EM DESTAQUE

Incêndio entre Junco do Seridó e Assunção é considerado o maior desastre ambiental da região do seridó e cariri

Entre Junco do Seridó e Assunção, a mata está sendo destruída há vários dias por conta de um incêndio incontido pelos bombeiros. O fo...

Rádio Online

segunda-feira, 18 de julho de 2016

RIO: REFORÇO NA SEGURANÇA PODE IR ATÉ A ELEIÇÃO

Diante das suspeitas de homicídio de dez pré-candidatos na Baixada Fluminense e da crescente influência de milícias em comunidades do estado, a Procuradoria Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (PRE-RJ) quer a permanência das Forças Armadas na cidade, após os Jogos Olímpicos e Paralímpicos nos meses de agosto e setembro, para tentar garantir a segurança de eleitores e candidatos durante as eleições deste ano. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A PRE solicitou à Procuradoria-Geral da República que interceda perante o Ministério da Defesa para que as tropas permaneçam no Rio.

A solicitação da Procuradoria é que as Forças Armadas permaneçam na cidade do Rio de Janeiro até 48 horas depois da votação.

A Força Nacional, as polícias federal, civil e militar e Forças Armadas terão 85 mil homens nas ruas do Rio. De 5 a 10 mil estarão à paisana.
Proxima Anterior Inicio