EM DESTAQUE

JUAZEIRINHO: GOVERNO AVANÇA NA SEGURANÇA HÍDRICA E MANTÉM RITMO FORTE DE TRABALHO

Programa Água Doce na Barra  O governo da cidade de Juazeirinho avança como se não fosse terminar em 31 de dezembro. O ritmo de trabalh...

Rádio Online

terça-feira, 31 de maio de 2016

" Os aduladores e a cegueira do poder" - Por Lázaro Farias

"OS ADULADORES SÃO A PIOR ESPÉCIE DE INIMIGOS" (Tácito) 


Um político deve evitar ouvir os aduladores, os lisonjeadores de plantão. Existem milhares deles nos anais do poder, gente que não acrescenta nada de bom, pelo contrário, faz a pessoa pública acreditar que nunca erra, que tudo está perfeito, a critica é que está sempre errada. Em torno disso se constrói o cenário ideal para a queda, pois elogio em excesso derruba qualquer governo. Vira cegueira sem cura.

Isso normalmente acontece, porque a maioria das pessoas que convivem na política, apresentam necessidade compulsiva de ouvir que estão certos, que produzem atuações perfeitas e que portanto, opinião alheia, só se for para concordar com tudo. É ai que se encaixa a figura do "ADULADOR", gente programada para só dizer SIM, alimentando o ego do governante, assegurando com isso, seu lugar a mesa.

Para se livrar da influencia negativa dos ADULADORES, o político, principalmente se já for governante, precisa escolher ao seu redor, algumas pessoas sábias, dando-lhes concessão para lhe falarem a verdade sobre qualquer assunto. Somente a elas, o governante deve ouvir.

Quando o político assume procedimento diferente e se deixa levar pelos "mimos" dos aduladores, se torna incapaz de perceber as situações que gravitam em torne si mesmo e da sua gestão, cedo ou tarde, conhecerá o fim, e os aduladores seguirão adulando outro governante.

Lázaro Farias

Professor e Jornalista
Texto influenciado pelas ideias do gênio, Nicolau Maquiavel.
Proxima Anterior Inicio