EM DESTAQUE

Conselheiro do TCE elogia processo de transição em Juazeirinho

O prefeito Jonilton Fernandes esteve em João Pessoa essa semana em reunião com o Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado - TCE - Dout...

Rádio Online

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Vereador de cidade do cariri afirma que biometria eleitoral pode ter sido fraudada

A região do Cariri já ultrapassou em suas zonas eleitorais mais de 80% de eleitores revisados biometricamente.O TRE determinou que o recadastramento ocorra até o dia 18 de março e até lá a Justiça e líderes políticos incentivam os retardatários a se habilitarem para as próximas eleições. Acontece que em Santo André, no Cariri da Paraíba, um vereador denunciou uma prática irregular e que se confirmada pode fraudar as eleições no município.

O vereador João Batista recebeu informações de moradores de Juazeirinho que eram trazidos por líderes políticos para se recadastrarem na cidade utilizando comprovantes de residência de Santo André. “Uma das eleitoras chegou a dizer a todos os presentes na fila do recadastramento que morava em Juazeirinho”, disse João Batista.

O parlamentar não revelou nomes das lideranças que faziam essa prática, mas avisou que pedirá à Justiça Eleitoral uma vistoria nas casas dos últimos eleitores recadastrados no município.

Denúncia contra a gestão de Santo André

João Batista foi entrevistado no último sábado (27) na Serra Branca FM e fez ainda muitas críticas a atual gestão de Santo André, assim como graves denúncias. Uma destas foi a do uso de máquinas do PAC em obra federal no município, o que configura um duplo desvio: o de função e de verbas.

Recentemente, inclusive, reportagem do Fantástico revelou uma investigação feita pelo Ministério Público Federal que aponta 80 prefeitos da Paraíba desviando recursos de obras do Governo utilizando máquinas e insumos do próprio município em sua execução.

Segundo João Batista, as máquinas do PAC estão sendo empregadas na construção de uma quadra poliesportiva no município, obra federal que está em curso em Santo André.

O responsável pela construtora, Anchieta Anastácio, defendeu que as máquinas estão sendo empregadas pela prefeita Silvana Marinho para fazer o aterro do local onde está sendo construída a quadra e não na execução da obra. O vereador João Batista ainda assim estranhou o fato do aterro está sendo feito apenas depois da obra já está quase concluída, além de reclamar que as máquinas não estão servindo adequadamente aos moradores da zona rural.

De Olho no Cariri
Proxima Anterior Inicio