Notícia da hora

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Juíza derruba decisão de RC e determina continuidade do racionamento em CG

A juíza Ana Carmen Pereira Jordão deferiu liminar da Defensoria Pública do Estado e determinou a permanência do racionamento de água em Campina Grande. Com a decisão, fica suspensa a retirada do racionamento, prevista para sexta-feira (25), de Campina Grande e outros 19 municípios abastecidos pelo açude Epitácio Pessoa, conhecido como Boqueirão.

De acordo com a juíza, a retirada do racionamento poderá agravar a situação de crise hídrica na região.

“Num primeiro exame, percebe-se que além dos impactos ambientais, há também o cunho social da medida. Ora, com a suspensão do racionamento de água poderá ocorrer agravamento da já latente crise hídrica, o que, evidentemente, poderá ser demonstrado de forma contrária no decorrer da instrução através de laudos técnicos”, afirmou a juíza na decisão.

Na determinação, a juíza também fixou multa diária de R$ 500 mil para qualquer órgão que a descumpra.
Share:

Curta Prefeitura de Assunção

Dicas de Saúde

O Brasil é destaque aqui