Notícia da hora

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Vereador diz que vai propor adoção do salário mínimo para parlamentares de Campina

Depois da repercussão negativa e dos protestos contrários ao reajuste salarial de 26%, aprovado pelos vereadores de Campina Grande para a próxima legislatura, uma nova proposta de mudança salarial pode voltar a elevar a temperatura dos debates na Câmara Municipal.

Em entrevista recente, o vereador reeleito Alexandre do Sindicato (PHS) disse que vai sugerir na tribuna da Casa Legislativa, na próxima semana, que a remuneração dos parlamentares campinenses passe a ser de apenas um salário mínimo, o que atualmente equivale a R$ 880.



Foto: Paraibaonline

– Diante de tantas circunstâncias, e por essa dificuldade que vive o país, eu acho mais que justo que a Câmara reveja seu posicionamento (sobre o reajuste). Sou a favor, e direi isso na tribuna da Câmara, que se houver a possibilidade da retirada (do reajuste), e se os meus colegas sentirem o clamor da rua e acharem que deve ser um salário mínimo, tanto eu quanto o vereador Lula Cabral já nos colocamos à disposição para que assim seja – pontuou.

Ainda falando sobre o reajuste, e sem citar nomes, Alexandre criticou a postura de colegas da Câmara que, segundo ele, estão adotando posições controversas em relação ao aumento salarial.

– Não há de minha parte nada de hipocrisia. O que eu não concordo é que alguns colegas vão à mídia e dizem que é contra, mas se o salário chegar eles aceitam. Se é pra reduzir, eu encabeçarei essa luta de que o salário fique um salário mínimo, não vejo nenhum constrangimento nesse sentido – concluiu o vereador.

Paraibaonline

Share:

Curta Prefeitura de Assunção

Dicas de Saúde

O Brasil é destaque aqui