EM DESTAQUE

Inep divulga hoje gabaritos da segunda aplicação do Enem

Os candidatos que fizeram a segunda aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no último fim de semana, dias 3 e 4, terão acesso ...

Rádio Online

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

MESMO PRESO, JOSÉ DIRCEU RECEBIA MENSALÃO DA EMPREITEIRA UTC

Mesmo quando já se encontrava preso, cumprindo pena de prisão na Papuda em razão da corrupção do mensalão do PT, o ex-ministro da Casa Civil e braço direito do então presidente Lula, José Dirceu continuava recebendo mensalão de R$ 115 mil menais.

A informação, em depoimento sob delação premiada, é de Walmir Pinheiro Sanana, ex-diretor financeiro da UTC Engenharia, e confirma revelação já feita pelo ex-patrão Ricardo Pessoa, chefe do "clube de empreiteiras" que fraudou licitações e combinou contratos para roubar a Petrobras.

Os valores foram definidos em "contrato de consultoria", aliás, duas vezes atualizados por termos aditivos. Segundo Walmir, Luís Eduardo, irmão do ex-ministro, foi algumas vezes na UTC tratar com ele sobre estes pagamentos. Ele contou que os termos aditivos foram celebrados quando José Dirceu estava preso: um realizado em 11 de fevereiro de 2013 e o outro em 11 de fevereiro de 2014. O contrato original é datado de 29 de fevereiro de 2012.

advogado de José Dirceu, Roberto Podval, afirmou em nota, que "todos os pagamentos foram declarados e contabilizados e que o serviço foi prestado antes da prisão de José Dirceu. Como o pagamento foi parcelado, ainda havia dinheiro a ser recebido por Dirceu, mesmo ele estando preso", diz a nota. Com Diário do Poder 
Proxima Anterior Inicio