EM DESTAQUE

Incêndio entre Junco do Seridó e Assunção é considerado o maior desastre ambiental da região do seridó e cariri

Entre Junco do Seridó e Assunção, a mata está sendo destruída há vários dias por conta de um incêndio incontido pelos bombeiros. O fo...

Rádio Online

terça-feira, 10 de maio de 2016

MARANHÃO DECIDE REVOGAR SEU ATO QUE ANULAVA O IMPEACHMENT

DP-O presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), decidiu revogar na noite desta terça-feira (10) o ato que assinou nesta segunda-feira (9) anulando o processo de impeachment que tramitou na Câmara. A decisão foi tomada após uma conversa de Maranhão com parlamentares do PP e o presidente do partido, senador Ciro Nogueira (PI).

A decisão de Maranhão foi comunicada por ofício a Renan Calheiros, presidente do Senado. E um novo ato, intitulado "Decisão da Presidência", foi enviado para publicação no Diário da Câmara.

O parlamentar disse que não deseja enfrentar processo de expulsão do seu partido, até porque, em consequência, fica sujeito a perda de mandato.

Tão logo souberam da afirmação, políticos governistas praticamente invadiram a casa de Maranhão na tentativa de pressioná-lo a desistir da ideia de revogar o que já fez.

À tarde, após conversar com líderes partidários, o presidente do Senado, Renan Calheiros, desmoralizou o ato de Maranhão ao anunciar a decisão de ignorá-lo, por considerar que não passava de "uma brincadeira contra a democracia".
Proxima Anterior Inicio