EM DESTAQUE

Conselheiro do TCE elogia processo de transição em Juazeirinho

O prefeito Jonilton Fernandes esteve em João Pessoa essa semana em reunião com o Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado - TCE - Dout...

Rádio Online

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Termina nesta quarta-feira prazo para emplacamento de 'cinquentinhas'

Cerca de 30 mil dos 40 mil ciclomotores existentes na Paraíba não serão emplacados no calendário estabelecido pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran), que será encerrado hoje. A previsão é do diretor de Operações do órgão, Orlando Soares, já que até a manhã de ontem apenas 8.400 veículos, cerca de 20% do total, estavam regularizados. O prazo não será prorrogado e os veículos devem ser apreendidos pelos órgãos de fiscalização.

Orlando Soares garante que o calendário de emplacamento foi suficiente para os proprietários das 'cinquentinhas' regularizarem seus veículos e que a maioria deixou para as últimas semanas, sobrecarregando os serviços do Detran em todas as cidades onde foi disponibilizado. Ele previu que a quantidade máxima de veículos regularizados chegue a apenas 10 mil.

O diretor da 1ª Circunscrição de Trânsito (Ciretran), em Campina Grande, Rossandro Agra, apontou vários fatores que dificultaram o processo de emplacamento de muitos ciclomotores. Entre eles estão a demora das concessionárias em inserir as motos no Registro Nacional de Veículos (Renavam) e os problemas encontrados pelos proprietários para a obtenção de notas fiscais originais ou recibos de compra e venda para comprovar a propriedade.

Outra dificuldade enfrentada pelos proprietários das 'cinquentinhas' foi a demora para a realização da vistoria obrigatória antes do emplacamento. Como o sistema de agendamento do serviço pela internet só aceita pedidos com a placa do veículo, os donos de ciclomotores não conseguem agendar. Todos foram forçados a comparecer às sedes do Detran e entrar em filas para conseguir acessar o serviço. “Esta semana passamos a oferecer um agendamento à parte do sistema, mas ele está marcando o serviço apenas para janeiro”, explica o diretor da Ciretran.

Para os que perderem o calendário de emplacamento, o Detran alerta que os órgãos de fiscalização de trânsito estão orientados a recolher todos os ciclomotores que estiverem circulando irregularmente. Como não estão emplacados, seus proprietários não pagarão multas, mas só poderão reaver os veículos quando eles forem emplacados.  

Proprietários de veículos madrugaram

Uma madrugada de chuva, frio e incerteza. Essas foram as dificuldades enfrentadas por muitos proprietários de ciclomotores que ontem tentaram realizar vistorias de seus veículos na 1ª Ciretran, em Campina Grande, para conseguir emplacar suas 'cinquentinhas'. O serviço disponibilizou fichas para apenas 60 atendimentos.

O marceneiro Emanuel Barros, 20 anos, chegou antes das 3h e conseguiu a ficha 57 para a vistoria. Ele explicou que a demora no registro da moto no Renavam pela concessionária foi o motivo do atraso, mas reclamou que o atendimento da Ciretran foi insuficiente.

O diretor da Ciretran, Rossandro Agra, informou que nos últimos meses, 25 dos 99 servidores do órgão estiveram dedicados ao atendimento aos usuários e que não poderia ampliar o serviço para não comprometer o atendimento.
Proxima Anterior Inicio