Sessão da Câmara de Salgadinho

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

CERVERÓ CONTA QUE RENAN COBROU PROPINA E AMEAÇOU TIRAR-LHE O CARGO

Durante uma reunião em 2012 com Nestor Cerveró, ex-diretor da Área Internacional da Petrobras, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), reclamou do atraso no pagamento de propina acertada e ainda ameaçou retirar apoio político para sua permanência no cargo. A denúncia é do próprio Cerveró, em depoimento sob acordo de delação premiada, na Operação Lava Jato.

Por meio de nota, Calheiros informou que já prestou as informações requeridas e que está à disposição para novos esclarecimentos.

Preso há um ano, Cerveró já foi condenado pelo juiz federal Sergio Moro por diversos crimes como corrupção e lavagem de dinheiro.

Ele ainda responde a outros processos, pendentes de sentença, e no fim de 2015 fez acordo de delação premiada, homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

LF/diário do poder 
Share:

Conselheiros do OD de Soledade

Curta Prefeitura de Assunção

Taperoá: Prefeito promete recuperação do Celso Mariz

Rádio Online