EM DESTAQUE

Conselheiro do TCE elogia processo de transição em Juazeirinho

O prefeito Jonilton Fernandes esteve em João Pessoa essa semana em reunião com o Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado - TCE - Dout...

Rádio Online

terça-feira, 29 de março de 2016

JURO DO CHEQUE ESPECIAL VIRA CASO DE POLÍCIA: 293,9% AO ANO; O DOS CARTÕES, 447,5%

A taxa de juros do cheque especial virou mesmo um assalto que, como tal, é caso que deveria ser tratado em delegacia de polícia: avançou para 293,9% ao ano - uma alta de 1,6 ponto percentual a relação a janeiro, segundo dados do Banco Central (BC) divulgados nesta terça-feira. É o mesmo patamar de juros cobrados em julho de 1994.

A taxa do rotativo do cartão de crédito (quando se paga menos que o valor integral da fatura do cartão) também subiu em fevereiro. Essa é a modalidade com taxa de juros mais alta na pesquisa do BC. Em fevereiro, a taxa chegou a 447,5% ao ano, com alta de 8 pontos percentuais em relação a janeiro. Essa taxa do rotativo do cartão de crédito é a mais alta da série histórica, iniciada em 2011.

A taxa média das compras parceladas com juros, do parcelamento da fatura do cartão de crédito e dos saques parcelados, subiu 1,1 ponto percentual para 145,6% ao ano.

A taxa do crédito consignado subiu 0,2 ponto percentual para 29,5% ao ano. A taxa do crédito pessoal (sem operações consignadas) aumentou 4,3 pontos percentuais para 122,8% ao ano.

Famílias

A taxa média de juros cobrada das famílias subiu 1,6 pontos percentuais para 68% ao ano. A inadimplência do crédito, considerados atrasos acima de 90 dias, para pessoas físicas, ficou estável em fevereiro - comparada a janeiro - em 6,2%.
Proxima Anterior Inicio