EM DESTAQUE

Incêndio entre Junco do Seridó e Assunção é considerado o maior desastre ambiental da região do seridó e cariri

Entre Junco do Seridó e Assunção, a mata está sendo destruída há vários dias por conta de um incêndio incontido pelos bombeiros. O fo...

Rádio Online

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Homem é ferido e perde visão ao reagir assalto no cariri

Josicleudo Leite, 30 anos, conhecido como “Dodó”, passou por uma cirurgia nesta quarta-feira (24) no hospital da Facisa, em Campina Grande, onde ficou constatada a perda de 100% da visão do seu olho direito.
“Dodó”, que reside no sítio Malhada Vermelha, setor norte do município de Santo André, é mais uma vítima da violência que assola a Paraíba. Ele reagiu a uma tentativa de assalto no último domingo (21) a tarde e, por pouco, não perdeu a vida.
Os médicos que o atenderam, disseram que ele nasceu de novo, pois sofreu um tiro de revólver e o projétil entrou na sua testa, perfurou o céu da boca, cortou um pedaço da língua, e está na faringe. Os médicos não vão realizar uma cirurgia para retirada do projétil porque não vai causar nenhum problema à sua saúde.
Entenda o caso
“Dodó”, que é filho de Francisca de Ouriques Militão, estava na casa da namorada enquanto deixou sua motocicleta do lado de fora e com a chave na ignição.
Dois bandidos em outra motocicleta e que haviam acabado de assaltar uma banca de jogo na cidade de Santo André, fugiam em direção a Juazeirinho, que fica na divisa. Ao passarem pelo local, perceberem a motocicleta de “Dodó” com a chave na ignição, pararam e decidiram roubá-la.
Neste momento alguém viu a ação e entrou dentro de casa gritando: “Dodó”, estão roubando tua moto!”. Desesperado, o homem correu atrás dos meliantes e entrou em luta corporal com um deles. Neste momento, o outro comparsa disparou contra “Dodó”, porem o revólver não disparou.
Como a arma do assaltante falhou, “Dodo” foi para cima dele, que atirou novamente e, desta vez, o tiro saiu e quase deu cabo da vida do santoandreense.
Depois disso, os bandidos fugiram sem conseguir levar a motocicleta.
Apesar de ter perdido o olho direito, “Dodó” passa bem e deve receber alta a qualquer momento do Hospital de Emergência e Trauma da cidade de Campina Grande, onde está internado desde domingo após o fatídico incidente.
Com Heleno Lima

Proxima Anterior Inicio