EM DESTAQUE

Comissária sobrevivente defende piloto: "Morreu como herói"

A comissária de bordo sobrevivente do voo com o time da Chapecoense, Ximena Suárez Otterburg saiu em defesa do piloto Miguel Quiroga, que ...

Rádio Online

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Secretário de Juazeirinho destaca descaso de alguns vereadores e lamenta postura da vereadora que viajou para o RJ

Por Jabel Júnior - Mais uma vez a Câmara de Juazeirinho escreve um capitulo da história sem a devida responsabilidade de seus mandatos. A “Casa do Povo” paga a seus representantes rigorosamente em dia um valor de R$ 4 mil por mês para se reunir apenas 2 vezes no mês.

Em 2012, o portal agita paraíba noticiou que a câmara municipal ficou dois meses praticamente fechada devido naquela época o ex-vereador e então presidente da casa Pascoal Matias abandonar o município e ir fazer um Tur por Miami e um Cruzeiro pelo Caribe. 

Após passar esses anos, parece que a história se repete. Atualmente, o município de Juazeirinho com aproximadamente 18 mil habitantes, um dos municípios mais importante da região corre o risco de ter vários serviços da saúde suspensos, a exemplo do Hospital e SAMU, além de não ter o início das aulas, prejudicando aproximadamente 3 mil alunos.

Tudo isso porque hoje, o município não tem uma lei que trata da estrutura organizacional básica, ou seja, não existem cargos de diretores e nem coordenadores.

A população está apreensiva, pois a qualquer momento o município pode receber a visita do CRM (Conselho Municipal de Medicina) e interditar o Hospital por não ter diretor clinico e nem administrativo.

A aflição começou na última quinta-feira (18) quando a Câmara de Juazeirinho, convocou os vereadores para uma sessão ordinária para apreciação do Projeto de Lei que trata sobre essas contratações e dos 11 vereadores apenas 5 compareceram. 

Dos 6 vereadores faltosos, um vem chamando atenção da mídia regional e tem deixado a população indignada. A vereadora Lirian Morais, conhecida como Lila de Alex, que deixou de participar da sessão e até onde se tem conhecimento não apresentou justificativa. 

A vereadora postou em rede social fotos de sua viajem feita ao Rio de Janeiro, onde dentre outras atividades estava a ida ao Show da banda de rock inglesa “The Rolling Stones” nesse sábado (20).

A vereadora teria embarcado no dia da sessão do aeroporto internacional de João Pessoa. Na noite da Sessão, o recinto da Câmara de Juazeirinho estava lotado por profissionais da saúde e educação, além de várias pessoas que foram para ver o posicionamento dos vereadores acerca do tão falado Projeto Lei.

Ao ficarem sabendo da atitude da vereadora, os munícipes se revoltaram chamando de vereadora sem compromisso com o povo.

A revolta é maior, pois a vereadora Lila de Alex já foi diretora administrativa do hospital (2009 a 2012) e sabe que aquela casa de saúde, assim como os demais serviços não funcionam sem ter uma direção.

Nada contra o show da banda de Londres que tem o astro Mick Jagger, mas a vereadora poderia ter indo após a sessão, já que daria tempo suficiente chegar na cidade maravilhosa e ainda fazer um Tur pela belíssima cidade que vai sediar as olimpíadas este ano.

Sem aprovação do PL 510/2009 o município de Juazeirinho segue sem sua Lei básica da estrutura Organizacional e sem poder contratar diversos profissionais para a saúde, educação, infraestrutura entre outras. 

Com a presença de mais um vereador e a vereadora se encaixa dentre estes, a sessão teria acontecido normalmente.

Os Vereadores presentes foram: Admilson de Pituta, Martins Junior, Sandra Paulino, Josa do PT e Bruno Lopes.

Os Vereadores ausentes: Arlete Cabral que apresentou atestado, Emanuelly Roma justificou alegando estar gravida e estava cansada e os demais não justificaram: Normelio Trajano, Níbia de Wellington, Kelma Virginia e Lila de Alex. 

Crédito da Foto: Facebook
Texto: Jabel Júnior



Proxima Anterior Inicio