Entrevista da semana com a Diretora do Hospital de Taperoá

Morte de personal trainer por febre amarela na PB está sob investigação – ele não havia tomado vacina

Patrick Schuckert, do Espírito Santo, morreu em hospital de João Pessoa. Secretário de Saúde afirma que vítima veio infectada à Paraíba.

A morte do personal trainer do Espírito Santo, Patrick Lethieri Schuckert de 31 anos, suspeita de ter sido causada por febre amarela, está sob investigação das secretarias de Saúde de João Pessoa e da Paraíba. De acordo com o secretário de Saúde de João Pessoa, Adalberto Fulgêncio, o material genético da vítima foi recolhido e deve passar por análises na UFPB e posteriormente em um laboratório no estado do Pará. A prefeitura de Vitória, no Espírito Santo, trata o caso como morte confirmarda por febre amarela.
Patrick Lethieri Schuckert estava visitando João Pessoa com familiares quando foi internado em um hospital particular da capital paraibana e morreu na segunda-feira (27).

O médico e primo da vítima, João Vítor Scardini, informou que, devido ao desenvolvimento do quadro clínico, tudo infica que Patrick tenha sido picado em Pedra Azul, na região Serrana do Espírito Santo, onde esteve no final de semana do dia 19 de fevereiro, para uma comemoração familiar.

A Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba (SES) informou em nota que vai coletar o material e ajudar nas investigações sobre o caso. O secretário de Saúde de João Pessoa, por sua vez, explicou que o histórico da vítima e o fato de ter vindo de uma região endêmica devem ser considerados na investigação da causa da morte do personal trainer.

“A Paraíba não tem histórico, não é área endêmica. Ele provavelmente já chegou a João Pessoa infectado, até porque esse tipo contágio acontece em áreas silvestres”, comentou Fulgêncio. Ainda de acordo com o secretário, o resultado dos exames que determinam a morte por febre amarela devem sair em um prazo de 30 dias.

A Prefeitura de Vitória informou que vai fazer uma ação preventiva Jardim da Penha, bairro onde o personal trabalhava. O mutirão vai acontecer a partir desta quarta-feira (1). A vítima foi a Pedra Azul com a esposa e a filha, mas somente ele não havia tomado vacina contra febre amarela, segundo a prefeitura. As duas passam bem.

Fonte: Do G1 PB

Share:

Taperoá: Prefeito promete recuperação do Celso Mariz

Entrevista da semana

Rádio Online

Jurandi sobre mudança no Hospital