sábado, outubro 18, 2014

Segundo assessoria de imprensa, os políticos apoiaram à candidatura de Cássio Cunha Lima ao governo do estado no 1º turno das eleições...
 
O ex-prefeito de Triunfo, João Coragem (PSD), o presidente da Câmara Municipal, Alberto Cândido (PPS), e os vereadores Bartho (PTdoB), Zé Mangueira (PSDB), Manoelzinho (PSDB) e Josa de Cajui (DEM) retiraram apoio à candidatura de Cássio Cunha Lima (PSDB) ao Governo de Estado e aderiram ao projeto de reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB).

As lideranças políticas de Triunfo se integraram à campanha de Ricardo na noite desta sexta-feira (17), durante comício realizado pela coligação A Força do Trabalho na cidade de Sousa. As novas adesões à reeleição do governador foram articuladas pelo deputado estadual reeleito Lindolfo Pires e pelo ex-prefeito do município, Chico Batista (PPS), que estão engajados na campanha do socialista desde o primeiro turno.
 
“A cada dia que passa a campanha de Ricardo consegue aglutinar mais apoios. Isso é fruto do trabalho sério que o governador tem feito por toda Paraíba”, destacou Lindolfo. “Vamos nos empenhar ao máximo nesses últimos de campanha para conseguir ampliar a vantagem que Ricardo obteve no primeiro em Sousa e em toda região”, acrescentou o deputado.
 
PORTAL
Segundo jornal, governo de MG fez obra em terra que era de tio de Aécio. Ministro entendeu que propagandas devem ser 'propositivas'.
 
O ministro do Superior Tribunal Eleitoral (TSE) Tarcísio Carvalho, em decisão liminar (provisória), determinou que o PT não faça mais referência ao aeroporto de Cláudio (MG) nas propagandas eleitorais de rádio e TV. O aeroporto foi construído durante a gestão no governo mineiro de Aécio Neves, rival da presidente Dilma Rousseff no segundo turno. . Segundo reportagens do jornal "Folha de S.Paulo" de julho, o aeroporto foi construído em área que pertencia ao tio de Aécio.
 
Ainda segundo o jornal, o aeroporto fica perto de uma fazenda da família de Aécio. À época, o candidato se manifestou dizendo que a área pertencente ao tio foi desapropriada e que a construção do aeroporto fazia parte de um projeto do governo de Minas para levar aeroportos para o interior.
 
Na decisão de proibir a menção ao caso, o ministro Carvalho disse que usou como base entendimento do TSE, tomado nesta semana, de que as propagandas eleitorais gratuitas em cadeia nacional de rádio e TV não podem servir para "atacar" candidato adversário, mas sim para debater propostas.
 
"A Corte entendeu que, mesmo dispondo os candidatos, no segundo turno, de tempos rigorosamente iguais no horário eleitoral gratuito (simetria), o espaço disponibilizado no rádio e na TV deve ser utilizado de maneira propositiva. Ou seja, não pode ser desvirtuado para a realização de críticas destrutivas da imagem pessoal do candidato adversário, nem é justo que o ofendido tenha de utilizar o seu próprio tempo para se defender de ataques pessoais em prejuízo de um autêntico e benfazejo debate político", escreveu o ministro em sua decisão.
 
Procuradoria

 No início do mês de outubro, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, arquivou parte de representação apresentada pelo PT contra Aécio, que solicitava investigação sobre a construção do aeroporto de Cláudio. No documento enviado à Procuradoria, o PT pedia que fossem alvo de investigação supostos crimes de peculato, prevaricação, emprego irregular de verbas públicas, expor aeronave a perigo e ato de improbidade administrativa.
 
De acordo com o PGR, o arquivamento foi motivado pela "inexistência" de elementos que justificassem a deflagração de investigação criminal.
 
Apesar de ter arquivado a representação, Rodrigo Janot remeteu parte do processo à Procuradoria da República em Minas Gerais. Segundo Janot, a análise de fatos sob a ótica cível, que envolvem improbidade administrativa, cabe à primeira instância judicial, e não à Procuradoria Geral. Segundo a Procuradoria, serão investigados a utilização do aeroporto sem homologação e registro da Anac e a manutenção das chaves do aeroporto nas mãos de particulares 

sexta-feira, outubro 17, 2014

Presidenciável tucano foi a Campina Grande e depois iria a João Pessoa.Ele prometeu concluir obra de transposição do Rio São Francisco.


O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, afirmou nesta sexta-feira (17) em Campina Grande que, se eleito, pretende descentralizar a indústria brasileira e "revigorar" o setor no Nordeste.
Ele deu entrevista no Aeroporto João Suassuna, em Campina Grande, ao lado do candidato a governador Cássio Cunha Lima, do prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues e do senador Cícero Lucena, todos tucanos. Depois, participou de um comício no Parque do Povo e, em seguida, foi para João Pessoa. Pela manhã, ele recebeu em São Paulo a ex-senadora Marina Silva, terceira colocada no primeiro turno da eleição presidencial, e, no início da tarde,esteve em Salvador.
"Aqui em Campina [Grande] temos um pólo industrial extremamente importante que nós vamos fortalecer, revigorar. Nós precisamos descentralizar cada vez mais o desenvolvimento da indústria brasileira”, declarou o candidato ao falar de suas propostas para o Nordeste.
“Melhoria da qualidade da educação, diminuição da mortalidade e dos crimes violentos nos próximos 8 anos em pelo menos 30%, um choque de infraestrutura, e, a partir de uma política fiscal diferenciada, nós podemos criar condições de atração de investimentos para esta região”, disse.
Transposição
Aécio também prometeu terminar a transposição das águas do Rio São Francisco e criticou o atual governo por não ter concluído a obra.

“Não é aceitável, não é compreensível, uma obra que já deveria ter sido inaugurada quatro anos atrás, tanto dinheiro gasto, mais que o dobro do que era previsto, não tenha levado uma gota de água sequer àqueles que aguardam. Vamos concluir as obras que estão em andamento, vamos manter os programas sociais de transferência de renda, vamos aprimorá-los e vamos fazer com que a saúde, a educação e a segurança pública melhorem”, prometeu.

Votos
Mais tarde, em comício em João Pessoa, Aécio voltou a exaltar o Nordeste e agradeceu os votos que recebeu na região. "Vocês me deram a maior vitórioa, o maior resultado que tive em todo o Nordeste brasileiro", afirmou.

À exceção de Pernambuco (onde Marina Silva venceu), em toda a região, a candidata mais votada foi Dilma. Só na Paraíba, a petista obteve 55,61% dos votos, contra 23,38% do tucano.
No discurso, Aécio falou em "libertação" do PT e que pretende realizar um governo que "una os brasileiros, que seja generoso com aqueles que mais precisam". Ao lado de Cássio Cunha Lima (PSDB), que disputará o segundo turno contra Ricardo Coutinho (PSB) pelo governo do estado, Aécio disse que, se eleitos, ele será um "irmão".
"Não se trata de uma eleição comum. Estamos a poucos dias de tomarmos uma decisão que absolutamente vai afetar pelas próximas décadas a vida de cada paraibano, a vida de cada paraibana, a vida de cada nordestino", ressaltou, novamente prometendo investir no Nordeste.

G1
Pesquisa Ibope divulgada nesta sexta-feira (17) aponta os seguintes percentuais de intenção de votos válidos na corrida para o governo da Paraíba:
Ricardo Coutinho (PSB) – 53%
Cássio Cunha Lima (PSDB) – 47%


Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição. Para vencer no primeiro turno, um candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um voto.



A pesquisa foi encomendada pelas TVs Cabo Branco e Paraíba.

É o primeiro levantamento divulgado pelo instituto no segundo turno da eleição para governador da Paraíba.
Votos totais
Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são:

Ricardo Coutinho (PSB) – 48%
Cássio Cunha Lima (PSDB) – 42%
Branco/nulo – 6%
Não sabe/ não respondeu – 4%

O Ibope fez a pesquisa entre os dias 14 e 16 de outubro. O instituto ouviu 812 eleitores. A margem de erro é de três pontos, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. O que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de três pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.


A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral com o número PB-00046/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo BR-01106/2014.

1º turno
No primeiro turno, Cássio teve 47,44% dos votos válidos e Ricardo, 46,05% (veja os números completos da apuração).

G1

Pesquisas Datafolha realizadas no Rio de Janeiro, no Rio Grande do Sul, no Ceará e no Distrito Federal mostram como está o segundo turno da corrida à Presidência da República nas quatro unidades da federação (que, juntas, abrigam 20% do eleitorado brasileiro). O nível de confiança de todas as pesquisas, realizadas no dia 15 de outubro, é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de três pontos prevista.

O Datafolha fez a pergunta sobre a eleição presidencial nas quatro unidades da federação onde também foi pesquisada a intenção de voto para governador no segundo turno.

Para calcular os votos válidos, são excluídos da amostra os votos em branco, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.
Confira todos os números:

Média nacional
VOTOS VÁLIDOS
Aécio Neves (PSDB) - 51%
Dilma Rousseff (PT) - 49%

VOTOS TOTAIS
Aécio – 45%
Dilma – 43%
Em branco/nulo/nenhum – 6%
Não sabe – 6%
Margem de erro: 2 pontos percentuais para mais ou menos

O Datafolha ouviu 9.081 eleitores em 366 municípios do país nos dias 14 e 15 de outubro. A pesquisa está registrada no TSE sob o número BR-01098/2014. Leia mais

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Rio de Janeiro – 8,5% do eleitorado brasileiro
VOTOS VÁLIDOS
Dilma Rousseff (PT) - 51%
Aécio Neves (PSDB) - 49%

VOTOS TOTAIS
Dilma – 43%
Aécio – 41%
Em branco/nulo/nenhum – 9%
Não sabe – 6%
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou menos

O Datafolha ouviu 1.486 eleitores em 36 municípios do RJ. A pesquisa, encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S.Paulo”, está registrada no TRE-RJ sob o número 00069/2014.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Rio Grande do Sul – 5,9% do eleitorado brasileiro
VOTOS VÁLIDOS
Aécio Neves (PSDB) – 51%
Dilma Rousseff (PT) – 49%

VOTOS TOTAIS
Aécio – 45%
Dilma - 43%
Em branco/nulo/nenhum – 4%
Não sabe – 7%
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou menos

O Datafolha ouviu 1.425 eleitores em 54 municípios do RS. A pesquisa, encomendada pelo Grupo RBS e pelo jornal “Folha de S.Paulo”, está registrada no TRE-RS sob o número 00028/2014.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Ceará – 4,4% do eleitorado brasileiro
VOTOS VÁLIDOS
Dilma Rousseff (PT)  – 73%
Aécio Neves (PSDB) – 27%

VOTOS TOTAIS
Dilma– 66%
Aécio - 25%
Em branco/nulo/nenhum - 4%
Não sabe - 5%
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou menos

O Datafolha ouviu 1.228 eleitores em 52 municípios do CE. A pesquisa, encomendada pelos jornais "O Povo" e “Folha de S.Paulo”, está registrada no TRE-CE sob o número 00032/2014.
 
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Distrito Federal – 1,3% do eleitorado brasileiro
VOTOS VÁLIDOS
Aécio Neves (PSDB) - 65%
Dilma Rousseff (PT) - 35%

VOTOS TOTAIS
Aécio – 57%
Dilma – 31%
Em branco/nulo/nenhum – 7%
Não sabe – 6%
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou menos

O Datafolha ouviu 1.217 eleitores no DF. A pesquisa, encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S.Paulo”, está registrada no TRE-DF sob o número 00083/2014.

G1

quinta-feira, outubro 16, 2014

Depois que Socorro Farias que foi candidata a prefeitura de Taperoa rompeu com Ricardo Coutinho e anunciou apoio a Cássio Cunha Lima nas eleições 2014, o governador de imediato nomeou um novo diretor para o hospital distrital de Taperoá.

A antiga diretora, Fátima Toledo, era irmã de Socorro Farias, por tanto sua demissão pode ter tido motivação política.

No lugar da antiga Diretora foi nomeado o ex padre Alex Alexandre que estava no exercício da função de secretário municipal de saúde em Taperoá.

Apadrinhado do prefeito Jurandi, que é eleitor de Ricardo, Alexandre deve ter tido sua nomeação totalmente assegurada pela indicação política.

Essa semana o secretário estadual de saúde falou ao nosso portal sobre a recente mudança na direção da  referida instituição  de saude. 

Waldson relatou que a mudança não teve caráter partidário sendo pautada nos  critérios de competência.

Nosso portal questinou a pouca experiência de gestão do ex padre, o gestor estadual de saúde disse que pessoas novas na profissão apresentam rendimento melhor no desempenho da função.

Sobre a polêmica passagem que Alex Alexandre teve pela secretaria de saúde de Taperoá, Waldson disse que quando se quer trabalhar de maneira correta os obstáculos são muitos.
Alex não traz experiência anterior na saúde pública, nem formação na referida área e não teve nenhum envolvimento na campanha municipal do atual prefeito.

O apadrinhamento político dado ao mesmo por parte do chefe do poder executivo é um mistério para muitos partidários de Jurandi.

Nossa reportagem está agendando uma visita no Hospital de Taperoá, a primeira na nova gestão.
A prefeita do município de Salgadinho Débora Cristiane PSDB, reafirmou apoio ao candidato do PSB Ricardo Vieira Coutinho da coligação a Força do Trabalho. 

Em conversa com nossa reportagem a chefe do poder executivo municipal disse que a folha de serviços prestados pelo governo de Coutinho é muito extensa em Salgadinho e que o posicionamento dela jamais seria diferente.

A prefeita ainda ressaltou que nesse segundo turno vai se empenhar para aumentar a votação do governador candidato a reeleição "vamos mais uma vez unir forças para oferecer a Ricardo os votos que ele merece em nosso município, vamos fazer nossa parte" Disse a gestora. 

Na Campanha de 2010 Débora esteve com o governador quando a candidatura dele era pouco acreditada pelos meios da imprensa. Ela foi tida pelo próprio Ricardo em seus pronunciamentos como um "companheira de primeira hora". 

Através da força política de Débora Cristiane Moraes Salgadinho e região receberam mais de 100 milhões em investimentos.
Nessa quarta-feira 15, o Secretário Municipal de Cultura e Comunicação, Antônio Batista de Lima Neto (Toca), participou de reuniões onde foram tratados ajustes na programação do evento que comemorar o aniversário da cidade de Juazeirinho.
.
Toca se reuniu com o Presidente da Câmara de Vereadores Joselito Cavalcanti, a Secretaria de Educação Simone Fernandes e Lucio Barros representante dos ciclistas de Juazeirinho.
.
Na ocasião, foram apresentados inúmeras propostas e projetos, sobre tudo, referentes ao aniversário de Juazeirinho, provocando um verdadeiro entusiasmo nas autoridades da cidade.
.
“Nossa meta é fazer a melhor festa possível para comemorar os 101 anos do município” pontificou Toca.

ascom
Motivado com o expressivo resultado alcançado no primeiro turno das eleições, o prefeito Jurandi Gouveia de Taperoá disse que vai ampliar ao lado de sua equipe, a votação de Ricardo dentro do município. 

O chefe do poder executivo falou a nossa reportagem e disse que a partir da semana que vem vai dedicar tempo exclusivo para esse objetivo. 

O prefeito ainda mencionou que nessa etapa complementar da eleição a dinâmica de trabalho ganha mais dinamismo visto que o número de candidatos diminuiu. 

Jurandi afirmou que é mais fácil pedir o voto e mais fácil também para o eleitor o ato de votar, visto que serão apenas dois candidatos. 

Gouveia lembrou que o resultado  da eleição no primeiro turno já foi muito satisfatório e contrariou as previsões dos que achavam que ele não tinha expressão eleitoral "abrimos uma nova liderança em Taperoá graças a vontade do povo" afirmou.  
O Deputado Estadual Adriano Galdino, um dos únicos que permaneceu na base aiada aliada do governador Ricardo, está na manha de hoje no município de Soledade. O objetivo do parlamentar é intensificar a campanha pró Coutinho dentro do município. 

Galdino deve se reunir com lideranças políticas da cidade e também com os ocupantes de cargos de chefia na esfera estadual dentro do município de soledade. 

Nosso portal trará mais detalhes sobre a visita de Adriano Galdino a Soledade ainda nesta quinta feira. 


A Vigilância Ambiental  da cidade de Assunção chega a reta final do ano 2014 com um saldo bastante positivo, razão de comemoração e tranquilidade para a sociedade. 

Segundo informações que nos foram passadas pelo Agente de Endemias José Joelton de Andrade, mais de uma tonelada dos chamados materiais inservíveis foram retiradas das residências, ruas e terrenos baldios do município caririzeiro durante o curso desse ano. 

O agente destacou além do trabalho cotidiano das equipes, as parcerias estabelecidas com os alunos da Escola Estadual João Rogério dias de Toledo, Renovação Carismática e Projovem que através de uma gincana do meio ambiente conseguiram a retirada de grande parte desse material.

" Foi um trabalho extremamente válido para a população, a juventude numa brincadeira consciente conseguiu retirar de circulação cerca de 300 pneus e milhares de garrafas de vidro e plastico que certamente já estavam servindo como ponto de reprodução do mosquito da dengue" Disse Joelton. 

Com a medida, o risco de proliferação da doença em Assunção é muito baixo afirmou o agente de Combate a Endemias que nos concedeu essa entrevista.     
Alegando descompensação financeira o deputado estadual Carlos Dunga (PTB), deixou a Chefia de Gabinete de Romero Rodrigues e reassumiu o mandato na Casa de Epitácio Pessoa.

Com a entrega do cargo, o vereador Joia Germano reassume o cargo que ocupava até o começo deste ano. A chefia estava sendo ocupada pelo deputado Carlos Dunga, que reassumiu o mandato imediatamente após o1º turno da eleição. A volta de Dunga a Assembleia implicou no retorno à condição de suplente de Vital Costa (PP). Assim o vereador Joia Germano (PRP-CG), que estava na presidência da Urbema, retornou à Chefia de Gabinete do prefeito Romero Rodrigues. 


pbagora
A nova equipe dos Agentes de Combate as Endemias, nomeada através do ultimo concurso público de Juazeirinho, conseguiu em 60 dias reduzir pela metade o risco de um surto de dengue na cidade. 

Heloísa Farias que é coordenadora da Vigilância Ambiental do município falou com a nossa reportagem e relatou como está sendo feito o trabalho. 

Ela disse que quando a nova equipe foi nomeada o índice de Juazeirinho era de 5,2 considerado pela FUNASA - Fundação Nacional de Saúde - muito alto, com possibilidade real de um surto da doença. 

Heloisa afirmou que quando os novos trabalhadores receberam o treinamento da FUNASA, foram a campo com muita vontade de enfrentar o problema e conseguiram num espaço de aproximadamente 60 dias reduzir o risco. 

Segundo a coordenadora da vigilância ambiental de Juazeirinho atualmente o índice é de 2,3 que é considerado baixo. "graças ao trabalho dessa equipe determinada o risco de uma epidemia de dengue passou e quem ganhou foi a sociedade. Eles estão de parabéns" Afirmou Heloisa. 

O município vai realizar no mês de novembro um dia (D) de enfrentamento a dengue, mas a data ainda não foi anunciada.  
A Secretaria Municipal de Educação de Juazeirinho num trabalho que envolve as escolas do município, esta tentando reduzir os indicadores alarmantes de trabalho infantil dentro da cidade.  

A iniciativa surgiu depois que o MPT - Ministério Público do Trabalho - revelou que Juazeirinho ocupa o sétimo lugar no ranking das cidades paraibanas que mais utilizam o trabalho de crianças e adolescentes. 

A pesquisa foi realizada dentro do espaço da feira livre onde numa manhã de terça feira os fiscais encontraram 25 crianças sendo exploradas por comerciantes. 

Denominado de MPT nas escola, o projeto tem o objetivo de intensificar o processo de conscientização da sociedade a respeito dos males sociais do trabalho infantil alertando para as sérias consequências que isso representa para o futuro do Brasil como um todo.

O funcionamento se dá através de palestras, paródias e discussões que acontecem no ambiente escolar para alunos e familiares que tem filhos entre o quarto e o quinto ano. Ao todo cerca de 300 crianças e mais de 100 famílias estão envolvidas. 

Cinco escolas estão sendo atendidas, Severino Marinheiro, Frei Damião, Joaquim Medeiros, Luiz Gonzaga Buriti e Cícero Francisco, todas as instituições escolares ficam na zona urbana onde segundo o MPT está o foco do problema. 

A coordenadora da secretaria de educação Patrícia Oliveira Mota falou com com a nossa reportagem e detalhou o projeto. 

Ela disse que o trabalho é feito pelos professores, coordenadores e gestores e que os mesmos recebem acompanhamento da secretaria de educação e do Ministério Público do Trabalho. 

A coordenadora se mostrou otimista no sentido dos resultados que devem ser alcançados a longo prazo "nós vamos avançar e certamento diminuir essa mazela social que o trabalho de crianças, nossa sociedade vai entender que o lugar delas é na escola" pontuou Patrícia. 

  

O candidato Ricardo Coutinho, que tenta a reeleição para o Governo da Paraíba pela coligação ‘A Força do Trabalho’, tem agenda cheia com compromissos de campanha pelo Sertão do estado nesta quinta-feira (16).

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Às 15h, participa de ato público no município de Brejo dos Santos, na Rua Manoel Emídio, Centro da cidade.

Uma hora mais tarde, estará presente em outro ato público, desta vez em Catolé do Rocha, na Rua Francisco Maia, em frente ao INSS, seguindo, logo após, para evento semelhante em Brejo do Cruz, na Rua João Agripino, Centro.

Em São Bento, às 18h30, estará no primeiro comício da noite, na Praça Antenor Navarro, Centro. Às 20h segue para Paulista, onde participará de comício na Rua João Câncio, Quadra Central.

Em Pombal, às 21h, estará no último comício da noite, fechando os compromissos do dia, na Rua Anchieta Ferreira de Alencar , bairro Pereiros.

correio 
Quatro vereadores da legenda, em Campina Grande, manifestaram apoio e aderiram à campanha de Cássio Cunha Lima nesta quarta-feira (16) .

Um dia após a direção estadual do Partido Republicano da Ordem Social (Pros) anunciar o apoio no segundo turno à candidatura a governador do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), da coligação “A Vontade do Povo”, quatro vereadores da legenda, em Campina Grande, se engajaram, ontem, à campanha do tucano. No primeiro turno, o deputado Major Fábio disputou o governo pelo Pros.
A adesão foi feita, ontem, na sede da Associação Campinense de Imprensa (ACI), durante entrevista coletiva. Ao lado do presidente estadual da legenda, Moisés Gouveia, e da ex-candidata ao Senado Leila Fonseca, os vereadores Alexandre do Sindicato, Ivan Batista, Cícero Buchada e Pimentel Filho se somaram ao projeto do PSDB.
"Nós não fomos por trás nem através de gestos não republicanos declarar apoio. Estamos aqui, diante da imprensa e da população campinense para anunciar em alto e bom som que o melhor para a Paraíba é Cássio Cunha Lima governador", discursou inicialmente Alexandre, que preside o partido em Campina.
Representando Cássio, o vice-prefeito Ronaldo Cunha Lima Filho (PSDB) compôs a mesa na companhia do prefeito Romero Rodrigues (PSDB), além do presidente da Câmara Municipal, Nelson Gomes Filho (PRP), e do Cabo Gilberto Silva, candidato a deputado estadual que conseguiu 4.012 votos. "Fica o nosso agradecimento, em nome de Campina Grande, por essa decisiva manifestação de apoio neste momento, às vésperas da eleição", registrou Ronaldinho.
OUTRA ADESÃO
O primeiro secretário do Pros em Campina Grande, Irmão Cézar, que foi candidato a deputado estadual, totalizando 5.047 votos e ficando entre os dez mais votados para a Assembleia Legislativa em 36 municípios, também anunciou apoio a Cássio.

jp
BRASÍLIA – Apontado como mentor do esquema do mensalão, o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu poderá cumprir pena em prisão domiciliar a partir de segunda-feira. Ele foi condenado a sete anos e 11 meses de prisão, e cumpre a pena desde 15 de novembro do ano passado. No entanto, como ele trabalha, conseguiu reduzir 142 dias da pena.
Segundo a legislação penal, o preso ganha um dia de liberdade em troca de três trabalhados. Dirceu é auxiliar administrativo no escritório do advogado José Gerardo Grossi, um renomado criminalista de Brasília. Depois de cumprir um sexto da pena, Dirceu pode trocar o regime semiaberto, em que pode sair para trabalhar durante o dia e voltar para a prisão à noite, pelo aberto, em que pode ficar em casa.
Matematicamente, ele teria direito ao benefício em março de 2015. Mas, segundo a Vara de Execuções Penais (VEP) do Distrito Federal, com os dias descontados da pena isso já pode acontecer na segunda-feira. Caberá ao ministro Luís Roberto Barroso, relator do processo do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF), analisar o pedido da defesa, que ainda não foi formalizado.
Pela mesma regra, o ex-deputado Valdemar da Costa Neto (PR-SP) deixará a prisão em 16 de dezembro de 2014. A data deverá ser antecipada ainda mais, porque ele continua trabalhando em um restaurante de Brasília. Valdemar foi condenado a sete anos e dez meses de prisão e foi para a Penitenciária da Papuda em 5 de dezembro do ano passado.
O regime aberto deve ser cumprido em uma casa do albergado. Como não há esse tipo de instituição no Distrito Federal, Barroso tem determinado a prisão domiciliar a quem já pode deixar o semiaberto. Pelo sistema, o preso fica em casa das 21h às 5h e não pode viajar sem autorização judicial.
O ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, os ex-deputados Bispo Rodrigues (PR-RJ) e José Genoino (PT-SP), além do ex-tesoureiro do PL (atual PR) Jacinto Lamas já estão no regime domiciliar. Eles também saíram antes do regime semiaberto por terem trabalhado ou estudado durante o cumprimento da pena.
O ex-deputado João Paulo Cunha (PT-SP) foi condenado a seis anos e quatro meses de prisão. Teve até agora apenas 24 dias descontados da pena, segundo informação da VEP. Está marcado para o dia 30 de janeiro de 2015 a transição dele do regime semiaberto para o aberto.