Entrevista da semana com a Diretora do Hospital de Taperoá

Entre os municípios de Juazeirinho e Assunção, automóveis e condutores irregulares represetam perigo constante

Quem trafega pelas rodovias federal BR 230 e estadual PB 228 nas proximidades dos municípios de Assunção e Juazeirinho, se depara constantemente com automóveis e condutores irregulares sem qualquer fiscalização.  

Eles oferecem o tempo todo o risco de um acidente que pode custar a vida deles, ou de outras pessoas. São motoqueiros conduzindo até quatro pessoas numa motocicleta,  alguns embriagados ou sob efeito de entorpecentes, motoristas conduzindo caçambas e outros carros sem iluminação no turno da noite, além de outras ilegalidades. 

Nesses dois municípios acidentes são frequentes, mortes também, mesmo assim a Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Rodoviária Estadual, não praticam nenhum tipo de campanha de conscientização, tão pouco fiscalização. 

Nossa reportagem flagrou duas irregularidades, uma na PB 228
e outra na BR 230. Uma caçamba e uma moto trafegando a noite,
sem iluminação.
A sociedade também não contribui, quando muito realiza um protesto mediano pedindo quebra molas, a exemplo do que foi feito em Assunção após a morte mais recente no trânsito. Após protesto marcado por quebra, quebra, construíram mais de uma dezena de lombadas em menos de mil metros, mas o problema central não foi sequer debatido, a presença de um menor de idade pilotando uma motocicleta, que na verdade foi um agravante nesse, como em outros acidentes.     

Nossa reportagem apela para que as autoridades tomem providências e ao povo para que saiba realmente o que cobrar.

LF/redação do cariri 
Share:

Taperoá: Prefeito promete recuperação do Celso Mariz

Entrevista da semana

Rádio Online

Jurandi sobre mudança no Hospital