EM DESTAQUE

Comissária sobrevivente defende piloto: "Morreu como herói"

A comissária de bordo sobrevivente do voo com o time da Chapecoense, Ximena Suárez Otterburg saiu em defesa do piloto Miguel Quiroga, que ...

Rádio Online

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Cássio se revolta com PMDB por manter funções políticas de Dilma

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) considerou, nesta quarta-feira (31), que houve um acordo entre a ex-presidente Dilma Rousseff  (PT) e o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para a manutenção dos direitos políticos da petista durante votação do impeachment.

De acordo com Cássio, o acordo entre petistas e peemedebistas poderá repercutir em processo de cassação de Eduardo Cunha, acusado decoro parlamentar por omitir contas no exterior.

Para Cássio, o acordo pode ser entendido como um ato de deslealdade do PMDB que agiu sem o conhecimento do PSDB, partido aliado.

“O PMDB começa o seu governo fazendo com o PSDB o que o PT fazia com ele”, afirmou Cássio.


Proxima Anterior Inicio