ESCUTE A RÁDIO NOVO CARIRI - PROGRAMAÇÃO DO MOMENTO: (MUSICAL)

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Atlas Político aponta Rômulo Gouveia entre os melhores deputados do Brasil

Presidente estadual do PSD, o deputado federal Rômulo Gouveia aparece como um dos melhores parlamentares do Congresso Nacional, de acordo com o ranking do portal Atlas Político, que avalia o desempenho dos deputados e senadores brasileiros.

O site apresenta um ranking com todos os deputados e outro com os senadores, nos quais o desempenho de cada político é analisado com base em cinco critérios: representatividade, campanha responsável, ativismo legislativo, fidelidade partidária e debate parlamentar.  Na lista, Rômulo Gouveia aparece com o 14º melhor desempenho entre os 513 deputados do país.

Nesta legislatura, Gouveia já apresentou quase mil projetos na Câmara Federal, entre Projeto de Lei, Projeto Indicativo, Projeto de Resolução e Proposta de Emenda a Constituição. Ele também já foi relator de 46 projetos na Casa e participa de 20 comissões da Câmara.

Atuante em plenário, entre os mais assíduos deputados paraibanos nas sessões, e vice-líder do PSD na Câmara, Rômulo Gouveia já participou de mais de dez missões internacionais representando o Brasil e é um dos representantes do país no Parlamento do Mercosul.

Ele é vice-líder do PSD na Câmara Federal e usa freqüentemente a tribuna da Casa, seja como representante do partido ou como inscrito para defender os interesses da Paraíba.

Estudo aponta que água do açude de Boqueirão está contaminada

Os pouco mais de 9% restantes da água do açude Epitácio Pessoa (Boqueirão) estão contaminados. Foi o que revelou nesta segunda feira (23), um laudo encomendado pela própria Companhia de Água e Esgotos da Paraíba - CAGEPA.

A CAGEPA confirmou a presença de algas contendo substâncias tóxicas na água do açude, disse ainda que essas toxinas podem causar prejuízos a saúde humana, e em outros casos, até matar as pessoas. 

No entanto, a instituição afirma que depois do tratamento, o líquido que chega nas residências, ainda está adequado para o consumo humano.

A informações foi repercutida na TV Paraíba.

Redação

Temer finaliza crise com licença de Ministro - afirmam aliados

Aliados do governo Michel Temer na Câmara dos Deputados elogiaram a decisão do ministro do Planejamento, Romero Jucá, de se afastar do cargo. Surpreendidos com o anúncio de Jucá quando ainda davam entrevistas no Salão Verde pedindo sua saída, os líderes partidários admitiram que a gravação entre Jucá e o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, causou constrangimento e disseram que agora a crise deixa o Palácio do Planalto.
"A decisão foi acertadíssima e era esperada por todos nós", comentou o líder do PSDB, Antonio Imbassahy (BA). O tucano disse que a saída dá a oportunidade de Jucá se defender, já que agora o peemedebista tinha se colocado numa situação de suspeição.

Imbassahy afirmou que a decisão foi boa para o País e para um governo que se inicia em meio a uma crise política, econômica e moral. "Há tantas coisas desagradáveis que tudo que você coloca de negativo sempre acrescenta de uma maneira muito maior", emendou.

O líder disse que não causou desconforto as menções ao presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG). Ele disse que Machado buscou o PSDB por seis vezes consecutivas. "Não tem nada que comprometa o PSDB", declarou.

Hargreaves

O líder do PPS, Rubens Bueno (PR), disse que Jucá não deveria sequer ser nomeado por estar sob investigação da Operação Lava Jato. "Seu pedido de licença do cargo, apesar do desgaste que já causou ao governo, é um ato meritório, daqueles que querem contribuir para o bem do País. Porque ele no governo, a crise está dentro do governo. E saindo do governo, a crise está com ele", observou Bueno.

O líder comparou a situação de Jucá ao de Henrique Hargreaves, ex-ministro do governo Itamar Franco, que deixou o cargo temporariamente quando se tornou alvo de denúncias no Orçamento da União e depois voltou a ser chefe da Casa Civil.

Bueno considera insustentável um ministro ficar no cargo sob investigação da Operação Lava Jato. "Ninguém consegue de forma alguma ficar de pé num cargo de governo com denúncias da Lava Jato", destacou.

Outro a elogiar a saída de Jucá foi o líder do DEM, Pauderney Avelino (AM). Para o parlamentar, a decisão mostra que o governo Temer é diferente do governo Dilma Rousseff pois apresenta soluções rápidas aos problemas que surgem. "O ministro Jucá se afasta como fez lá atrás o ministro Hargreaves. Ele vai se defender fora do governo e, portanto, ele poderá retornar ao governo", declarou.

Pauderney avaliou que o afastamento impede a criação de uma "crise desnecessária". "Iria trazer foco para uma questão que ia atropelar o que estamos comprometidos a fazer: que é a retomada do processo de reconstrução do País. Há uma necessidade de colocarmos foco nessa questão", completou.

PMDB

O primeiro vice-líder do PMDB na Câmara, Carlos Marun (MS), lembrou que Jucá tem uma capacidade política reconhecida por vários partidos e que ninguém gostaria que ele deixasse o governo que se inicia. "Essa gravação efetivamente acrescenta constrangimentos. Não pelo fato do cidadão ser investigado, ao contrário, ninguém pode se julgar acima de qualquer suspeita. O agente político tem que saber que em muitos momentos vai estar sujeito a investigações. Não é o fato dele ser investigado que leva ao seu afastamento, mas o fato dessa gravação causar constrangimentos", afirmou.

Marun disse que a decisão de Jucá foi sábia, lúcida, e de quem sabe que o governo precisa avançar. "Entendo que nos próximos dias o governo tem de ter um pensamento focado no andar sem o Jucá", avaliou.

Assunção: Aliança entre Vogel e Lindoval põe fim a uma briga familiar que já durava 40 anos

O final da tarde de domingo (22), marcou um momento histórico para a cidade de Assunção. No aperto de mãos do Ex-vice-prefeito Lindoval Balduíno, com o Ex-prefeito Vogel Oliveira, foi decretado o fim de uma era de "intriga", sustentada  numa briga familiar que já durava quatro décadas.

Além do fim de uma conflito de duas, das mais prestigiadas famílias de Assunção, foi dado também um abalo político enorme na oposição, que ficou sem um dos seus principais expoentes da política. 

Lindoval Balduíno, é bom lembrar, foi vereador de Taperoá, na época em que Assunção era distrito. Depois da emancipação em 1996, sagrou-se vice-prefeito, no ano 2000, foi vice mais uma vez, e em 2004 perdeu para prefeito numa conjuntura totalmente desafervorável, mesmo assim obtendo mais de mil votos. Em 2012 ocupou o assento de vereador por ocasião da vacância do cargo.

Lindoval mesmo sem mandato, é uma figura simbólica, tem uma história construída de vitórias, uma numerosa família e agrega por isso mesmo, valor político. 

Nos últimos dez anos sem exercer mandato, vinha reclamando constantemente a falta de espaço no grupo da oposição, o que ele chama de desprestígio. Lindoval também afirma até hoje, que foi abandonado em 2004 pelo então prefeito Antônio Martiniano, razão pela qual teria perdido a eleição majoritária.

Ele também justificou sua ida para o bloco governista em Assunção, no fato de ser um consenso familiar. 

"Eu nem devo ficar num grupo onde sou desprestigiado, muito menos fazer isso ficando contra minha família" Disse o líder. 

Lindoval finalizou dizendo que aos 66 anos, não tem mais espaço no coração para ódio ou rancor.



Redação

   

Presidente Temer avalia possibilidade de demitir Ministro

O presidente Michel Temer está reunido neste momento com o ministro Romero Jucá (Planejameto) e outros ijtegrantes do "núcleo duro" do governo, como o ministro Eliseu Padilha (Casa Civil) e o ex-governador do Rio de Janeiro Moreira Franco, secretário-executivo de Programa de Parcerias e Investimentos.

Temer e esse grupo discute a conveniência de Jucá se demitir, a fim de evitar maiores desgastes para o presidente Michel Temer e o novo governo.

Eles estão avaliando a repercussão da divulgação de gravações em que Jucá fala em "delimitar" a Operação Lava Jato, em conversa com o ex-senador Sérgio Machado. como ele, investigado nesse escândalo de corrupção iniciado no governo Lula e interrompido há dois anos, no governo Dilma Rousseff.

Temer já manifestou seu apoio à Operação Lava Jato várias vezes, por isso as gravações envolvendo o ministro poderá clocar em dúvida esse compromisso, segundo avaliam seus aliados. 

Rômulo Gouveia participa de encontros do PSD e faz reuniões no interior

Presidente estadual do PSD, o deputado Federal Rômulo Gouveia participou neste final de semana de Encontros Municipais do Partido Social Democrático e de reuniões com outros partidos no interior da Paraíba.

Rômulo participou do Encontro Municipal do PSD de Belém. Cidade localizada no brejo paraibano e distante 130 km da Capital do estado. Foi apresentada a população, que lotou as a Câmara Municipal, a pré-candidatura do ex-prefeito e ex-deputado Tarcisio Marcelo.

Estavam presentes no evento o deputado estadual Tião Gomes; o prefeito de Dona Inês Antonio Justino de Araujo Neto; o vice João Idalino da Silva; o vice-prefeito de Bananeiras Matheus de Melo Bezerra Cavalcanti; além de vereadores, presidentes de partidos aliados e lideranças de toda região.

“Estamos aqui reunindo todos os partidos de oposição e formando um grande bloco de coalizão”, destacou Tarcisio Marcelo.

Rômulo Gouveia continuou sua agenda no estado indo até a cidade de Pirpirituba, distante 116 km da capital João Pessoa. Lá o parlamentar federal participou de uma reunião com o Prefeito Rinaldo de Lucena Guedes; o presidente da Câmara Ronaldo, Jose da Silva de Abreu; o Padre Paulo Roberto e outras autoridades, que discutiram o turismo religioso na região.

O deputado ainda se encontrou com  ex-prefeito de Mari, Antonio Gomes da Silva. Mari fica localizada na região da Zona da Mata paraibana e distante 76 km de João Pessoal.

Outro encontro municipal do PSD que Rômulo Gouveia participou foi na cidade de Cruz do Espírito Santo, distante 36 km da capital. Lá reuniu vários partidos, vereadores e lideranças de toda região.

Estavam presentes no encontro o prefeito Pedro Gomes Pereira (Pedrito) do PSD; o vice Severino Bento Raimundo (Biu do Bar); o presidente estadual do PSDB, Ruy Carneiro; os deputados estaduais: João Henrique e Jutay Meneses;  o presidente da Câmara, José Edberto Gomes de Melo; além de outros vereadores e lideranças.

No encontro, liderado pelo PSD, foi apresentado o nome do prefeito Pedrito e do vice, como pré-candidatos a reeleição.

Ainda em Cruz do Espírito Santo, Rômulo Gouveia se reuniu com o presidente da Câmara de Bayeux, Jose Edson da Costa Silva Junior(PSD), e lideranças.

“Tenho procurado conciliar nossas atividades na Câmara com a presença e o diálogo constante com o povo da Paraíba”, destacou Rômulo.

O deputado federal retornou para Campina Grande onde participou de eventos sociais ainda na noite do sábado.

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Radialista Júlio Cezar Garcia reafirma sua pré-candidatura a Vereador em Soledade.

Júlio Cezar de Vasconcelos Garcia, tem 45 anos, é historiador  e narrador Esportivo com passagens pelas Rádios Tabajara (João Pessoa), Caturité e Clube de Campina Grande, atualmente, pertence aos quadros da Rádio Cidade de Esperança.

Júlio comandou por muitos anos o Programa Show da Manhã pela Soledade/FM, nas eleições de 2012 obteve 197 votos, sendo primeiro suplente de sua coligação.

Filiado ao PMDB, faz parte do grupo político comandando pelo Ex Prefeito Ivanildo Gouveia. Júlio é sobrinho do Ex Vereador Zé Brasília, que foi detentor de seis mandatos consecutivos e goza de uma extensa lista de serviços prestados ao povo de Soledade. 

Segundo o pré-candidato, caso eleito, pretende realizar um mandato popular,  atuante, fiscalizador e legislador, com projetos e ações voltadas para a melhoria de vida da população Soledadense.

Redação 

Ivanilson Gouveia publica nota ao povo de Soledade

Durante o período em que estive gestor municipal de saúde de Soledade, a prefeitura havia contratado organizações sociais  de interesse público (OSCIPs) para exercer atividades laborais com diversos profissionais, sobretudo da área da saúde.

Em relação a este assunto, a Corte de Contas do Estado (TCE/PB) entendendo que a ausência de comprovação de pagamentos dos profissionais de responsabilidade das (OSCIPs), ensejariam em reprovação de contas com imputação de débitos ao gestor, referentes a todos os valores pagos aos profissionais durante os exercícios de 2006 a 2008.

Em face disto, a prefeitura abriu tomada  de contas especial para apurar a negligência das (OSCIPs), o que doravante deverá ser apreciado nas instâncias competentes.

Da elegibilidade

Há entendimento jurisprudencial de que mesmo as contas havendo sido reprovadas pelo Tribunal, não havendo nota de improbidade, dolo ou fraude, não há que se falar em inelegibilidade de candidato; neste sentido, vejamos o que decidiu o Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Ceará com precedentes do Tribunal Superior Eleitoral (TSE):

"...Não havendo prova da insanabilidade, não há que se cogitar de inelegibilidade. Precedentes do Tribunal Superior Eleitoral.

2. Embora as contas tenham sido rejeitadas pela Corte de Contas, as irregularidades não foram consideradas insanáveis, sendo afastada a nota de improbidade administrativa e de crime de responsabilidade.

Hipótese de inelegibilidade não configurada, pois não houve demonstração de que o ato fora praticado com dolo ou fraude, ou mesmo que tenha havido qualquer prejuízo ao erário municipal. Impugnação ao pedido de registro julgada improcedente.

3. Segundo a moderna doutrina constitucionalista, as inelegibilidades surgem como exceções constitucionais e infraconstitucionais, dentro do contexto normativo vigente..."

Portanto, ante o exposto reafirmo aos meus amigos e amigas que a condição de elegibilidade de um candidato está configurada quando este possui três certidões: certidão negativa da justiça estadual; certidão negativa da justiça federal e certidão de quitação eleitoral.

Neste sentido, não há sequer um processo contra mim, de modo que no momento reúno todas as condições de elegibilidade. 

Eleições: Cássio e Maranhão marcam encontro; relação flui bem, diz tucano

As articulações políticas entre o PMDB e PSDB estão avançando e podem apresentar resultado já na próxima semana. Sentados lado a lado no Senado Federal, o tema eleições é assunto recorrente entre os senadores Cássio Cunha Lima (PSDB) e José Maranhão (PMDB). Um encontro entre os dois deve acontecer na semana que vem. O senador tucano afirma que a relação tem fluído bem.

“Não houve uma conversa formal, mas eu tenho conversado frequentemente com ele no plenário do Senado, sentamos lado a lado, e a relação tem fluído bem, tem evoluído  acredito que na semana que vem vamos ter uma conversa mais detalhada”, revelou Cássio.

O PMDB tenta atrair o apoio do PSDB em torno do nome do seu pré-candidato à Prefeitura de João Pessoa, Manoel Júnior, porém, no ninho tucano, ainda não há uma unanimidade em relação ao processo eleitoral da capital. O três vereadores do partido: Eliza Virgínia, Marcos Vinicius e Luís Flávio, defendem a manutenção do apoio ao prefeito Luciano Cartaxo (PSD), contudo, existe ainda no partido correntes que defendem composições com o PMDB e com o PTB, que tem como pré-candidato o deputado federal Wilson Filho.

MaisPB

Pré-candidato a prefeito participa de uma plenária de rua em Soledade

O pré-candidato a prefeito pelo PP, Geraldo Moura Ramos, inicia nesta sexta-feira (20) a noite um ciclo de plenárias onde vai ouvir as pessoas para saber quais as reais necessidades e, daí, tirar um plano de Governo.

A primeira plenária acontece no bairro Chico Pereira, zona sul da cidade, a partir das 19 horas, na residência de Paula, presidente da associação do Chico Pereira e pré-candidata a vereadora.

"Convido todos os moradores do Chico Pereira para participarem desta plenária onde iremos debater os problemas, sugestões e soluções que visem na qualidade de vida de todos", afirma o prefeitável progressista.

Heleno Lima

Juazeirinho: Professor se envolve em acidente e morre na BR 230

Um grave acidente registrado na manhã desta sexta-feira (20) na BR 230 na comunidade Mendonça, vitimou o professor de matemática, José Jailson Xavier, 24 anos, que lecionava no colégio Municipal Severino Marinheiro.

O professor, que também dava aulas na cidade de Parelhas, seguia pela BR numa motocicleta de placa QGG - 8132 - PARELHAS - RN, quando próximo a cidade de Juazeirinho foi atropelado por uma carreta de cor branca e placas PFR - 0535 - RECIFE - PE.

O motorista da carreta disse que o professor seguia na frente da carreta e, de repente, desceu o acostamento e subiu na mesma hora, sendo atropelado.

Com a batida, Jailson veio a óbito instantaneamente.

De acordo com os primeiros levantamentos, o professor era natural da cidade de Diamante, Sertão paraibano.

A direção do colégio Municipal suspendeu todas as atividades desta sexta-feira em luto pela morte trágica do educador.

Heleno Lima



DILMA, A INVESTIGADA, MANDA CHAMAR RENAN, QUE A VAI JULGAR, E ELE ATENDE

Afastada do cargo para responder à acusação de cometer crimes contra a administração pública, a presidente Dilma Rousseff mandou chamar para uma conversa o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), como se fosse um funcionário subalterno, e o senador a atendeu prontamente, na tarde desta quinta-feira (19).

O encontro durou cerca de uma hora e meia, no Palácio no Alvorada. Foi a primeira vez que os dois se encontraram desde que o Senado decidiu abrir o processo de impeachment contra Dilma e afastá-la por até 180 dias, período em que o País será presidido por Michel Temer e em que a Casa deverá julgá-la por crime de responsabilidade.

O primeiro vice-presidente do Senado, o petista Jorge Viana (AC) também participou da conversa. Na volta do encontro, sem dar detalhes do que foi dito, Viana elogiou no plenário a postura de Renan em todo o processo de impeachment.

"O presidente Renan tem um papel institucional que tem que ser respeitado, ele é presidente do Senado, do Congresso. E ele se reúne com Michel Temer, ele é do PMDB, isso ninguém põe dúvida, mas ele conversa com todo mundo aqui. E eu acho muito boa a atitude do presidente Renan de, por exemplo, tendo alguma motivação, interesse, conversar quantas vezes for necessário com a presidente Dilma, com o presidente Michel Temer e com o presidente do Supremo, (Ricardo) Lewandowski", afirmou Viana.

O petista fez questão de "denunciar" o fato de que, para se chegar ao Alvorada, teve de passar por uma barreira no Palácio do Jaburu, residência de Temer. Ele disse que Renan e Viana tiveram de se identificar e esperar um tempo para que ligações fossem feitas para ver se poderiam passar para fazer uma simples visita a Dilma.

Rômulo Gouveia é eleito vice-presidente da Comissão de Relações Exteriores

O deputado Rômulo Gouveia (PB) ocupará a cadeira de segundo vice-presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CREDN). O colegiado se reuniu nesta quarta-feira (18) e votou por unanimidade no parlamentar. Gouveia destacou que entre os principais desafios está a celeridade na aprovação de acordos e convenções já ratificadas pelo país, que aguardam regulamentação.
 
“Vou colaborar com a comissão e com os novos ministros [Relações Exteriores e Defesa] para fazermos um bom trabalho no que diz respeito aos acordos e tratados internacionais. Já tenho experiência e quero contribuir com esse momento que é tão importante para o país”, afirmou Gouveia que também é membro da Representação Brasileira no Parlamento do Mercosul.
 
A Comissão de Relações Exteriores é responsável pela apreciação de matérias que tratam das relações diplomáticas, consulares, econômicas, comerciais, culturais e científicas com outros países. Na área da Defesa Nacional, entre outros aspectos, a comissão formula políticas e estudos estratégicos e executa atividades de informação e contrainformação.
 

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Ricardo alfineta Cássio sobre crise hídrica: “Não fez nada, é muito discurso e pouca prática”

O governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB) disse em entrevista coletiva nesta quarta-feira, (18), que o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) fala demais sobre a crise hídrica no Estado, mas em contra partida “nada tem feito para solucionar a situação”, “É muito discurso e pouca prática”.

“Cássio não fez nada, ele tem um grande discurso mas uma prática que é zero, todo mundo sabe disso. Eu não vou nem perder tempo com isso, até mesmo porque esse é o momento dele dizer qual é a saída. Ele fala querendo colocar a culpa no governador porque não chove em Boqueirão, ou porque até agora a transposição não foi concluída. Ele até hoje não disse qual é a solução. Porque ele não disse? porque não sabe! Ou porque não tem! A solução ou é chuva ou transposição”, disse Ricardo.

Questionado sobre a sugestão que o tucano fez ao vice-presidente interino, Michel Termer, sobre uma adutora de engate, para possível solução emergencial, Ricardo criticou o “projeto” disse ser tecnicamente impossível e que este momento a única solução seria um terceiro e quarto turno, sugerido por ele a presidente Dilma, quando ainda estava em exercício.

“Não adianta essa baboseira sobre fazer uma adutora de engate rápido, de 200 ou 300 quilômetros, isso é bobagem, isso não existe tecnicamente falando. O que precisa e agora é com eles, que conseguiram chegar ao poder sem ter votos pra isso, de colocar o terceiro e quarto turno na transposição. Eu não estou alheio, eu estou cobrando. Quando viajei com a presidenta Dilma na sexta-feira passada, antes da admissibilidade do impeachment, falei com ela da necessidade de termos turnos extras para garantir as águas já em dezembro na Paraíba. Pra mim o resto é demagogia e eu estou na política para trabalhar e não pra fazer demagogia”, disparou.

Créditos: Política Mais Cedo

Macilon e Antônio Vicente foram apontados como os vereadores mais atuantes de Taperoá pelo Troféu "Melhores do Cariri"

Os vereadores Macilon Melquiades, presidente da Câmara Municipal de Taperoá e Antônio Vicente, foram considerados pelo troféu "Melhores do Cariri", os parlamentares mais atuantes da cidade. Estado. 

Macilon foi reconhecido pela gestão democrática exercida na Câmara Municipal, por assumir postura moderada, dirimindo conflitos e estabelecendo um ambiente de paz e concórdia no parlamento, além disso, o vereador foi lembrado também pela sua atuação social na zona rural do município. 

Antônio Vicente destacou-se pela postura independente com que exerce o mandato. Distante das ideologias partidárias, Vicente vem imprimindo um ritmo de atuação forte, focando os interesses coletivos mais que os partidários. 

A entrega do prêmio ocorreu no ultimo sábado 14, numa cerimônia ocorrida em Serra Branca com a presença de muitas autoridades da região. 

Macilon e Antônio Vicente, elogiaram a iniciativa do evento e dedicaram a premiação as suas respectivas famílias e ao povo de Taperoá.

Redação 

Aliança em JP: Maranhão nega que tratou com Cássio

O senador José Maranhão (PMDB) declarou, nesta quinta-feira (19), que não tratou, em reunião com o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), sobre aliança entre PMDB e PSDB em João Pessoa.

“Nós não tratamos disso não”, disse Maranhão em entrevista ao Correio Debate.

Maranhão também não confirmou a reunião com o tucano que teria ocorrido ontem à noite em Brasília.

O peemedebista contou que “todos os dias está com Cássio” porque senta ao lado do ex-governador na bancada da Paraíba no Senado.

MaisPB

Justiça vai investigar Ministro Vital do Rego na Lava Jato

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta quinta-feira (19) a abertura de inquérito para investigar o envolvimento do ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Vital do Rêgo e do deputado federal Marco Maia com suspeitas de fraude na Operação Lava Jato.

Os dois eram, respectivamente, presidente e relator da CPI mista da Petrobras em 2014 e foram acusados pelo senador cassado Delcídio do Amaral de participarem de um esquema para impedir convocações de empreiteiros na CPI da Petrobras.

O executivo da Andrade Gutierrez Gustavo Xavier Barreto afirmou em depoimento à Polícia Federal que houve um almoço na casa de familiares do ex-senador Gim Argello (PTB-DF), preso na Lava Jato, no qual também esteve o ex-senador Vital do Rêgo, em que foi falado sobre a preocupação da CPMI da Petrobras em “não prejudicar as empreiteiras”.

Com a abertura de inquérito, Vital do Rêgo e Marco Maia, que ainda não eram investigados no Supremo no âmbito da Lava Jato, agora passam à condição de formalmente investigados.

Em nota, o deputado Marco Maia disse que entende a posição do Ministério Público de investigá-lo mas que a apuração “irá mostrar que sou vítima de uma mentira deslavada e descabida com o único intuito de desgastar a minha imagem e a do Partido dos Trabalhadores, o qual faço parte”.

Ele também diz refutar as “ilações” ditas e que utilizará de “todas as medidas legais para que a verdade seja estabelecida”. Vital do Rêgo ainda não se pronunciou sobre a decisão. Por meio de sua assessoria, Vital disse, no último dia 2, que “reitera o repúdio” ao que ele classificou de “ilações” do ex-líder do governo.

Arquivamento
A abertura do inquérito foi autorizada seguindo pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Na decisão, Teori também determinou o arquivamento de citações feitas por Delcídio sobre o deputado federal Fernando Fracischini (SD-PR).

“As condutas noticiadas acima, dentro do contexto de pagamento de vantagens indevidas a membros do Congresso Nacional identificadas como decorrência das investigações Lava Jato, apontam, pelo menos, para os crimes de concussão e/ou eventualmente do crime de corrupção passiva qualificada”, diz Janot.

O procurador pediu para ouvir o ex-senador Gim Argello, e empreiteiros como Léo Pinheiro, da OAS; Otávio Azevedo, da Andrade Gutierrez; Eduardo Leite, da Camargo Corrêa; e Ricardo Pessoa, da UTC.

No pedido de abertura de inquérito, o procurador Rodrigo Janot diz que os fatos narrados por Delcídio indicam para crimes de concussão ou corrupção passiva, o que deverá ser apurado.

Janot afirmou que pediu o arquivamento sobre Francischini porque a delação de Delcídio deve ser vista de forma “panorâmica” a outras delações, como de Ricardo Pessoa e Júlio Camargo, que não citaram o nome de Francischini.

G1

Prefeitura de Salgadinho realiza ação de saúde com idosos por todo o município

A ação é direcionada para pessoas hipertensas e diabéticas, que desejam adquirir hábitos de vida saudável através de exercícios, palestras, dinâmicas e outras atividades. 

Nossa reportagem conversou com a Fisioterapeuta Juliana Morais, que é uma das responsáveis pelo projeto. Ela disse que os encontros estão acontecendo por todas as micro regiões do município de Salgadinho, e que ao todo, centenas de pessoas estão sendo mobilizadas.

Juliana ressaltou que “a pessoa que tem o hábito de vida saudável e realizar regulamente atividades físicas tem a probabilidade de aumentar sua longevidade”.

Via rede social, a prefeita Débora Cristiane se referiu ao trabalho realizado:


Redação

PB: quase 35 mil casos suspeitos de dengue, zika e chikungunya

No período de 1º de janeiro a 7 de maio deste ano (18ª semana epidemiológica de sintomas), foram notificados na Paraíba 28.203 casos prováveis de dengue, segundo o boletim divulgado nesta quinta-feira (19) pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). Em 2015, no mesmo período, foram registrados 9.015 casos suspeitos da doença, evidenciando um acréscimo de 212,84%.

Foram registrados 26 óbitos suspeitos de dengue, sendo três confirmados, sete descartados e 16 seguem em investigação. Segundo a Gerência Executiva de Vigilância em Saúde da SES, a investigação cursa com busca de informações domiciliares, ambulatoriais e hospitalais, conforme Protocolo do Ministério da Saúde.

No mesmo período foram notificados 4.111 casos suspeitos de chikungunya. Foram notificados também sete óbitos suspeitos da doença, sendo dois confirmados e os demais em investigação. Os municípios que apresentaram as notificações foram: Monteiro (1), Aroeiras (1), João Pessoa (2), São José do Umbuzeiro (1), Soledade (1) e Santa Cecília (1).

O Boletim Epidemiológico Nº5 destaca que a faixa etária dos óbitos suspeitos para dengue e chikungunya varia de recém-nascido até 92 anos, o que mostra a susceptibilidade independente da idade. “Destacamos que a estratégia mais efetiva para evitar os óbitos causados pela dengue, zika e chikungunya é a detecção precoce dos casos suspeitos combinada com o manejo correto, de acordo com o agravo. Ao apresentar sintomas, o usuário deve procurar imediatamente a Equipe de Saúde da Família ou serviço de saúde mais próximo”, recomenda a gerente executiva de Vigilância em Saúde da SES, Renata Nóbrega.

Com relação ao zika vírus, de 1º de janeiro a 25 de maio de 2016, foram registrados 2.479 casos notificados como suspeitos (Sinan NET). Existem atualmente na Paraíba três Unidades Sentinelas do zika vírus implantadas (Bayeux, Campina Grande e Monteiro), conforme recomendação do Ministério da Saúde.

Situação Laboratorial – Em 2016, foram analisados pelo Lacen-PB 2.536 amostras sorológicas para dengue (360 reagentes, 2.075 não reagentes e 100 indeterminadas). Este ano já existem exames comprobatórios da circulação da doença em 80 municípios.

Para todos os casos com sinais de alarme, graves e óbitos suspeitos de dengue, a SES recomenda a coleta oportuna e envio imediato ao Lacen-PB.

Quanto ao zika vírus, em 2015 foi detectada a doença aguda por este vírus nos municípios de João Pessoa, Campina Grande, Olivedos e Cajazeiras. Já em 2016, exames laboratoriais comprovaram a circulação da doença nos municípios de Caldas Brandão, João Pessoa, Guarabira, Conceição, Pilões, Itabaiana e Campina Grande.

Guillain-Barré e outras manifestações neurológicas – Foram informados pelos serviços hospitalares, de julho de 2015 até o momento, 35 casos suspeitos, sendo 16 descartados, 4 confirmados e 15 em investigação por suspeita de ter correlação com chikungunya/ zika vírus/ dengue.

A SES, por meio da Gerência Executiva de Vigilância em Saúde, vem recomendando a todos os serviços de saúde a comunicação à Área Técnica Estadual da Vigilância Epidemiológica e a Coordenação Estadual dos Núcleos Hospitalares de Vigilância Epidemiológica, por meio de formulário com dados específicos, com o objetivo de acompanhar e investigar quais possíveis agentes etiológicos desencadearam as manifestações neurológicas com infecção viral prévia de até 60 dias antes.

Vigilância Ambiental – Para o controle vetorial, a Gerência de Vigilância Ambiental – SES recomendou a realização do LIRAa no mês de abril, conforme preconizado pelo Ministério da Saúde. O levantamento foi realizado em 194 municípios. Destes, 29 (13%) foram classificados como satisfatórios, 91 (41%) em alerta, 74 (33%) como em risco e 29 municípios (13%) não informaram seus resultados.

O Boletim Epidemiológico ressalta que os municípios de Fagundes, Olivedos, Sousa, Riacho dos Cavalos, Lagoa Seca, Juazeirinho, Cajazeiras, Uiraúna, Pocinhos, Solânea, Nova Floresta, Nazarezinho, Alagoa Grande, Pedra Lavada e Santa Terezinha tiveram aumentos consideráveis nos Índices de Manifestação pelo Aedes aegypti em comparação ao LIRAa de março de 2015.

Mudança na Portaria de Notificação Compulsória – Na Portaria GM Nº 204, de 17 de fevereiro de 2016, ficou definido que todo óbito suspeito de chikungunya deve ser informado imediatamente à SES. Permanece a orientação de que todo caso suspeito deve ser notificado.

Além disso, desde o dia 17 de fevereiro, ficou instituída também a notificação obrigatória para todos os casos suspeitos de zika vírus. A notificação deve ser registrada no Sinan Net. Nos casos suspeitos de zika vírus em gestante e óbitos suspeitos da doença, as Secretarias Municipais de Saúde devem comunicar em até 24 horas à SES, por meio do Cievs (98828 2522) e Núcleo de Doenças Transmissíveis Agudas (3218-7493). A SES destaca que a notificação para os três agravos (dengue, chikungunya e zika vírus) deve ocorrer de acordo com a clínica mais compatível e definição de caso, conforme Ministério da Saúde.

 SecomPB

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Rômulo defende incentivo a ciência e tecnologia na Paraíba com novo ministro da pasta Gilberto Kassab

O deputado federal Rômulo Gouveia (PSD) esteve, nesta terça-feira (17), no Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. O deputado se reuniu com o ministro Gilberto Kassab, apresentou os potenciais tecnológicos da Paraíba ao ministro e pré-agendou a vinda de Kassab a Paraíba para discutir com o setor de ciência e tecnologia do estado melhorias para área.

Rômulo aproveitou para solicitar ao ministro que o Instituto do Semiárido (INSA), sediado em Campina Grande, possa receber estímulos do Ministério para desenvolver ações que colaborem com o combate aos efeitos da seca. “Pedi que a estrutura do INSA colabore na questão hídrica de Campina Grande e de 19 municípios da região”.

O ministro deve desembarcar na Paraíba, no início de junho, quando vai conhecer o INSA, o parque tecnológico de Campina Grande e as iniciativas de incentivo à ciência e tecnologia que estão sendo executadas em João Pessoa e Campina, pelos governos executivos e universidades. “Fiz o convite para que Kassab participe de reunião, em Campina Grande, no próximo dia 3 de junho, para que ele ouça a comunidade acadêmica e, juntos, possamos encontrar, agregando tecnologia, melhoras nas condições do semiárido, da desertificação e outras questões climáticas.”

Presidente, na Câmara Federal, de uma comissão que trata sobre a migração do sinal de rádio AM para FM e da TV analógica para TV digital, Gouveia também tratou do tema como o ministro.

Também participou do encontro o futuro presidente dos Correios, Guilherme Campos.

Rangel Júnior se reelege com 60,69% dos votos; Carlos Enrique teve 33,92%

O reitor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Rangel Júnior, foi reeleito, na noite dessa terça-feira (17), para comandar os destinos da instituição pelos próximos quatro anos, com 60,69% dos votos válidos. O professor Carlos Enrique obteve 33,92%.

Do total dos 24 mil aptos para votar, apenas um universo de aproximadamente cinco mil compareceram às urnas.

A apuração dos votos teve início às 21h e foi encerrada por volta da meia-noite.

O resultado da eleição será encaminhado para o Conselho Universitário, que escolherá um terceiro nome para completar a lista tríplice a ser encaminhada ao governador Ricardo Coutinho (PSB). A escolha deve ser feita até o final do ano.

MaisPB

terça-feira, 17 de maio de 2016

Governador critica comportamento do PMDB e possível aliança com os ‘tucanos’

O governador Ricardo Coutinho falou à imprensa sobre a formação da aliança nacional entre o PMDB e o PSDB e que, possivelmente, poderá ter desdobramento em João Pessoa na disputa da Prefeitura Municipal, a qual poderá descambar para um eventual apoio à candidatura do deputado federal Manoel Júnior, desfazendo a aliança com o PSB.

Conforme o governador, cada um sabe do seu caminho, mas lembrou que os seus aliados precisam ser aliados.

“Aliado sem ser aliado não é aliado e nós vamos cobrar isso, porque eu nunca vi um aliado querer derrotar o outro. O aliado é pra fortalecer o aliado”, destacou.

Ricardo lembrou ainda que é assim ele faz e sempre fez e é a assim mesmo que quer que seus aliados procedam.

“É desta forma que vamos conduzir a nossa postura política. As pessoas sabem do caminho que precisam ter. Eu também sei o meu e no momento adequado o nosso partido irá falar”, observou.

Já no plano nacional, onde todos sabem do seu posicionamento em relação à presidente Dilma Rousseff, disse que jamais aceitará qualquer tipo de retaliação e seja de quem for porque é um dever e um direito seu como representante de um Estado.

“A Paraíba pode ser pequena, mas não é covarde. Não tem um governador covarde, mas sim um que sabe dos seus deveres, sabe do respeito que deve ter, mas sabe também da defesa dos interesses do seu povo e não abro mão disso. Como também, não posso abrir mão por uma questão de existência dos meus princípios”, enfatizou.

O governador se disse ainda disposto a dialogar com o novo governo, caso o presidente Michel Temer queira. Avaliou ainda que o Brasil não pode sofrer um retrocesso, pois governo nenhum tem donos.

“Eu vejo alguns parlamentares dizendo que o governador da Paraíba para poder conseguir empréstimo tem que recorrer a um senador. Quer dizer que o senador passou a ser dono de um empréstimo que o povo precisa? É essa concepção de democracia que algumas figurinhas carimbadas da política têm? Eu rechaço isso porque eu sempre lutarei contra esse tipo de comportamento”, rebateu.

Ministro libera ação que pede impeachment de Temer para julgamento do STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, liberou para julgamento no Plenário da Corte ação que pede a abertura de processo de impeachment contra o presidente interino Michel Temer.

A liberação do mandado de segurança para a pauta do STF foi registrada ontem (16) no andamento processual do STF. Agora cabe ao presidente da Corte, ministro Ricardo Lewandowski determinar a data para o julgamento do caso.

No mês passado, Marco Aurélio concedeu liminar (decisão provisória) determinando que o então presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ) desse seguimento ao processo.

Liminar

Na mesma decisão, o ministro ordenou que fosse formada uma Comissão Especial para tratar do caso. O ministro concedeu a liminar em uma ação apresentada pelo advogado Mariel Marley Marra contra Cunha, que havia negado o continuidade do processo de impeachmentcontra o então vice-presidente da República.

No pedido do advogado, protocolado no dia 29 de março no Supremo, Marra sustentou que Temer deveria ser incluído no processo de impeachment de Dilma Roussef por entender que há indícios de que o então vice-presidente cometeu crimes de responsabilidade.

No último dia 10, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao STF que casse a liminar concedida por Marco Aurélio.

Segundo o documento entregue por Janot, o advogado autor da ação pedia que o processo contra a presidenta Dilma Rousseff fosse suspenso para que Temer fosse incluído na ação.

O pedido de suspensão foi negado pelo ministro Marco Aurélio, mas foi determinado seguimento do processo na Câmara, o que, para Janot, extrapola o pedido feito pelo autor da ação.

Anterior Inicio