sábado, 12 de maio de 2018

Ministério Público da Paraíba discute vazão de esgoto na Transposição em Monteiro

Uma reunião foi realizada na quinta-feira (10) na sede do Ministério Público Federal (MPF) em Monteiro (PB), os com representantes da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), Energisa e Prefeitura Municipal de Monteiro, para solucionar problemas de esgotamento na cidade.

Por falta de ligação de energia na estação elevatória 4 do município, os dejetos estão transbordando e provocando poluição atmosférica no local, o vazamento de esgoto está ainda escoando em direção ao canal da transposição do rio São Francisco.

Após a reunião, ficou acordado que no próximo dia 17, às 9 horas, na sede do MPF em João Pessoa, será firmado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a Prefeitura de Monteiro e a Cagepa, a fim de que seja entregue para a companhia de água a estação final de tratamento de esgoto da cidade. Com a assinatura do TAC, a prefeitura se responsabiliza por eventuais falhas constatadas na execução das obras da etapa do sistema de esgotamento sanitário que estava sob seu encargo.

Ficou decidido que a Prefeitura de Monteiro encaminhará para a Energisa um cronograma de execução de todas as obras complementares relativas ao esgotamento sanitário, previstas no Projeto de Integração do São Francisco (Pisf), que vão precisar de ligação de energia, a fim de que a empresa possa se planejar para as ligações que ainda estão por vir.

A Funasa solicitará à Energisa a ligação de energia para funcionamento dos elementos da terceira etapa do sistema de esgotamento de Monteiro, também prevista no Pisf.

De Olho no Cariri

Com Ascom
Share:

Balanço Geral - Correio FM 98.1

Confira os principais destaques do dia!

Escute reportagem especial

Curta nosso trabalho no facebook

Mais notícias