EM DESTAQUE

Comissária sobrevivente defende piloto: "Morreu como herói"

A comissária de bordo sobrevivente do voo com o time da Chapecoense, Ximena Suárez Otterburg saiu em defesa do piloto Miguel Quiroga, que ...

Rádio Online

sexta-feira, 25 de março de 2016

Empresário procurado por fraudes de R$ 350 mil na Paraíba é preso em hotel de luxo no RN

PC-Um empresário de 35 anos foi preso nessa quinta-feira (24) em um hotel de luxo na cidade de Mossoró, interior do Rio Grande do Norte. O suspeito era procurado pela justiça paraibana há anos por fraude em vendas de carros que ultrapassam R$ 350 mil. A prisão dele foi feita pela Polícia Civil do RN. Ele tinha mandado de prisão em aberto por estelionato.

De acordo o delegado Lucas Sá, titular da Delegacia de Defraudações de João Pessoa, o empresário é investigado pela Polícia Civil da Paraíba desde 2014 por fraudes relacionadas à negociação de veículos. “O suspeito negociou pelo menos 15 veículos de maneira fraudulenta, repassando os veículos a terceiras pessoas, de maneira que todos os veículos negociados foram destinados a locais ainda ignorados”, disse.

O delegado disse que o suspeito fugiu de João Pessoa há pelo menos um ano. “As investigações demonstraram que o mesmo teria permanecido um tempo considerável no interior do Ceará e que o suspeito continuou a praticar novas fraudes, com pelo menos mais sete vítimas nesta localidade”, falou.

Para despistar a ação policial, de acordo com Lucas Sá, o suspeito estava em constante mudança de endereço. Nesse tempo, outras vítimas teriam sido feitas pelo empresário, conforme levantando da DDF.

A prisão do suspeito ocorreu após uma denúncia anônima. A Polícia Civil da Paraíba comunicou o caso à PC do RN e uma equipe prendeu o foragido da justiça. “O homem estava hospedado no melhor hotel de Mossoró, local em que contraiu uma dívida de R$ 4 mil, que não foi quitada pelo suspeito, o que demonstra o seu perfil criminoso e o estilo de vida dele”, explicou Lucas Sá.

O empresário está preso na cadeia pública de Mossoró até que a justiça paraibana autorize a transferência dele para a Paraíba. “A transferência deverá ser realizado na próxima semana. Uma entrevista coletiva será marcada na Central de Polícia Civil de João Pessoa, assim que o suspeito for transferido, para apresentar os detalhes de suas condutas criminosas e da operação que resultou em sua localização e prisão”, avisou o delegado Lucas Sá.
Proxima Anterior Inicio