da decoração natalina de Campina Grande começou a ser instalada nesta quarta-feira, 29, por equipes da empresa Lançar Construtora, licitada pela Prefeitura de Campina Grande para execução das obras e serviços de engenharia elétrica especializada. A decoração de Natal especial dos 150 anos de emancipação política de Campina Grande foi iniciada pela Praça Raymundo Asfora, portão de entrada da cidade, e prosseguirá pela Avenida Brasília, áreas de lazer e principais ruas e avenidas do centro comercial. O investimento com a decoração deste ano será de R$ 932 mil.

Segundo o secretário municipal de Obras, André Agra, também receberão a decoração luminosa e os enfeites natalinos os parques da Criança e do Açude Velho, o Museu do Algodão, Avenida Floriano Peixoto, Viaduto Elpídio de Almeida, praças José Américo, da Bandeira e Clementino Procópio, ruas Venâncio Neiva e Maciel Pinheiro.

Serão instaladas luzes especiais e mangueiras LED, utilizados projetores e refletores, adornos e pisca-piscas nas áreas públicas e edifícios que fazem parte do patrimônio da cidade. "A meta é concluir os trabalhos até o final do mês de novembro", declarou Agra. Na Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP), a iluminação natalina começará a ser instalada na segunda quinzena de novembro.

O secretário de Obras preferiu não antecipar detalhes da iluminação, mas adiantou que, além dos tradicionais símbolos e adornos natalinos, os campinenses conhecerão algumas inovações na decoração de Natal deste ano. "Os campinenses terão algumas surpresas com a decoração deste ano, a exemplo da decoração diferenciada que está sendo preparada para o Açude Velho e para o Viaduto. Haverá inovações e a utilização de barras de LED diferenciadas", disse Agra.

Além da iluminação, serão instalados enfeites natalinos que levarão mais beleza ao município e integrarão a decoração de Natal de Campina Grande. André Agra afirmou que as famílias campinenses também poderão entrar no clima natalino, ornamentando a sua casa e contribuindo para deixar o Natal da cidade ainda mais bonito. Também poderão ser iluminados os edifícios e condomínios, além de algumas obras que estão em fase de construção.

O trabalho da Lançar Construtora será coordenado por equipes da Secretaria de Obras (Secob). A empresa foi vencedora da tomada de preços número 2.08.006/2014 e ficará responsável pelos serviços de montagem, manutenção e desmontagem da decoração natalina, com locação de materiais. O processo poderá ser conferido no portal da Secob (http://wp.portalsecob.com).
Uma parceria do Governo do Estado com o Programa de Cooperação da Delegação da União Europeia no Brasil possibilitará a entrega de 40 computadores para delegacias de municípios do interior do Estado que farão parte do Sistema Estadual de Atendimento a Mulheres Vítimas de Violência Doméstica e Sexual. A assessora do programa, Ana Almeida, disse que essa parceria feita com o Governo do Estado para implementação da Lei Maria da Penha (Lei 11.340/2006) em municípios de pequeno porte que não dispõem de delegacias especializadas da mulher é uma experiência piloto no País.
Nós trabalhamos com governos locais e prefeituras e, neste sentido, é importante termos abertura para implementação de políticas públicas. O enfrentamento à violência doméstica é uma das prioridades e estamos com esta experiência piloto na Paraíba para estruturação das delegacias”, disse Ana Almeida.
A delegação da União Europeia no Brasil está co-realizando junto com Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana da Paraíba (SEMDH), Secretaria de Segurança e Defesa Social (SEDS), o Seminário Estadual - Implementação da Lei Maria da Penha na Paraíba: Uma ação coletiva, que acontece desta quarta-feira (29) até sexta-feira (31), no Hotel Verde Green, em João Pessoa.
A União Europeia é uma parceria econômica e política única entre os 27 países europeus. O Brasil foi um dos primeiros países com os quais a UE estabeleceu relações diplomáticas, iniciando esta relação em 1960 com a troca de missões diplomáticas formais. A UE e o Brasil também são parceiros estratégicos desde 2007, quando a UE reconheceu o Brasil como um dos seus principais interlocutores mundiais através da criação formal da Parceria Estratégica UE-Brasil. 
Durante o evento será apresentado o Sistema Estadual de Atendimento a Mulheres Vítimas de Violência Doméstica e Sexual. A abertura do seminário, na noite desta quarta-feira (29), terá a presença da secretária da Mulher e da Diversidade Humana, Gilberta Soares, do secretário de Estado de Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima, da delegada da Mulher de João Pessoa, Maísa Félix, além do Tribunal de Justiça e Ministério Público.
O Sistema Estadual de Atendimento a Mulheres Vítimas de Violência Doméstica e Sexual registrará todos os atendimentos de violência doméstica e sexual feito portodos os órgãos e organizações que atuam na Rede de Atenção às mulheres vítimas de violência na Paraíba.“Para implementação da Lei Maria da Penha precisamos de estruturação das delegacias, por meio de computadores e internet e de um sistema que uniformize o atendimento, além de sensibilizar delegados e policiais”, disse Gilberta Soares.
No evento serão capacitados delegados e policiais civis de 40 municípios onde não funcionam delegacias especializadas para fazer o atendimento de mulheres em situação de violência. Cada delegacia receberá computadores com o programa de Sistema de Informação instalado pela Codata. O sistema será apresentado nesta quinta-feira (30) pelos gestores e equipe da Codata.
A capacitação de policiais e operadores de Segurança Pública é uma das normativas da Lei Maria da Penha, que prevê que o atendimento possa ser feito em qualquer delegacia e só em casos de urgência encaminhado para delegacias especializadas.
A parceria do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana e da Secretaria de Segurança e Defesa Social, com a Delegação da União Europeia no Brasil foi incentivada pela Cunhã Coletivo Feminista e busca fortalecer as ações de interiorização da aplicação da Lei Maria da Penha (Lei 11.340/2006) com os/as operadores/as da Segurança e Justiça.



Dados estão em relatório lançado nesta terça-feira; segundo o documento, número de crianças vivendo na pobreza em nações desenvolvidas aumentou em 2,6 milhões; Portugal teria perdido 8 anos em progresso de renda.

Cerca de 2,6 milhões de crianças entraram abaixo da linha da pobreza em países ricos desde 2008. Os dados estão em relatório do Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, lançado nesta terça-feira.
Segundo estimativas, o número de crianças vivendo na pobreza em países desenvolvidos atingiu 76,5 milhões.

Crise econômica

O relatório Crianças da Recessão: o impacto da crise econômica no bem-estar de crianças em países ricos leva em conta se os níveis de pobreza infantil aumentaram ou caíram desde 2008 em nações da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico e da União Europeia.

O documento, que também incluiu nações de média e baixa rendas, aponta a proporção de jovens entre 15 e 24 anos que não estão estudando nem trabalhando ou em treinamento.

A pobreza infantil cresceu em 23 dos 41 países analisados desde 2008. Na Irlanda, Croácia, Letônia, Grécia e Islândia, as taxas cresceram acima de 50%.

Renda

De acordo com o relatório, a renda média em famílias com crianças na Grécia em 2012 caiu para níveis de 1998. Isto significa o equivalente a perda de 14 anos em progresso de renda.

Por esta medida, Portugal perdeu oito anos, assim como Itália e Hungria. Irlanda, Luxemburgo e Espanha perderam uma década.

O Unicef afirma que a recessão foi especialmente dura com os jovens entre 15 e 24 anos. Na União Europeia, 7,5 milhões de jovens entraram na classificação de sem estudo, trabalho ou treinamento.


Nos Estados Unidos, a pobreza infantil cresceu em 34 dos 50 estados desde o início da crise. Em 2012, 24,2 milhões de crianças estavam vivendo na pobreza, um aumento de 1,7 milhão desde 2008.
O número de acessos ao cartão de confirmação de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) chegou a 3.005.172, às 17h15 de hoje (29), segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O número corresponde a cerca de um terço dos 8,7 milhões de inscritos. No cartão está, entre outras informações, o local que o candidato fará a prova, nos dias 8 e 9 de novembro. Ele está disponível na internet, na página do Enem.

Para acessar pela internet é preciso informar o CPF e a senha cadastrada na hora da inscrição. Aqueles que tiverem esquecido a senha, podem recuperar o número no próprio site.

Além de poder acessar pela internet, os cadidatos receberão o cartão pelo correio. As entregas começaram a ser feitas nesta semana. Quem não receber o cartão, não conseguir imprimí-lo pela internet ou constatar erro no documento, poderá entrar em contato com o atendimento ao participante, pelo telefone 0800 616161.

Os cartões apresentam nome, CPF, número de inscrição no Enem, opção de língua estrangeira (inglês ou espanhol), necessidade de atendimento especial e local de realização das provas.

Não é obrigatório levar o cartão no dia da prova. No entanto, é indispensável apresentar um documento de identificação com foto, como carteira de identidade ou de motorista. Para não correr o risco de se atrasar para o exame, a recomendação é que se faça o caminho com antencedência para verificar quanto tempo se leva para chegar. As provas do Enem serão no segundo final de semana de novembro, às 13h de Brasília.


Para se preparar, o aluno pode acessar o aplicativo Questões Enem. O banco de questões daEmpresa Brasil de Comunicação (EBC) reúne itens de 2009 a 2013, com os quais o estudante pode treinar para o exame. O acesso é gratuito.
Enquanto a desigualdade entre ricos e pobres tem sido ampliada na maior parte do planeta, no Brasil tem ocorrido o oposto, apesar de o país continuar entre os mais desiguais do mundo. É o que aponta o relatório Equilibre o Jogo: É Hora de Acabar com a Desigualdade Extrema, divulgado hoje (29) pela Oxfam – organização não governamental que desenvolve campanhas e programas de combate à pobreza em todo o mundo.

“O Brasil tem apresentado um padrão diferenciado, e está entre os poucos países que estão tendo sucesso em diminuir a diferença entre os mais ricos e os mais pobres”, disse o diretor da Oxfam no Brasil, Simon Ticehurst, à Agência Brasil . Ele acrescentou que entre os Brics [bloco que agrega também Rússia, Índia, China e África do Sul], "o Brasil é o único que está conseguindo reduzir a desigualdade. E, dentro do G20, é o que está tendo maior sucesso nessa empreitada, ao lado do México e da Coreia do Sul, que, apesar dos avanços, figuram em um patamar inferior ao do Brasil [no que se refere a diminuição das desigualdades]”.

De acordo com ele, entre os fatores que colocam o país nessa situação estão os programas de transferência de renda como o Bolsa Família, iniciativa que, inclusive, tem sido adotada por outros países, lembra ele. Além disso, ao promover "aumento constante e um pouco acima da inflação” do salário mínimo, o Brasil protege os setores mais baixos da economia. O salário mínimo nacinal cresceu quase 50% em termos reais, entre 1995 e 2011, e contribuiu para declínio paralelo das situações de pobreza e desigualdade, informou Ticehurst.

Saiba Mais

Outro ponto favorável, que tem melhorado a situação do país, é a ampliação e melhoria do acesso a serviços básicos públicos, em especial à saúde e à educação. “Investir em serviços públicos gratuitos é algo essencial para diminuir a distância entre ricos e pobres. Nesse sentido, vale ressaltar que privatizar saúde e educação implica em dificuldades para a ascensão social das pessoas", argumentou.

Apesar de ter melhorado, nos últimos anos, a distribuição de riquezas, o Brasil continua entre os países mais desiguais do mundo. “Há ainda muito por fazer”, ressalta Ticehurst, lembrando que “se antes o desafio era universalizar, agora o desafio é dar qualidade a esses serviços”.

“Houve avanços no combate à pobreza e desigualdade, mas para continuar melhorando é necessário aprimorar as políticas sociais e os serviços básicos, principalmente em termos de qualidade. Além disso, é preciso rever a questão tributária e fiscal, de forma a mudar do atual sistema regressivo para um progressivo, no qual quem tem mais contribui mais e quem tem menos contribui menos”.

Em sua avaliação, a reforma política precisa entrar na agenda do país, na busca por uma representatividade mais próxima aos interesses dos brasileiros. “É também necessário tocar as causas estruturais dessa desigualdade histórica, que afeta o país desde a época da colonização, feita por exploração e com extrema concentração de terras”.


Segundo ele, ao longo da história o Brasil valorizou demasiadamente “uma elite masculina e o patriarcado", e a escravidão resultou em grandes diferenças econômicas e sociais, a partir da cor. Disse ainda que "tudo precisa vir acompanhado de uma base mais sólida para o crescimento sustentável”.
A presidenta Dilma Rousseff viaja nesta quarta-feira (29) para a Bahia. Ela vai passar os próximos dias descansando na Base Naval de Aratu, próxima a Salvador.
De acordo com a assessoria de imprensa do Palácio do Planalto, a previsão é que Dilma retorne a Brasília no próximo fim de semana. De propriedade da Marinha, a Base Naval de Aratu é usada pela presidenta para descanso em alguns feriados.

Saiba Mais


Acompanhada de sua filha, Paula, e do neto, Gabriel, a presidenta entrou por volta de 18h30 no helicóptero com destino à Base Aérea de Brasília, de onde embarca para a Bahia. Durante o período eleitoral, Dilma sofreu várias vezes de rouquidão, devido à agenda intensa e chegou a ter uma queda de pressão após um dos debates de que participou.

Na manhã de hoje, a presidenta esteve, depois de mais de um mês, no Palácio do Planalto, para despachos internos, e recebeu um telefonema da chanceler alemã, Ângela Merkel.
No período de campanha, devido aos vários compromissos, Dilma recebeu os ministros no Palácio da Alvorada, sua residência oficial, e viajou a várias regiões do país para participar de comícios, caminhadas e debates. Em algumas dessas viagens, constavam em agenda oficial vistorias a obras.

A última vez que a presidenta despachou no Palácio do Planalto foi no dia 19 de setembro, quando recebeu jovens atletas olímpicos e paralímpicos.

Antes de viajar, a presidenta ainda se encontrou, nesta tarde, no Palácio do Alvorada, com os ministros da Casa Civil, Aloizio Mercadante, e da Justiça, José Eduardo Cardozo. Junto com Mercadante, Dilma recebeu ainda os senadores Antônio Carlos Rodrigues (PR-SP) e Alfredo Nascimento, (PR-AM).