Notícia da hora

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Pimentel diz que não tem volta. O super salário dos vereadores de Campina vai permanecer

O presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, Pimentel Filho, voltou a defender, nesta quinta-feira (15), o reajuste de 26% no salário dos vereadores, aprovado em plenário na quarta-feira (14). Quando questionado se a aprovação teria sido ética, Pimentel reagiu e afirmou que não considera éticos o salário mínimo e o salário dos professores.

Sobre um possível recuo e anulação da sessão que aprovou o projeto, Pimentel descartou totalmente e garaniu que tudo ocorreu dentro da legalidade. “Nós obedecemos toda a legislação. A lei tem que ser aprovada nesta legislatura para vigorar na próxima”, explicou.

Pimentel reafirmou também que irá acionar na Justiça os responsáveis pelo protesto ocorrida nesta quinta na Câmara, quando foram jogadas fezes no prédio. “oO cidadão tem que responder por seus atoso e eu vou entrar na jsutiça. Como presidente desse Poder eu tenho a obrigação de defender o patrimonio público”, destacou.

www.lazarofarias.com.br
Com MaisPB
Share:

Curta Prefeitura de Assunção

Dicas de Saúde

O Brasil é destaque aqui