EM DESTAQUE

Comissária sobrevivente defende piloto: "Morreu como herói"

A comissária de bordo sobrevivente do voo com o time da Chapecoense, Ximena Suárez Otterburg saiu em defesa do piloto Miguel Quiroga, que ...

Rádio Online

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

PB é escolhida por Estados Unidos para estudos sobre a zika

Nesta quinta-feira (11), o ministro da Saúde, Marcelo Castro, anunciou uma parceria entre o Ministério da Saúde, o governo da Paraíba e a agência do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos (CDC) para identificar fatores associados entre Zika e microcefalia no Estado. A ação deverá acontecer nos próximos dias.

Segundo a secretária de Estado da Saúde, Roberta Abah, a Paraíba foi o único local escolhido pois tem 95% de cobertura da natalidade e porque os primeiros casos foram diagnosticados no Estado. Além disso, conforme ela, a Paraíba já vem desenvolvendo uma pesquisa de cardiopatia que será ampliada para neurologia relacionada à Zika.

Abah informou que a pesquisa foi publicada, inclusive, no site da Organização Mundial da Saúde, chamando atenção de países como Austrália, Japão e Estados Unidos. 

Vacina
O ministro da Saúde também anunciou hoje o primeiro acordo internacional para desenvolvimento de vacina contra o vírus Zika. A pesquisa será realizada conjuntamente pelo governo brasileiro e a Universidade do Texas Medical Branch dos Estados Unidos.

Para isso, serão disponibilizados pelo governo brasileiro US$ 1,9 milhão nos próximos cinco anos. De acordo com o cronograma de trabalho, a previsão é de desenvolvimento do produto em dois anos.
Proxima Anterior Inicio