Notícias com Polêmica Paraíba

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Juiz manda prender marqueteiro de Lula e Dilma -

DP-A 23ª fase da Operação Lava Jato foi deflagrada pela Polícia Federal nesta segunda-feira (22), que tem como um dos alvos o marqueteiro das campanhas do PT, João Santana, contra quem foi expedido um mandado de prisão. A nova fase, batizada de Operação Acarajé (dinheiro vivo), cumpre 51 mandados, sendo dois de prisão.

Esta fase da Lava Jato tem como alvos também a empreiteira Odenrecht, que fez pagamentos a João Santana no exterior, e o operador de propinas Zwi Skornicki, também com prisão decretada, em cuja residência a PF havia encontrado, em mandado de busca e apreensão anterior, uma carta da mulher do marqueteiro indicando contas no exterior para receber pagamentos.

Santana se encontra no exterior, mas, esta semana, ele havia se colocado à disposição da Justiça para prestar esclarecimentos. A força-tarefa apurou que ele tem contas bancárias no exterior não declaradas à Receita Federal. A ação é realizada em São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador.

A Operação Lava Jato investiga um esquema bilionário de desvio e lavagem de dinheiro envolvendo a Petrobras e teve início em março de 2014.

O publicitário começou a ser investigado na  operação Lava Jato em um inquérito sigiloso depois que a PF apreendeu na casa do operador de propinas do esquema da Petrobras, Zwi Skornicki , um manuscrito atribuído à mulher de João Santana indicando contas dele fora do país.
Share:

Entrevista