EM DESTAQUE

Inep divulga hoje gabaritos da segunda aplicação do Enem

Os candidatos que fizeram a segunda aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no último fim de semana, dias 3 e 4, terão acesso ...

Rádio Online

quinta-feira, 3 de março de 2016

Projetos devem aumentar a quantidade de árvores em Campina Grande

Sombras, ar puro e temperatura agradável são apenas alguns dos benefícios que as árvores podem nos proporcionar. Segundo ambientalistas, o cálculo ideal seria de duas espécies para cada habitante. No entanto, em Campina Grande, há aproximadamente 100 mil árvores para os 400 mil moradores (uma relação aproximada de uma árvore para cada quatro habitantes), conforme um censo preliminar da Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma). Preocupados em melhorar esse quadro, alguns projetos, como o 'Adote uma árvore', da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), o 'Minha Árvore' e o 'Habite-se Ecológico', da Prefeitura Municipal, têm feito o diferencial na cidade, disponibilizando e plantando mudas em diversas áreas e contribuindo para a educação ambiental.

Idealizado na UEPB, o programa de arborização 'Adote uma árvore' teve início com a distribuição de mudas entre os servidores da instituição, além de feiras de extensão e outros eventos acadêmicos, e logo tomou proporções bem maiores. Ao longo dos nove anos de existência  - desde 2007 – segundo o gerente do programa, Arnaldo Bezerra, já foram distribuídas e plantadas mais de 100 mil mudas. “A avaliação que fazemos é que está dando certo, fazemos um trabalho de educação ambiental para conscientizar as pessoas sobre os benefícios que as árvores proporcionam”, disse.

Na avenida Juscelino Kubitschek, no bairro Presidente Médici, as árvores plantadas pelo projeto 'Adote uma árvore' já beneficiam a população, que utiliza o canteiro central da via para fazer caminhada. “Além de deixar o local mais verde, mais bonito, melhora a qualidade de vida. É uma ótima iniciativa”, comentou a telefonista Fernanda Aparecida, 27, que mora próximo à avenida.


Outro projeto que contribui para melhorar a arborização da cidade é o 'Minha Árvore', parceria entre as secretarias municipais de Educação e de Meio Ambiente (Sesuma), que começou em 2014 e já plantou mais de dez mil árvores na cidade. “Existiam várias afirmações a respeito da quantidade de árvores na cidade, e por essa inconstância, decidimos fazer um censo, que já está 30% concluído, e esperamos terminar até o final do ano, que inclusive vai descrever o estado e a qualidade das árvores do município”, informou o titular da Sesuma, Geraldo Nobre.

Outra parceria positiva para solucionar o problema da falta de árvores em Campina Grande é o ‘Habite-se Ecológico’, operacionalizado pela Secretaria de Obras (Secob), que estabelece que só seja entregue a certidão do Habite-se, documento que comprova que determinado imóvel foi construído seguindo as exigências estabelecidas pela prefeitura, ao proprietário que faça o plantio de uma árvore para cada 60 metros quadrados de área construída. De acordo com a Secob, a Sesuma encaminha uma lista com as árvores que podem ser plantadas, obedecendo às especificidades da região onde elas irão ser plantadas. Dentre as espécies permitidas estão acácias, ipês, cacau-bravo, craibeiras, jacarandás e mororós.

Como solicitar uma muda

'Adote uma árvore'

Pode procurar o viveiro de mudas da UEPB, no campus I, em Campina Grande. Para pessoa física são distribuídas até três mudas, já pessoas jurídicas devem fazer ofício informando o intuito da solicitação.

'Minha Árvore'

Ligar para a Sesuma: 3310-6615

JP
Proxima Anterior Inicio