EM DESTAQUE

Incêndio entre Junco do Seridó e Assunção é considerado o maior desastre ambiental da região do seridó e cariri

Entre Junco do Seridó e Assunção, a mata está sendo destruída há vários dias por conta de um incêndio incontido pelos bombeiros. O fo...

Rádio Online

terça-feira, 19 de abril de 2016

No Brasil da ESPERTEZA, o Congresso Nacional nos representa muitíssimo BEM

Alguns dias depois da aprovação do impeachment por parte da Câmara Federal, vejo muitos achincalhamentos com os deputados. Parece até que são monstros. 

Confesso que não consigo entender, pois o Congresso Nacional tem a nossa cara, o nosso jeitinho de ser brasileiro. 

Ele, o Congresso, é o retrato falado da maioria da sociedade, afinal nós escolhemos cada um dos congressistas de Brasília, optamos "livremente" por conceder poder e prestígio a cada Deputado, sabendo exatamente o passado e o presente deles. 

Pois muito bem, quero dizer a vocês que eles representam muitíssimo bem essa país calhorda, com grande quantidade de gente de caráter repulsivo, hipócrita, trapaceiro. 

Um modelo de "cidadão" que fala ao telefone quando está dirigindo, que suborna servidor público, desvia dinheiro de merenda escolar, transporta criança no carro sem cadeira de segurança, usa atestado médico gozando de boa saúde, mente toda vez que precisa e "puxa o tapete" do companheiro de trabalho na repartição por mera INVEJA. 

É duro dizer, terrível ter que  me incluir, mas minha gente, quase todo brasileiro tem esse desvio de conduta, somos um povo viciado na esperteza, temos veneração por político populista, por prefeito que faz festa na rua e deixa faltar o básico, por vereador bajulador (sempre reeleito), adoramos um ladrão investido de mandato público que chega de "carrão", aperta nossa mão e fala conversa "bonita", a eles, quase nunca faltamos o voto.

Desenvolvemos o estilo medíocre de nos referir a bandido de colarinho branco dizendo: "mas é tão gente boa, fez essa besteira ai mas trabalhou tanto pelo Brasil, pelo estado, pela cidade "etc. 

Ora, economizem ofensas, essa gente que está no Congresso, no Palácio do Planalto e no Jaburu, repito, é nossa gente, eles representam a maioria de nós. Reclamar é de fato estranho, aberrante, paradoxismo puro. 

Para os políticos, REFORMA POLÍTICA, e para a maioria de nós, REFORMA DE CARÁTER, com overdose de vergonha na CARA. 

Se a honestidade começar na base, nas nossas casas, ela chegará a Brasília.     


Lázaro Farias 
Proxima Anterior Inicio