EM DESTAQUE

Comissária sobrevivente defende piloto: "Morreu como herói"

A comissária de bordo sobrevivente do voo com o time da Chapecoense, Ximena Suárez Otterburg saiu em defesa do piloto Miguel Quiroga, que ...

Rádio Online

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Solução para o surto de Zika apenas com a vacina, apontam previsões

JP-Assuntos de interesse global e nacional, como a situação política do Brasil, a economia e as olimpíadas foram os temas discutidos na tarde de ontem em uma das mesas mais concorridas do Encontro para a Nova Consciência, em Campina Grande, sobre as previsões astrológicas de 2016 para o Brasil e o mundo. A mesa foi composta pelo sumo sacerdote Wagner Périco, da tradição de bruxaria Wanen, de São Paulo, pelo astrólogo carioca Waldemar Falcão, o escritor Johann Heyss, os tarólogos Giancarlo Kind Schmid, do Rio de Janeiro, e Alexey Dodsworth, de São Paulo, e Alexsander Lepletier, também do RJ.

Segundo o tarólogo Giancarlo Schmid, os casos de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, como dengue e zika, devem continuar a se manifestar de forma preocupante durante um tempo, já que as ações tomadas são muito mais paliativas. “A solução mesmo só deve vir com a vacina, tudo que foi feito até agora é paliativo”, concluiu.

Dentre as tendências apresentadas no tarô, Giancarlo Schmid mostrou que o arcano regente do mundo pede prudência nas decisões. “O arcano do eremita exige a necessidade de prudência, pede que as pessoas sejam mais parcimoniosas, porque as coisas devem caminhar de uma maneira mais paulatina. Reflete a questão da autossuficiência”, apontou. No caso do Brasil, o tarólogo disse que o arcano regente são os enamorados, o que mostra uma incerteza, uma dualidade entre situação e oposição, que permanece até o próximo 7 de setembro.

“De uma forma geral, o tarô mostra que o Brasil em 2016 está congelado e somente após setembro vai conseguir dar alguns passos positivos, vai conseguir reagir de alguma forma. E isso não é uma previsão pessimista, é uma previsão realista”, pontua.

No campo da economia, Giancarlo Schmid afirmou que o cenário também não é positivo. “A economia continua nesse chacoalhar, vai ser difícil melhorar, infelizmente continua patinando. Pode haver uma reação a partir também de setembro, mas não é algo de destaque positivo”, disse o tarólogo. Segundo Giancarlo, o destaque vai para os setores de educação e esportes, com a realização das Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro, que apesar das dificuldades e entraves, deve ser positiva.

O Encontro para a Nova Consciência encerrou ontem à noite, com palestras e apresentações culturais, a sua 25ª edição, realizada no Sesc Centro. Conhecido como um evento ecumênico, que reúne representantes de diversas religiões, a Nova Consciência é um encontro voltado para religiosos e não religiosos, já que a programação contempla assuntos de interesse social. Também foi encerrado durante a tarde de ontem, o 42º Movimento de Integração Espírita na Paraíba (Miep).

O Crescer, encontro promovido pela comunidade católica encerrou na tarde de ontem a sua 19ª edição, com uma missa presidida pelo bispo de Campina Grande, dom Manoel Delson, no Spazzio e com a consagração das famílias. Nos três dias do encontro, foram arrecadados mais de 3 toneladas de alimentos, que serão destinados a famílias carentes da cidade.

“Terminamos esses três dias refletindo sobre fé, esperança e caridade e conseguimos ver a adesão das pessoas e o benefício que o encontro traz para os fiéis”, avaliou Gustavo Lucena, coordenador do Crescer. Já o Encontro para a Consciência Cristã, que também foi encerrado ontem, já definiu o tema da próxima edição, em 2017, que será “A tua palavra é a verdade”.


Programação

  Carnaval de rua
A programação carnavalesca de Campina Grande também foi encerrada ontem, com o desfile do Bloco Jacaré do Açude Velho. Durante a noite, fechando o ‘Carnaval Folia de Todos’ se apresentaram as tradicionais escolas de samba da cidade.

   Missa de Cinzas
Encerrando o Carnaval e dando início ao tempo da Quaresma, que representa a preparação para a Páscoa, a Catedral de Campina Grande realiza hoje a tradicional Missa de Cinzas, às 17h, presidida pelo bispo diocesano dom Manoel Delson.
Proxima Anterior Inicio