EM DESTAQUE

Comissária sobrevivente defende piloto: "Morreu como herói"

A comissária de bordo sobrevivente do voo com o time da Chapecoense, Ximena Suárez Otterburg saiu em defesa do piloto Miguel Quiroga, que ...

Rádio Online

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

BRASIL FECHOU 1,54 MILHÃO DE VAGAS FORMAIS DE TRABALHO EM 2015

O Brasil fechou 1.542.371 postos de trabalho formal em 2015, informou o Ministério do Trabalho nesta quinta-feira, 21. De acordo com o dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o número representa queda de 3,74% em relação ao estoque (número total de empregos formais) do ano anterior.

O estoque de empregos para o mês de dezembro de 2015 atingiu o total de 39.663.114, resultado inferior ao registrado em dezembro de 2014 (41,205 milhões) e de dezembro de 2013 (40,785 milhões).

O resultado de 2015 foi o pior para um ano, considerando a série ajustada do Ministério do Trabalho, que tem início em 2002. Na série sem ajustes, é o pior desempenho desde 1992, quando teve início a contabilização dos empregos formais pelo governo.

Os setores que mais registraram queda em 2015 foram a indústria de transformação e a construção civil - 608.878 e 416.959 vagas, respectivamente.

A agropecuária foi o único setor que apresentou resultado positivo em 2015, com 9.821 postos de trabalho a mais do que no ano anterior.

"2015 foi um ano difícil. Os números não são bons", disse o ministro Miguel Rossetto. "Mas as conquistas dos últimos anos estão preservadas, pois o estoque de empregos continua alto", completou.

Ele rebateu as críticas de que o ano passado destruiu conquistas do País. "Não é correto afirmar que 2015 destruiu as conquistas dos últimos anos. Continuamos com mercado formal elevado no país. Mesmo que os números não tenham sido positivos", reforçou Rossetto. 

MINISTÉRIO DO TRABALHO
Proxima Anterior Inicio