EM DESTAQUE

Conselheiro do TCE elogia processo de transição em Juazeirinho

O prefeito Jonilton Fernandes esteve em João Pessoa essa semana em reunião com o Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado - TCE - Dout...

Rádio Online

sexta-feira, 25 de março de 2016

Acusado de fraudes de R$ 350 mil na Paraíba é preso no RN

JP-Um homem acusado de aplicar golpes em vendas de carros na Paraíba foi preso na cidade de Mossoró, interior do Rio Grande do Norte, na quinta-feira (24). José Victor Fechine Peixoto, de 35 anos, era considerado foragido desde outubro de 2015, quando teve a prisão decretada pela Justiça paraibana por estelionato. Segundo o titular da Delegacia de Defraudações de João Pessoa, Lucas Sá, as fraudes cometidas pelo preso, somadas, geraram um prejuízo de mais de R$ 350 mil para as vítimas.

A prisão de José Victor aconteceu em um hotel de luxo. O delegado Lucas Sá, que investiga o caso, disse que ele vinha sendo procurado desde a expedição do mandado de prisão. “Ontem recebi uma informação que ele estaria neste hotel e repassei para a polícia do Rio Grande do Norte, que conseguiu encontrá-lo”, afirmou .

O acusado negociou pelo menos 15 veículos de forma fraudulenta na Paraíba. O delegado explicou que ele tinha duas formas de atuação. Na primeira, José Victor locava veículos com documentos falsos, não os devolvia e depois repassava a terceiros. Ele recebia o pagamento prometendo que depois repassaria os documentos para os compradores. O outro golpe aplicado por ele era o de comprar carros com cheques sem fundos, para depois revender.

Segundo Lucas Sá, após a fuga da Paraíba e antes de chegar ao Rio Grande do Norte, José Victor teve uma passagem pelo Ceará, onde fez mais vítimas. “Ele vive disso, de golpes. No hotel em que foi preso ele pagou uma dívida de R$ 4 mil com um cheque sem fundos”, completou. "Para se ter ideia, José Victor se vestiu de presidiário no Carnaval deste ano e já era foragido, demonstrando que não temia ser responsabilizado por suas fraudes investigadas pela DDF. Contudo, foi preso”, frisou o delegado.

José Victor Fechine está detido em um presídio de Mossoró, mas vai ser encaminhado para João Pessoa. O delegado disse que vai solicitar a transferência na segunda-feira (28).
Proxima Anterior Inicio