EM DESTAQUE

Incêndio entre Junco do Seridó e Assunção é considerado o maior desastre ambiental da região do seridó e cariri

Entre Junco do Seridó e Assunção, a mata está sendo destruída há vários dias por conta de um incêndio incontido pelos bombeiros. O fo...

Rádio Online

domingo, 31 de julho de 2016

Padres lançam nota de esclarecimento sobre a polêmica visita do bispo de Patos na cidade de Assunção - confira

Nós, Padres: Sebastião Gonçalves da Silva, (Vigário Paroquial da Paróquia de Assunção), Pe. Luciano Dias de Morais (Pároco da Paróquia de Taperoá), Pe. João Saturnino de Oliveira (Pároco da Paróquia de Assunção) e Pe. Jerinaldo Inácio de Lima (Pároco da Paróquia de Livramento), vimos por este meio esclarecer os fatos que têm gerado muitos comentários nas Redes Sociais.
Esclarecemos que durante a visita pastoral e missionária do Bispo Diocesano de Patos, Dom Eraldo Bispo da Silva à Escola João Rogério Dias de Toledo, na cidade de Assunção-PB, o mesmo, falando à Comunidade Escolar sobre o processo de globalização dos valores, citou o exemplo de estilos e modas globais como o uso de tatuagens. Esse fato gerou um debate de opiniões divergentes e interpretativas entre o Bispo e uma das professoras presentes.
Após o fato, ela se retirou e foi à sala dos professores. Ao final do encontro coletivo, Dom Eraldo foi agradecer a Direção da Escola pela acolhida, momento em que reencontrou a professora Gislayne Fernandes e tentou com ela retomar o diálogo sendo que a mesma se negou.
A partir desse fato, um dos colegas da professora resolveu expor a sua versão nas Redes Sociais o que gerou inúmeros comentários distorcidos da realidade e desrespeitando o Bispo Diocesano.
Nós, abaixo assinados, padres da Forania do Cariri, entendemos que o acontecimento não teve elementos que ofendesse a dignidade profissional e individual da professora.
Pe. João Saturnino de Oliveira.
Pe. Sebastião Gonçalves da Silva.
Pe. Luciano Dias de Morais.
Pe. Jerinaldo Inácio de Lima.



Proxima Anterior Inicio