Especialista em saúde avalia politicas públicas

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Acusado em delação, Vital do Rêgo nega ter recebido propina da JBS

O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Vital do Rêgo, rebateu, nesta sexta-feira (19), denúncias ex-diretor de Relações Institucionais da J&F,
Ricardo Saud que pagou cerca de R$ 8 milhões quando paraibano era senador da República.

Em nota através de sua assessoria, Vital do Rêgo não negou que tinha recebido dinheiro do Grupo JBS, mas que foram “doações legais”.

Vital também diz que está disponível para colaborar com as autoridades.

“Em 2014, quando disputou o governo da Paraíba, Vital do Rêgo recebeu doações legais do Grupo JBS. Elas estão na prestação de contas já analisada e aprovada pela Justiça. O ministro Vital desconhece os fatos narrados pelo delator e está à disposição das autoridades para os esclarecimentos necessários”.

MaisPB
Share:

Oposição afirma que ainda é preciso conversar com o Prefeito de Soledade sobre Mini Shopping

Curta Prefeitura de Assunção