EM DESTAQUE

Comissária sobrevivente defende piloto: "Morreu como herói"

A comissária de bordo sobrevivente do voo com o time da Chapecoense, Ximena Suárez Otterburg saiu em defesa do piloto Miguel Quiroga, que ...

Rádio Online

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Líderes da PB respondem a acusações criminais no STF, aponta mídia nacional

O senador Cássio Cunha Lima, líder do PSDB no Senado desde o ano passado, e o deputado federal Aguinaldo Ribeiro, escolhido para voltar a comandar a bancada do PP na Câmara Federal na última quarta-feira (24), foram citados pelo Congresso em Foco como líderes que respondem a acusações criminais no Supremo Tribunal Federal (STF).

O senador Cássio Cunha Lima é investigado no Supremo por crimes contra a ordem tributária e formação de quadrilha. Ao Congresso em Foco, ele disse que “o inquérito não interfere na minha atuação como líder. Aguardo, com serenidade, o desfecho da apuração”.

Já o deputado Aguinaldo Ribeiro, ex-ministro das Cidades, enfrenta dois processos no STF.Um diz respeito a crime da Lei de Licitações. O outro é referente à lavagem de dinheiro, corrupção passiva e quadrilha ou bando.

O deputado teve seu nome envolvido na operação Lava Jato, da Polícia Federal. Ele é suspeito de envolvimento em suposta formação de quadrilha para prática dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Segundo o doleiro Alberto Youssef, o paraibano se beneficiou do pagamento mensal de propina feito ao PP, com repasses da “cota” do partido no esquema da Petrobrás.


Proxima Anterior Inicio