EM DESTAQUE

Comissária sobrevivente defende piloto: "Morreu como herói"

A comissária de bordo sobrevivente do voo com o time da Chapecoense, Ximena Suárez Otterburg saiu em defesa do piloto Miguel Quiroga, que ...

Rádio Online

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

MPPB abre inquérito contra a Petrobras pela falta de gasolina em postos da PB

O Procon do Ministério Público da Paraíba abriu inquérito civil contra a Petrobras, conforme informou o promotor do MP Procon Glauberto Bezerra na manhã desta terça-feira (5). O inquérito visa apurar a responsabilidade da Petrobras no desabastecimento de combustíveis que vem ocorrendo no Estado nas última semanas. “Vamos investigar improbidade administrativa, vamos investigar qualquer crime que tenha sido cometido e devemos aplicar multa por danos morais coletivos”, disse o promotor.

A declaração foi dada durante reunião presidida pelo procurador-geral de justiça Bertrand Asfora com representantes do Procon de João Pessoa, dos postos de combustíveis, da Companhia das Docas, e dos Sindicatos do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo (Sindipetro) e da Indústria de Fabricação do Álcool (Sindalcool).

Desde o atraso de um carregamento de combustíveis na semana do natal, o abastecimento no Estado não foi mais normalizado. Embora um navio tenha chegado no dia 29 já falta gasolina em alguns postos desde ontem. De acordo com a diretora da Companhia das Docas, Gilmara Temóteo, está confirmada a chegada de um novo navio na próxima quinta-feira com 10 toneladas de gasolina. A distribuição do combustível ocorreria na sexta e sábado, mas até lá muitos postos já devem estar sem combustível.

Gilmara Temóteo afirmou que se reunirá amanhã, no Rio de Janeiro, com o diretor de distribuição da Petrobras na presença do governador Ricardo Coutinho. Na ocasião, a diretora pretende pedir esclarecimentos sobre o desabastecimento e questionar sobre a possível saída da Petrobras do Porto de Cabedelo. Há especulações de que a empresa deixaria de abastecer o porto paraibano, centralizando as operações no porto de Suape, em Pernambuco.

jp
Proxima Anterior Inicio