EM DESTAQUE

Comissária sobrevivente defende piloto: "Morreu como herói"

A comissária de bordo sobrevivente do voo com o time da Chapecoense, Ximena Suárez Otterburg saiu em defesa do piloto Miguel Quiroga, que ...

Rádio Online

domingo, 14 de fevereiro de 2016

Cabo da PM é assassinado a tiros em Santa Rita, na Grande JP

JP-Um cabo da Polícia Militar foi assassinado a tiros na noite de sábado (13) no distrito de Várzea Nova, que fica na cidade de Santa Rita, Região Metropolitana de João Pessoa. Segundo informações colhidas pela polícia no local do crime, o cabo teria sido atingido por três disparos de arma de  fogo na cabeça e morreu ainda no local. O assassinato teria ocorrido durante uma troca de tiros entre o policial e uma pessoa ainda não identificada. Também uma mulher foi assassinada no mesmo local. A polícia continua em diligências em busca do autor do duplo homicídio, mas informações dão conta de que já existe um possível suspeito responsável pela autoria do crime.

De acordo com informações preliminares colhidas pela polícia no local do crime, um suspeito se aproximou de um bar no qual o cabo João Laurentino do Nascimento, de 48 anos, do 7º Batalhão de Polícia Militar, estava com amigos. Ele teria sacado um révolver e efetuado diversos disparos na direção do bar onde PM estava. O cabo Laurentino teria pego a arma e entrado em uma troca de tiros, mas foi atingido na cabeça e morreu no local antes mesmo de ser socorrido.

No mesmo bar, estava uma mulher grávida de sete meses, identificada como Marionalva Melo Pereira, de 20 anos, que também foi atingida. Ela era garçonete do bar e possivelmente era o alvo dos bandidos. A mulher ainda chegou a ser socorrida para o Hospital de Emergência e Trauma da capital com vida, contudo não resistiu aos ferimentos e morreu. O bebê também não resistiu. Até as 8h deste domingo (14) não foram divulgadas mais informações sobre o caso, motivo pelo qual não se sabe com exatidão quem era o real alvo do criminoso.

Este é o segundo assassinato de policiais militares esse mês na Região Metropolitana de João Pessoa. O último caso foi registrado na noite da quinta-feira (4), quando um tenente do serviço de inteligência foi morto durante uma ação policial no bairro de Mangabeira, Zona Sul da capital.

NOTA

Por volta das 10h15 deste domingo (14) a assessoria de comunicação da Polícia Militar divulgou uma nota à imprensa revelando mais detalhes sobre o caso.

"A Polícia Militar da Paraíba lamenta o falecimento do cabo João Laurentino do Nascimento, que era lotado no 7º Batalhão e tinha 24 anos de serviço à corporação. Foi morto ao tentar deter um criminoso que acabara de assassinar uma mulher na noite de sábado (13), por volta das 20h30, em Várzea Nova. A Corporação lhe prestará as homenagens devidas, reconhecendo seu ato de coragem e demonstração de compromisso com a causa policial"


* A matéria foi alterada por volta das 10h30 para acrescentar informações da Polícia Civil sobre o caso, os nomes das vítimas e a nota da PMPB.
Proxima Anterior Inicio