Especialista em saúde avalia politicas públicas

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Relator rejeita acusação contra Ricardo Coutinho no TRE

O relator no Tribunal Regional Eleitoral da Ação de Investigação de Judicial Eleitoral (Aije) que pede a cassação do governador Ricardo Coutinho por abuso de poder econômico e político nas eleições de 2014, desembargador Romero Marcelo, votou pela improcedência da ação.

A Aije é relativa ao uso eleitoral da PBPrev e está sendo julgada nesta segunda-feira (17) pela Corte Eleitoral. Em seu voto, que durou cerca de 1h35, o desembargador destacou que a conduta no pagamento de recursos a aposentados e pensionistas durante o período eleitoral e meses subsequentes não comprova excesso de abuso ou desvio de finalidade.

“O pagamento de retroativos integra a rotina da PBPrev sem grandes modificações. Não houve prova de predestinação dos valores pagos para custeio de campanha eleitoral”, afirmou.

Para ele, o pagamento dos retroativos não levou nenhuma gravidade ou potencialidade para mudar o resultado das eleições.

“Concluo que o número de beneficiários diretos e indiretos indicam uma baixa de gravidade da conduta que não impõe as sanções de cassação e inelegibilidade”, argumentou.

O relator contrariou parecer do Ministério Público Eleitoral, que se posicionou pela procedência da ação e cassação do mandato do governador.

Share:

Oposição afirma que ainda é preciso conversar com o Prefeito de Soledade sobre Mini Shopping

Curta Prefeitura de Assunção