EM DESTAQUE

Inep divulga hoje gabaritos da segunda aplicação do Enem

Os candidatos que fizeram a segunda aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no último fim de semana, dias 3 e 4, terão acesso ...

Rádio Online

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

PESQUISA: PARA 71,4% DOS PARANAENSES O IMPEACHMENT É LEGÍTIMO

Levantamento do Instituto Paraná revelou que a rejeição à presidente da República Dilma Rousseff é de 84,4% no Paraná. Apenas 12,2% aprovam a condução do País pela petista e 3,4% não souberam ou não quiseram opinar. A rejeição se confirma com o percentual dos paranaenses favoráveis ao impeachment: 62,4% se disseram a favor do afastamento da presidente. Menos de um terço, 28,7%, são contra e para 5,8% não faz diferença. Outros 3,1% não souberam ou não quiseram responder.
Com relação ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), 82,7% dos entrevistados defenderam o afastamento do parlamentar da presidência da Casa e só 8% se declararam contrários. Para 6% não faz diferença e 3,3% não souberam ou não quiseram opinar.

Fora Dilma... e Cunha

Os paranaenses querem ver Dilma fora do Planalto antes de Cunha deixar a presidência da Câmara. Para 32,2% dos entrevistados, Dilma deveria sair primeiro. Outros 31,4% acham que Cunha deveria ser o primeiro a deixar o cargo, mas 32,6% querem ambos fora dos gabinetes o quanto antes. Apenas 3,8% não souberam ou não quiseram opinar.

Não é golpe

Depois de ouvir 1.520 pessoas em 60 municípios paranaenses, o Instituto Paraná confirmou que a grande maioria da população do estado não acha que o processo de impeachment de Dilma se trata de um golpe. Para 71,4% o discurso do PT não cola e o afastamento de Dilma seria legítimo. Outros 24,7% partilham da visão de que o governo seria vítima de um golpe e 4% não souberam ou não quiseram responder.
Proxima Anterior Inicio