quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Assunção: Secretário diz que sequestro desordenado do FPM por parte da Previdêncial atrapalha municípios

O secretário de finanças do município de Assunção Vogel Júnior, está preocupado com a postura da Previdência Social do Brasil, frente a situação financeira que as municipalidades atravessam. 

O gestor disse que a cidade teve parte da primeira parcela do ano 2018 do Fundo de Participação dos Municípios- FPM, sequestrada nesta quarta-feira (10), pela Previdência. 

Júnior como é mais conhecido, informou a nossa reportagem que Assunção teve quase 190 mil reais do recurso do dia 10, retido de forma arbitrária e sem aviso prévio pelo Governo Federal, quando a programação apontava o valor de pouco mais de 90 mil reais. 

O secretário disse está preocupado, haja vista que os sequestros de recursos gerados pela previdência, se somam as constantes quedas nos repasses provenientes da crise do país. 

"O que acontece é uma falta de respeito com o povo. O governo Federal precisa ajustar urgentemente essa situação, possibilitando maiores condições para que as cidades cresçam e honrem seus compromissos frente ao funcionalismo, aos fornecedores e principalmente, frente a sociedade. A situação é preocupante". Argumenta.


Segundo Vogel Júnior, vários municípios da região, também passam pelo mesmo problemas com sequestros absurdos nos recursos. 

Para se ter uma ideia do tamanho da dificuldade, dos quase 280 mil que entraram na conta da prefeitura de Assunção nesta quarta (10), restaram apenas 31 mil para que o governo gerencie todas as despesas. 

"Mesmo assim, o município de Assunção luta para manter o funcionamento do serviços básicos, a folha do funcionalismo em dia e vai continuar tratando com todo respeito o povo, que nada tem haver com a crise." Finalizou o secretário. 

www.lazarofarias.com.br


Share:

Escute reportagem especial

Extra

Maranhão se diz disposto a unir Oposição

Curta nosso trabalho no facebook

Mais notícias