EM DESTAQUE

Incêndio entre Junco do Seridó e Assunção é considerado o maior desastre ambiental da região do seridó e cariri

Entre Junco do Seridó e Assunção, a mata está sendo destruída há vários dias por conta de um incêndio incontido pelos bombeiros. O fo...

Rádio Online

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

JAQUES WAGNER DIZ QUE LULA "JAMAIS SE INTIMIDARÁ"

O ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, saiu nesta segunda-feira, 29, mais uma vez, em defesa do ex-presidente Lula, alvo de investigações da Operação Lava Jato.

No Twitter, o ministro escreveu que Lula é “forte e resiliente” e “jamais se intimidará”, ressaltando que as denúncias envolvendo o nome de Lula são “injustas” e o fortalecerão.

“O povo brasileiro pode ter certeza de que Lula jamais se intimidará. Em vez de enfraquecê-lo, como esperam seus adversários, os reiterados e injustos ataques dos quais tem sido vítima nas últimas semanas só aumentam a vontade dele de continuar lutando por um Brasil mais justo”, escreveu Wagner. “A verdade é que o maior líder popular do Brasil permanece forte e resiliente”.

O ministro ainda lembrou a participação de Lula na festa de 36 anos do PT neste fim de semana e disse que o ex-presidente está ainda mais motivado e disposto a defender o governo da presidente Dilma Rousseff “e o projeto de inclusão que ele representa”.

As afirmações desta segunda acontecem em meio a saída do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, da pasta; Wellington Cesar assume seu lugar, indicado por Wagner a Dilma. Cardozo vai para a Advocacia-Geral da União (AGU), no lugar de Luís Inácio Adams.

Cardozo decidiu entregar o cargo à Dilma por forte pressão do PT após rumores de que Lula é alvo de quebras de sigilos bancário, telefônico e fiscal.



O novo ministro da Justiça tem poder de trocar o diretor-Geral da Polícia Federal. Delegados federais e investigadores repudiam mudança por pressão partidária e temem futuro da Lava Jato.
Proxima Anterior Inicio