Notícias com Polêmica Paraíba

Entrevista da semana

Salgadinho: Prefeito Marcos deve iniciar governo sem maioria na Câmara Municipal e com um presidente de oposição

SALGADINHO - O prefeito eleito Marcos Alves terá que iniciar o  novo governo com a difícil missão de administrar sem maioria na Câmara Municipal, e muito possivelmente com um presidente de oposição. 



Aparentemente pode parecer simples, mas não é. Mesmo com o Poder Executivo tendo muita margem de agir sem prévia autorização dos vereadores, existem questões específicas em que ter a maioria no parlamento municipal, faz toda a diferença. 

Ter um presidente contrário também pode representar algumas dificuldades, obstrução de pautas, falta de flexibilização de prazos, questões relacionadas a balancetes, e até mesmo resistência no parcelamento do duodécimo, em caso de extrema necessidade.

Hoje a resistência dos vereadores da futura oposição ao futuro governo, parece sólida. A partir de janeiro de 2017, Marcos Damião, Altemar Bezerra, Suetônio Fernandes, Adiranilton (Dirinha) e Flaterno Filho, serão a base oposicionista de Salgadinho. 

Eles parecem bastante decididos a trilhar esse caminho que não é fácil. A coalizão, hoje liderada pela prefeita Débora Cristiane, precisa muito da postura desses parlamentares. Na verdade, parte do futuro político desse grupo, que praticamente amanha, será oposição, está na mãos desses vereadores. 

A outra parte estará concentrada na necessidade de habilidade política, dos ex-prefeitos Luciano Morais, Damião Mineral, e da ainda prefeita Débora, em buscar a melhor forma de conviver com os novos desdobramento a partir de janeiro.   

www.lazarofarias.com.br 
Share:

Entrevista