sábado, 5 de agosto de 2017

Pedro Cunha Lima diz que reforma da Previdência tem que começar por juízes e presidente

O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) soltou o verbo nesta sexta-feira (4) contra o presidente Michel Temer (PMDB). Apesar de apoiado pelo partido dele, o tucano disse não ver futuro na manutenção do peemedebista no poder. Pedro foi um dos cinco membros da bancada paraibana que votaram pela admissibilidade do processo contra o presidente no Supremo Tribunal Federal (STF). “É um governo que só tem a piorar. Tem quem pense que é o melhor para a transição até 2018, mas eu discordo. Um governo como este só tem a piorar e para mim já está insustentável e vai ficar cada vez mais insustentável”, disse.

O mesmo entendimento do parlamentar vale para as reformas propostas pelo governo federal. Apesar do apoio tucano à reforma da Previdência, por exemplo, ele acredita que, do jeito que está, ela não será aprovada. E não pela falta de importância. “Não posso fingir que é normal um déficit de R$ 100 milhões por ano”, ressalta. A discordância, no entanto, diz respeito às propostas em específico. Para o parlamentar, não merece respeito uma proposta que mexe apenas com os menos favorecidos. O posicionamento é comum ao de outros parlamentares contra as mudanças para a aposentadoria dos trabalhadores rurais e os detentores de benefício de prestação continuada.

“Numa reforma da Previdência ou em qualquer outra reforma, tem que começar pela camada de cima. A gente não pode começar pelo trabalhador rural. A gente não pode começar por quem recebe o BPC, que é o benefício de prestação continuada. A gente não pode começar por pessoas com deficiência. A gente tem que começar pelos juízes do nosso país, pelos procuradores, pelos deputados, pelos senadores, pelo presidente da República. Então, a gente tem uma situação no país que exige reformas e não só Previdenciária. Isso aí está muito óbvio. Então, tudo o que não está funcionando tem que mudar. Então, eu sou a favor das reformas, mas essa reforma da Previdência, do jeito que está apresentada, não tem o meu voto”, disse.
Share:

Vereador de Pedra Lavrada diz que enquete foi forjada para prejudicar prefeito

Entrevista

Curta nosso trabalho no facebook

Mais notícias