EM DESTAQUE

Comissária sobrevivente defende piloto: "Morreu como herói"

A comissária de bordo sobrevivente do voo com o time da Chapecoense, Ximena Suárez Otterburg saiu em defesa do piloto Miguel Quiroga, que ...

Rádio Online

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Homem que matou policial no Cariri, foi assassinado no presidio onde cumpria pena

O juazeirinhense Evandi Martiniano Dias, foi espancado até a morte na manhã desta segunda-feira (10) pelos próprios companheiros de cela durante o banho de sol na  penitenciaria de segurança padrão de Campina Grande.

Evandi estava preso há cerca de 2 anos no presídio do Serrotão onde cumpria pena pelo assassinato do policial militar, Alexandre Guerra, durante uma festa no clube Municipal de Juazeirinho na madrugada de sábado, 11 de outubro de 2014 ao cortar sua garganta com uma faca peixeira.

Até o momento a polícia ainda não conseguiu identificar a razão pela qual o homicídio ocorreu. 

LF com Márcio Rangel 
Proxima Anterior Inicio