EM DESTAQUE

JUAZEIRINHO: GOVERNO AVANÇA NA SEGURANÇA HÍDRICA E MANTÉM RITMO FORTE DE TRABALHO

Programa Água Doce na Barra  O governo da cidade de Juazeirinho avança como se não fosse terminar em 31 de dezembro. O ritmo de trabalh...

Rádio Online

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Cem mil eleitores estão com o título cancelado - prazo para biometria está terminando

JP-Mais de 100 mil pessoas tiveram os títulos cancelados e suspensos nos dois maiores colégios eleitorais da Paraíba. Nas cinco zonas eleitorais do município de João Pessoa, foram registrados 58.466 cancelamentos e 3.847 suspensões, o que representa 13% do total de eleitores aptos, os quais chegam a 481.427.    

Em Campina Grande, a Justiça cancelou nas quatro zonas 34.799 títulos e suspendeu, 3.677, o equivalente a 14,2% dos aptos a votar hoje: 270.022. Os cancelamentos incluem as pessoas que não votaram nas últimas três eleições, não justificaram nem regularizaram a situação junto à Justiça Eleitoral. 

A regularização poderá ocorrer até 4 de maio. Os eleitores que deixaram de votar e não justificaram a ausência do voto também deverão pagar uma multa no valor de R$ 3,51 por turno não justificado. O cancelamento do título de eleitor impede que o cidadão tire passaporte, participe de concurso público, assuma cargos públicos, obtenha empréstimo na rede bancária oficial, tire CPF e até mesmo receba salário, no caso de servidores públicos, pessoas que trabalhem em fundações governamentais, empresas, institutos e sociedades de quaisquer natureza.



Não são incluídos na lista de títulos cancelados os eleitores considerados facultativos: analfabetos, maiores de 70 anos e os que têm entre 16 e 18 anos. Também não foram cancelados os documentos de pessoas portadoras de deficiência que torne impossível ou extremamente oneroso o cumprimento das obrigações eleitorais. Em relação aos suspensos, a chefe do cartório da 17ª Zona Eleitoral, Sandra Farias Cavalcante, explicou que neste item estão inclusos os condenados pela Justiça e os interditados. A interdição consiste na restrição do exercício de direitos de pessoas que demonstrem incapacidade.
Proxima Anterior Inicio