Notícias com Polêmica Paraíba

Entrevista da semana

Paraíba ainda tem 674 candidatos na mira da Justiça

Doze dias separam os eleitores paraibanos da hora da verdade, nas urnas, quando serão escolhidos os prefeitos e vereadores que comandar os destinos das cidades. O problema é que pelo menos 674 postulantes ainda vão depender da palavra final da Justiça Eleitoral para continuar na disputa. O grupo é composto pelos 225 postulantes que tiveram o registro impugnado e recorreram da decisão e 449 que tiveram o ok da Justiça na primeira instância e foram alvo de recurso do Ministério Público Eleitoral ou de coligações adversárias. Deste total, pelo menos 135 são compostos por candidatos a prefeito ou vice-prefeitos pelo estado afora.

Os prefeitos que tiveram o registro impugnado e recorreram somam 17, com o mesmo número correspondente aos cargos de vice-prefeito. Já os que tiveram o registro liberado na primeira instância e foram alvos de recurso somam 52 candidatos a prefeito e 49 correspondente aos vice-prefeitos. O caso peculiar entre eles é que todos vão para a disputa com a corda no pescoço. Mesmo que sejam eleitos, correm o risco de ter o registro cassado e ficarem impedidos de assumir o mandato eletivo. Nesta segunda, a corte do Tribunal Regional Eleitoral julgou 38 recursos de candidatos. Deles, dez foram indeferidos pela corte.

Foram DEFERIDOS os registros de:
1. Guilherme Leite Pessoa, candidato a VEREADOR de Umbuzeiro;
2. Geraldo Ferreira de Sousa, candidato a VEREADOR de Piancó;
3. José Wilson Florêncio Cavalcante, candidato a VEREADOR de Sapé;
4. Renan Augusto Travassos Falcão Soares, candidato a VEREADOR de Sapé;
5. Francisco Romário Da Silva, candidato a VEREADOR de São José de Caiana;
6. Dulcimaria Rodrigues da Silva, candidata a VEREADORA de São José de Caiana;
7. Joseildo Ferreira de Vasconcelos, candidato a VEREADOR de Amparo;
8. Evaldo do Nascimento Silva, candidato a VEREADOR de Lagoa Seca;
9. Francisco Ferreira Cândido de Oliveira, candidato a VEREADOR de Baia da Traição;
10. José Wellington de Sousa Santos, candidato a VEREADOR de Santa Luzia;
11. Humberto Júlio de Andrade, candidato a VEREADOR de Natuba;
12. Paulo da Silva Freire, candidato a VEREADOR de são Mamede;
13. Rafael de Lima Rodrigues, candidato a VEREADOR de Alagoa Grande;
14. Valeska Magalhães Maimoni Ferreira, candidata a VEREADORA de Mari;
15. João Fernandes Pessoa Filho, candidato a VEREADOR de Jacaraú;
16. Agnaldo Cruz de Lucena, candidato a VEREADOR de Taperoá;
17. José Rejânio de Lima Campos, candidato a VEREADOR de Amparo;
18. Severino Pereira de Sousa, candidato a VEREADOR de Rio Tinto;
19. Samuel de Vasconcelos Sales, candidato a VEREADOR de Lagoa Seca;
20. Maria Girlene do Nascimento, candidata a VEREADORA de Amparo;
21. Maria dos Remédios Marins de Oliveira, candidata a VEREADORA de Uiraúna;
22. Marinaldo Bezerra Pontes, candidato a VEREADOR de Mulungú;
23. João Bosco Nonato Fernandes, candidato a PREFEITO de Uiraúna;
24. Antônio Joaquim Madalena, candidato a VEREADOR de Boa Ventura;
25. Sebastião Lauderi de Sousa,, candidato a VEREADOR de São José de Caiana;
26. Rosinaldo Cassiano Soares, candidato a VEREADOR de Baia da Tarição;
27. Valdenez Pereira da Silva, candidato a VEREADOR de Gado Bravo; e
28. Ronaldo Erculano de Souza, candidato a VEREADOR de Mari.

Foram INDEFERIDOS os registros de:
1. Regilma Alves Cabral, candidata a VEREADORA de Santa Cecília do Umbuzeiro;
2. Elizeu Marques de Andrade, candidato a VEREADOR de São Bento;
3. José Izídio Barbosa, candidato a VEREADOR de Umbuzeiro;
4. José Antônio Batista, candidato a VEREADOR de Santa Cecília do Umbuzeiro;
5. Rosildo de Sousa Barbosa, candidato a VEREADOR de Puxinanã;
6. Valdemar José de Oliveira, candidato a VEREADOR de Campina Grande; e
7. Laércio Dias de Oliveira, candidato a VEREADOR de Sobrado;
8. Maria José Martins dos Santos, candidata a VEREADORA de Mari;
9. Maria Eliete da Silva, candidata a VEREADORA de Umbuzeiro; e
10. José Edilson Vicente da silva, candidato a VEREADOR de Umbuzeiro.
Share:

Entrevista