EM DESTAQUE

Conselheiro do TCE elogia processo de transição em Juazeirinho

O prefeito Jonilton Fernandes esteve em João Pessoa essa semana em reunião com o Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado - TCE - Dout...

Rádio Online

quinta-feira, 3 de março de 2016

Gervásio leva mais de 40 vereadores e quatro prefeitos para o PSB

O deputado estadual Gervásio Maia confirmou no final da manhã desta quinta-feira (3) a saída do PMDB e o ingresso no PSB. O anúncio aconteceu em uma entrevista coletiva acompanhada de perto pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) e outros 'caciques' socialistas, como o presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino. O agora ex-peemedebista está levando para o PSB todo o seu agrupamento político, que conta com mais de 40 vereadores e pelo menos quatro prefeitos.

“Não tenho mágoas [do PMDB], porque mágoas não fazem bem a ninguém. Saio para garantir que eu pudesse desempenhar meu trabalho, o trabalho que sempre desempenhei no PMDB”, afirmou Gervásio. O deputado destacou que até hoje tinha tido apenas o PMDB como legenda, mas destacou que é preciso ter reciprocidade entre políticos e partidos e que essa relação tinha acabado.

O descontentamento de Maia com o PMDB teve início quando houve quebra de um acordo firmado entre ele e o deputado federal Manoel Junior para implantação de um rodízio na presidência do diretório de João Pessoa. O acordo previa que Manoel Junior repassaria o comando do diretório para Maia no ano passado, o que não foi cumprido. O episódio deu início a uma série de conflitos internos no PMDB e queixas públicas de Gervásio Maia sobre a atuação do presidente estadual da sigla, o senador José Maranhão.

“A minha desfiliação do PMDB foi pensada e ocorreu com muita tranquilidade, porque eu sabia que da forma como as coisas estavam sendo levadas, o que estava prevalecendo eram aqueles que não tinham identidade ideológica com o partido”, destacou Gervásio Maia sobre a saída.

Entre os prefeitos levados por Gervásio para o PSB, dois estavam no PMDB: Márcia Mousinho, de Sertãozinho; e Daniel Dantas, de Maturéia. Os outros são Germano Lacerda, de Belém do Brejo do Cruz, que estava no PSC; e Tânia Mangueira, de Santana de Mangueira, que deixa o PTB.


O governador Ricardo Coutinho comemorou a entrada de Gervásio no PSB e relembrou que existe uma relação histórica entre eles desde a época do pai do deputado, que foi secretário do socialista na prefeitura de João Pessoa. “A história foi se desenvolvendo e agora o filho de Gervásio será o futuro presidente da Assembleia, em uma parceria que fizemos com o PMDB, mas que o PMDB não cumpriu com Gervásio Filho”, pontuou Ricardo, sem esconder que a relação com os peemedebistas já não é das melhores.

Quando perguntado diretamente se a ida de Gervásio para o PSB representaria o racha com o partido de José Maranhão, Ricardo desconversou. “Acho que isso tem que ser perguntado ao PMDB”, disse. Sobre o deputado Trócolli Júnior, que também pode migrar para o PSB, o governador afirmou que o parlamentar deve anunciar seu destino na próxima semana.JP

Proxima Anterior Inicio