EM DESTAQUE

Incêndio entre Junco do Seridó e Assunção é considerado o maior desastre ambiental da região do seridó e cariri

Entre Junco do Seridó e Assunção, a mata está sendo destruída há vários dias por conta de um incêndio incontido pelos bombeiros. O fo...

Rádio Online

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

AÉCIO DIZ QUE ESTÃO TENTANTO AFUNDÁ-LO NO "MAR DE LAMA" DO PT

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) afirmou que vai "interpelar" Fernando Moura por citar seu nome em delação premiada. Moura disse que Aécio recebia "um terço" da propina desviada da estatal de Furnas. De acordo com o senador, esta é uma tentativa de "envolver o PSDB e o meu nome nos escândalos investigados pela operação Lava Jato".

"Estou sendo alvo de declarações criminosas feitas por réus confessos e que se limitam a lançar suspeições absurdas, sem qualquer tipo de sustentação que não a afirmação de que 'ouviu dizer'", afirmou Aécio.

Para ele, as declarações são tentativas para "afundar a todos no mar de lama no qual hoje estão atolados os principais dirigentes do PT" feitas sem indícios ou provas e perdem credibilidade pelas incorreções que são apontadas nos depoimentos de Fernando Moura. "Chama atenção as inúmeras contradições em que ele tem incorrido e que vêm sendo tratadas pela imprensa."

Ainda segundo o senador Aécio, o depoimento é uma tentativa de afastar os holofotes da crise política vivenciada pelo PT. "É parte de uma estratégia que busca unicamente diminuir a enorme dimensão dos graves crimes cometidos pelo PT e seus aliados."
Proxima Anterior Inicio