domingo, 4 de fevereiro de 2018

Durante missa em homenagem a Dona Marisa, Lula diz não ter ódio de quem o condenou

Em discurso emocionado na missa de um ano da morte da ex-primeira dama Marisa Letícia, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chorou e prometeu contribuir para a reconstrução democrática brasileira, sem afirmar diretamente que será candidato nas eleições de outubro. O petista criticou membros do Poder Judiciário, mas disse que não tem ódio contra quem o condenou.

— Se (os desembargadores do TRF-4) votaram com ódio, votaram contra um homem que tem muita paz. E eu vou matá-los de ódio justamente por não ter ódio — disse Lula, ao final da cerimônia religiosa, realizada no Sindicato dos Metalúrgicos em São Bernardo do Campo, no ABC paulista.

Ao comentar a condenação a 12 anos e 1 anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro, confirmada pelo TRF-4 no último dia 24, o ex-presidente disse que manterá a calma durante a análise dos recursos a que sua defesa tem direito. Na última sexta-feira seus advogados entraram com um habeas corpus no Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar evitar que ele vá preso após o fim dos recursos no TRF-4:

— Vou recorrer com a mesma tranquilidade. Dentro da Justiça tem gente muito mau-caráter, de má fé, essas pessoas não têm vocação para ser juiz.

No discurso, Lula afirmou que alguns membros do Judiciário atuam como “dirigentes partidários”. No entanto, disse que há outras pessoas “extraordinárias” na Justiça brasileira.

Lula ironizou a decisão do juíz Sérgio Moro que colocou a leilão o tríplex no Guarujá na última semana. Segundo o ex-presidente, qualquer decisão sobre o imóvel deveria ser autorizada por ele, já que a Justiça considerou que ele omitiu a propriedade do apartamento.

O petista não falou diretamente sobre uma eventual candidatura sua à Presidência. Disse que gostaria ser um contribuinte da reconstrução democrática brasileira. Após a decisão do TRF4, o petista já havia admitido que a participação do PT nas eleições não dependeria de seu nome na cédula.
Em duas ocasiões, Lula citou sua idade. Primeiro, ao falar que estava fazendo “hora extra” após os 70 anos, uma vez que seu país não chegaram a essa idade. Depois, disse que um pernambucano de Garanhuns que não morre de fome antes dos 5 anos, vive até os 90.

— Se eu chegar aos 90 com a vontade que estou, eu serei um contribuinte para a reconstrução democrática desde pais — disse.

PROMESSA DE 1978

O ex-presidente chorou no início do discurso, ao lembrar dos primeiros anos de seu relacionamento com Marisa. Lula disse que, devido à sua atuação política, não pôde conviver com a ex-primeira dama com a mesma normalidade que outros casais. O petista se emocionou quando lembrou da promessa que fez a Marisa em 1978 para deixar a presidência do Sindicato dos Metalúrgicos.

— Em 2010, eu disse a ela que seria a hora de cumprir a promessa de 1978 e levar uma vida normal. Mas nunca tive essa possibilidade. Eu sempre achei que a mulher vivia mais que o homem. E ela foi embora — disse, com a voz embargada.

A missa foi celebrada pelo bispo Dom Angélico Sândalo Bernardino, próximo do ex-presidente. Na homilia, o sacerdote criticou o governo Temer e a reforma da Previdência. No seu discurso, Lula também criticou o projeto que o Palácio do Planalto tenta votar no Congresso.

— Agora, querem fazer o desmonte da Previdência. Eles dizem: “ou nós afundamos um pouco mais os pobres, ou os ricos não vão ter salvação”. Mas mais dia, menos dia, o povo pobre vai voltar a ter os bens materiais que ele próprio produz — disse.

Outros políticos, como o ex-chanceler Celso Amorim, cotado para ser candidato do PT ao governo do Rio, o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, o senador Lindbergh Farias e o ex-ministro Aldo Rebelo estiveram no Sindicato dos Metalurgicos. O treinador Vanderlei Luxemburgo também foi à missa.
Dona Marisa morreu aos 66 anos, em 3 de fevereiro do ano passado, vítima de complicações de um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico, decorrente do rompimento de um aneurisma que ela tinha no cérebro.

Fonte: uol

Créditos: uol


Share:

Balanço Geral - Correio FM 98.1

Confira os principais destaques do dia!

Escute reportagem especial

Curta nosso trabalho no facebook

Mais notícias