EM DESTAQUE

Conselheiro do TCE elogia processo de transição em Juazeirinho

O prefeito Jonilton Fernandes esteve em João Pessoa essa semana em reunião com o Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado - TCE - Dout...

Rádio Online

sábado, 9 de janeiro de 2016

Governo e sociedade debateram sobre situação emergencial em Juazeirinho em audiência pública.

Um problema antigo, mas com desafio novos. O Mosquito Aedes Aegypti tem levado cada vez mais governo e sociedade a tomarem atitudes para que os casos de dengue, a febre Chinkungunya e o Zyca Virus não venham aumentar e transformar em epidemia.

De acordo com a Secretaria de Saúde, Juazeirinho está em estado de alerta com um índice de 3.3 percentuais de infestação predial. Mesmo 70% dos municípios paraibanos tendo índices mais elevados, mas a situação não está em uma zona de conforto e todo cuidado deve ser tomado, alerta a Coordenadora da Atenção Básica, a enfermeira Daniela.

Nessa segunda feira (30) a Secretaria de Saúde promoveu um amplo debate em sua audiência pública, onde na oportunidade apresentou seu plano de contingência de combate à dengue.

Diversos segmentos da sociedade participaram como comercio (posto de Combustível Ello), igreja (Assembleia de Deus), profissionais da saúde, vereadores (Sandra Paulino, Emanuela Roma e Martins Júnior), secretários Municipais, Conselho de Saúde e o Prefeito Jonilton Fernandes.

Na oportunidade o Prefeito Jonilton Fernandes colocou toda a estrutura administrativa a disposição para combater o mosquito, mas que ainda não é suficiente, pois a dengue é um problema de todos e que cada um deve fazer a sua parte.

Diversas ações serão realizadas para que Juazeirinho possa controlar o índice. Algumas estratégias foram apresentadas como: 

• Dia D da Faxina
• Oficina para agentes públicos e sociedade civil
• Publicidade das ações de combate ao mosquito da dengue
• Qualificação dos profissionais da rede de assistência
• Desenvolvimento do sistema de monitoramento de gestante e crianças até 2 anos de idade
• Campanha publicitária
• Implantação do aplicativo eletrônico “xô Dengue” para denúncia.

LF secom
Proxima Anterior Inicio