sexta-feira, 6 de abril de 2018

Ricardo ‘frustra’ Lígia e diz que fica no cargo até o fim do mandato

Acabou o mistério. O governador Ricardo Coutinho (PSB) anunciou, durante entrevista coletiva, nesta sexta-feira (6), que não vai renunciar ao mandato e ficará no cargo até 31 de dezembro. O anúncio aconteceu no Esporte Clube Cabo Branco, em João Pessoa, com a presença de lideranças políticas e da militância girassol.

Nos bastidores, uma candidatura de Ricardo ao Senado era dada como certa. Com a permanência do gestor, a vice-governadora Lígia Feliciano (PDT) viu o sonho de assumir o governo por oito meses acabar.

Recentemente, alguns atos de Ricardo indicaram uma possível renúncia. Um deles foi a criação da guarda pessoal para ex-governadores. Outro ‘aceno’ foi a série de inaugurações de obras pelo Estado.

Em seu discurso, o governador justificou sua permanência no cargo dizendo que a Paraíba não podia abrir mão do projeto que deu ao estado a estabilidade financeira e a capacidade de fazer obras, mesmo num cenário de crise, como o atualmente vivido no país.

Ricardo compareceu ao Clube Cabo Branco acompanhado de várias aliados, como os pré-candidatos ao governo e ao Senado, respectivamente, João Azevêdo e Veneziano Vital do Rêgo, o presidente da Assembleia Legislativa, Gervásio Maia (PSB), deputados estaduais e secretários. A ausência de Lígia Feliciano foi um fato que chamou a atenção na coletiva.

Correio 
Share:

Escute reportagem especial

Curta nosso trabalho no facebook

Mais notícias