EM DESTAQUE

Comissária sobrevivente defende piloto: "Morreu como herói"

A comissária de bordo sobrevivente do voo com o time da Chapecoense, Ximena Suárez Otterburg saiu em defesa do piloto Miguel Quiroga, que ...

Rádio Online

sexta-feira, 18 de março de 2016

Manifestação a favor de Dilma acontece no Centro da capital

JP-Manifestantes estão reunidos durante a tarde desta sexta-feira (18) na avenida Getúlio Vargas, em frente ao Lyceu Paraibano, para um protesto a favor do governo da presidente Dilma Rousseff. Participam do movimento, além da sociedade em geral, a Central Única dos Trabalhadores (CUT), movimentos sindicais e movimentos de representação social.

Conforme a organização do movimento, que estima uma participação de cerca de 7 mil pessoas, o ato é a favor da democracia e ocorre simultanemente em várias cidades do país. A Polícia Militar está acompanhando o ato, mas ainda não divulgou a estimativa de participantes. 

A concentração começou por volta das 14h e o deslocamento deve começar às 17h. A manifestação sairá do Lyceu em caminhada pelo Parque Sólon de Lucena, seguindo pela Praça dos Três Poderes em direção ao Ponto de Cem Réis, onde deverá ser encerrado o percurso. A avenida Getúlio Vargas está totalmente bloqueada no sentido Centro-bairro, de acordo com a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob); o desvio do tráfego está sendo realizado pela avenida Diogo Velho.

Marcos Freitas, um dos organizadores do protesto, afirmou que a manifestação é contra um golpe que estaria se configurando contra a Presidência da República. “Mais de quarenta cidades de todo o estado estão presentes para protestar a favor da democracia, contra o golpe. O juiz Moro é um juiz fora da lei”, disse. 

De acordo com Charlinton Machado, presidente do Partido dos Trabalhadores na Paraíba, o Brasil está assistindo a "práticas golpistas no Judiciário". "Estamos dizendo para a sociedade que queremos sim combater a corrupção, mas junto com a democracia, sem judicializar os partidos e criminalizar lideranças políticas, fazendo um debate democrático que envolva a sociedade civil", afirmou.

Atualizada às 16:30.
Proxima Anterior Inicio