EM DESTAQUE

Inep divulga hoje gabaritos da segunda aplicação do Enem

Os candidatos que fizeram a segunda aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no último fim de semana, dias 3 e 4, terão acesso ...

Rádio Online

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Assunção: Aliança entre Vogel e Lindoval põe fim a uma briga familiar que já durava 40 anos

O final da tarde de domingo (22), marcou um momento histórico para a cidade de Assunção. No aperto de mãos do Ex-vice-prefeito Lindoval Balduíno, com o Ex-prefeito Vogel Oliveira, foi decretado o fim de uma era de "intriga", sustentada  numa briga familiar que já durava quatro décadas.

Além do fim de uma conflito de duas, das mais prestigiadas famílias de Assunção, foi dado também um abalo político enorme na oposição, que ficou sem um dos seus principais expoentes da política. 

Lindoval Balduíno, é bom lembrar, foi vereador de Taperoá, na época em que Assunção era distrito. Depois da emancipação em 1996, sagrou-se vice-prefeito, no ano 2000, foi vice mais uma vez, e em 2004 perdeu para prefeito numa conjuntura totalmente desafervorável, mesmo assim obtendo mais de mil votos. Em 2012 ocupou o assento de vereador por ocasião da vacância do cargo.

Lindoval mesmo sem mandato, é uma figura simbólica, tem uma história construída de vitórias, uma numerosa família e agrega por isso mesmo, valor político. 

Nos últimos dez anos sem exercer mandato, vinha reclamando constantemente a falta de espaço no grupo da oposição, o que ele chama de desprestígio. Lindoval também afirma até hoje, que foi abandonado em 2004 pelo então prefeito Antônio Martiniano, razão pela qual teria perdido a eleição majoritária.

Ele também justificou sua ida para o bloco governista em Assunção, no fato de ser um consenso familiar. 

"Eu nem devo ficar num grupo onde sou desprestigiado, muito menos fazer isso ficando contra minha família" Disse o líder. 

Lindoval finalizou dizendo que aos 66 anos, não tem mais espaço no coração para ódio ou rancor.



Redação

   
Proxima Anterior Inicio