EM DESTAQUE

Incêndio entre Junco do Seridó e Assunção é considerado o maior desastre ambiental da região do seridó e cariri

Entre Junco do Seridó e Assunção, a mata está sendo destruída há vários dias por conta de um incêndio incontido pelos bombeiros. O fo...

Rádio Online

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Deó, Jurandi e George fazem eleição histórica em Taperoá - Conheça um pouco a conjuntura das pré-candidaturas





A eleição 2016 promete ser uma das mais disputadas da história de Taperoá, pelo menos por três motivos: 

  • Serão três candidaturas, depois de algum tempo de disputa polarizada em apenas dois nomes. 


  • O rompimento político entre o prefeito Jurandi Gouveia e o Ex-prefeito Deoclécio Moura Filho, que pode determinar um resultado diferente, para final do processo eleitoral.


  • A mudança estratégica da candidatura da oposição, para o empresário George Farias. 
Analisando 

O cenário das três candidaturas quebra a bipolaridade verificada nas ultimas disputas, colocando a disposição do eleitor de Taperoá, uma terceira opção. Embora Deó seja um conhecido da política local, que já governou a cidade em duas oportunidades, seu nome representa um diferencial e amplia as oportunidades de escolha voto. 

Sob sua governança a cidade deu passos importantes, Deó deixou o governo cumprindo um papel administrativo e também político, tendo feito um sucessor com larga maioria de votos, ele é também um conhecido articulador. Portanto, um nome que em hipótese alguma deve ser desprezado.  

O rompimento de Jurandi com Deó, é outro ingrediente que pode causar alterações profundas no pleito. Nesse momento inicial, existe uma expectativa de que os dois disputem o mesmo espaço de votos, o que teoricamente poderia causar algum favorecimento, para a tradicional oposição capitaneada atualmente, pelo empresário George.

O argumento é forte. Faz sentido achar que Deó e Jurandi tiveram os mesmos votos, e por isso vão buscar apoios na mesma base eleitoral. É provável que essa divisão gere prejuízo para ambos. 

Visto por essa ótica, seria até fácil prever o resultado. Mas é bom lembrar que eleição não é algo tão previsível. Durante o processo teremos que analisar a capacidade pessoal de cada candidato, na conquista de novos eleitores, é importante considerar ainda, que Jurandi tem a seu favor a estrutura do poder, e apresenta certo carisma, o que ainda conta positivamente nas eleições interioranas, embora tenha mostrado dificuldades em articular, tendo permitido fissuras no grupo. 

George Farias por sua vez, tenta se colocar como a novidade do processo, um nome novo. Mesmo mantendo laços familiares com pessoas que já governaram, o empresário até o mês de junho, era simplesmente um anônimo, um homem bem sucedido e distante da política partidária. 

Ele tem discurso moderado, uma postura equilibrada e preenche o perfil de uma pessoa confiável. Seu papel é avançar o máximo que puder na conquista de novos votos, esperando o resultado do embate  travado entre o prefeito e o ex-prefeito.

O que se pode perceber, é que o cenário da eleição municipal da cidade caririzeira de Taperoá, apresenta três nomes de peso político e potencial, por isso mesmo, é impossível nesse instante prevê um fim, mas é possível seguir avaliando a conjuntura.



Proxima Anterior Inicio