Notícia da hora

quarta-feira, 7 de junho de 2017

MORTES NO LAR DO GAROTO: Advogados dizem que tragédia pode se repetir a qualquer momento

Depois de uma rebelião, que resultou na morte de 7 adolescentes no Lar do Garoto, advogados avaliam que situação pode se repetir caso mudanças não ocorram. O advogado de direitos humanos, Raphael Medeiros e o presidente da Comisão de Direitos da Criança e do Adolescente da OAB-PB, Herman de Castro comentam caso em entrevista à TV Master nessa terça (06).

Hermam relembrou que ano passado participou de uma apresentação de um relatório na Fundac, e na época as pespectivas boas. Infelizmente, os planejamentos e ações não conseguiram agir à tempo. A realidade mostra que a estrutura é uma bomba relógio pronta para explidir a qualquer momento. Herman ainda comenta uma mudança na legislação, que prevê o aumento de 3 anos de detenção para 6. Ele avalia que com 3 anos, já não tem estrutura, e a situação irá piorar se aumentar para seis. Ele diz que a solução é educação e políticas públicas para aumento de renda da famílias.

Raphael Medeiros já diz que a sociedade perdeu para a criminalidade há muito tempo. Ele ainda alerta para que a situação deve se repetir a qualquer momento em outra instituição, pois todos os fatores de risco estão presentes em todos as casas de detenção. Raphael diz que a legislação não precisa ser mudada por enquanto, no momento o maior desafio é colocar em prática as medidas legais que já existem.

Ressocialização

Segundo Herman, na prática a coisa não funciona. “Há um desinteresse da sociedade em garantir esses direitos básicos e isso gera adolescentes em situação de risco”, diz ele. O presidente da comissão não acredita que exista possibilidade de ressocialização nos moldes atuais.

Fonte: Polêmica Paraíba
Share:

Curta Prefeitura de Assunção

Dicas de Saúde

O Brasil é destaque aqui