Notícia da hora

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Rômulo pede que ministro da Saúde amplie lista de medicamentos distribuído pelo SUS

Depois de receber a notícia da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)  que sua solicitação para que o medicamento utilizado no tratamento da Atrofia Muscular Espinhal (AME) fosse registrado no Brasil, nesta quarta-feira (30) foi a vez do deputado federal Rômulo Gouveia (PSD) solicitar ao ministro da Saúde, Ricardo Barros, que o Ministério passe a distribuir o Spinraza através do SUS.

Gouveia e Ricardo Barros participaram da audiência pública na Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara Federal, nesta quarta. Rômulo mostrou ao ministro que, só  no na Paraíba, essa doença degenerativa afeta 26 pessoas, entre elas são 11 crianças apenas no município de Campina Grande.

“Com a chegada ao mercado brasileiro do Spinraza, surge uma nova esperança para as pessoas acometidas pela Atrofia Muscular Espinhal. Atualmente, esta é uma doença sem tratamento específico aprovado no Brasil. Por isso, a expectativa sobre o medicamento Spinraza é grande, especialmente por parte de pessoas que têm em suas famílias crianças afetada pela AME”, disse o deputado. 

Rômulo esta defendendo que o Spinraza entre na lista de Relação Nacional de Medicamentos Essenciais  (Rename) e seja distribuído gratuitamente.
Share:

Curta Prefeitura de Assunção

Dicas de Saúde

O Brasil é destaque aqui